Relembre todos os mascotes das olimpíadas de todas as edições

Desde a edição dos Jogos Olímpicos de 1972, os mascotes estão presentes no evento. Eles são criaturas que são inventadas especialmente para as Olimpíadas e acabam representando a cultura do país ou da cidade que é sede do maior evento esportivo do mundo. 

ANÚNCIO

Assim, eles devem vir da imaginação humana, simbolizando cada edição de forma única e exclusiva. A tradição teve início nos Jogos de Munique, em 1972. Mas você se lembra qual foi o mascote desse ano? Alguns viraram desenho animados. Abaixo, você vai ver todos. 

Relembre todos os mascotes das olimpíadas de todas as edições
Foto: (reprodução/internet)

13- Tóquio (2020)

Tóquio avaliou mais de 2 mil desenhos que foram enviados por moradores locais. Assim, o comitê local optou pelo Miraitowa, que é um mascote que foi escolhido desde 2017. O nome dele tem significado, já que “mirai” é futuro e “towa” é eternidade.

Relembre todos os mascotes das olimpíadas de todas as edições
Foto: (reprodução/internet)

Assim, a ideia é que esse robozinho simbolize o “velho e o novo”, trazendo a ideia de “inovação pela harmonia”. Ao menos é o que está na descrição oficial dele. Olhando os mascotes, parecem até que saíram diretamente dos animes, não é verdade?

ANÚNCIO

12- Rio de Janeiro (2016)

A criação do mascote dos Jogos do Rio terminou em 2014, dois anos antes do evento. O público conheceu a figura que mistura diversos animais da fauna brasileira. E tem mais um detalhe: o nome do mascote é referente à um compositor local.

Relembre todos os mascotes das olimpíadas de todas as edições
Foto: (reprodução/internet)

Vinícius vem de Vinícius de Moraes, que é um dos nomes mais lembrados no país. O que achou do mascote do Brasil? Pelo menos as cores estão representando bem o que se encontra de melhor nas nossas florestas.

11- Londres (2012)

Wenlock é o nome do mascote de Londres. A história dele veio da criação de Michael Morpurgo, que é um escritor britânico da literatura infantil. A explicação faz sentido: ele nasceu das últimas gotas de aço usado na construção do Estádio Olímpico.

ANÚNCIO
Relembre todos os mascotes das olimpíadas de todas as edições
Foto: (reprodução/internet)

Assim, ele tem uma testa que imita o telhado, a luz da cabeça vem dos táxis pretos da cidade e o olho tem formato de câmera. O nome é referente a cidade de Much Wenlock, onde foram realizados os jogos que inspiraram Pierre de Coubertin, que criou os Jogos Modernos. 

10- Pequim (2008)

Os jogos de Pequim tiveram 5 mascotes ao mesmo tempo. Assim, eles são: Bei, Jing, HuanHuan, Ying e Ni. Logo, a junção dos nomes quer dizer algo como “bem-vindo a Pequim”. Eles possuem traços modernos e cada um representa um elemento.

Relembre todos os mascotes das olimpíadas de todas as edições
Foto: (reprodução/internet)

Bebei é peixe e referência à água, Jingjing é um panda e tem origem na floresta, Yingying é um antílope que simboliza a terra, Nini é a andorinha que vem do céu e Huanhuan é uma chama que personifica o fogo. Eles ficaram chamados como “bonecos da sorte”. 

9- Atenas (2004)

Atenas é sempre palco de muita história. Inclusive, em termos de Jogos Olímpicos. Assim, após um centenário, a cidade voltou a receber os Jogos. E nesse ano a escolha do mascote homenageou toda a história grega, com os irmãos Phevos e Athena

Relembre todos os mascotes das olimpíadas de todas as edições
Foto: (reprodução/internet)

Eles foram desenhados em forma de argila, que era comum no século 7 a.C. Na época, os monumentos eram chamados de daidalas. Os nomes referem a mitologia local, sendo que Febo é o Apolo, deus da Luz e da Música. Já Atena é a deusa da sabedoria e protetora local.

8- Sydney (2000)

A Austrália foi um país que inovou muito nos Jogos. Inclusive, na criação de mascotes. Isso porque trouxeram, pela primeira vez em Jogos Olímpicos de Verão, mais do que um único mascote. Assim, tivemos 3 animaizinhos típicos de lá. 

Relembre todos os mascotes das olimpíadas de todas as edições
Foto: (reprodução/internet)

E tanto coalas como cangurus ficaram de fora justamente por já serem conhecidos. Assim, ganharam vida o Syd (ornitorrinco), o Olly (que é uma cacatua) e a Millie (um tipo de porco-espinho).  A junção das palavras tem a ver com Sydney, Olimpíadas e Milênio.

7- Atlanta (1996)

Em Atlanta, a gente teve a criação de um personagem que não existe na vida real e não há nada próximo dele. É um contraste de todos os mascotes que vieram anteriormente. Assim, a Izzy causou estranhamento no começo. Mas logo foi aceita.

Relembre todos os mascotes das olimpíadas de todas as edições
Foto: (reprodução/internet)

Na época, ficou chamada de Whatizit, que vem de What Is It (o que é isso). Depois, o nome mudou para Izzy e ficou mais aceito. Inclusive, a Izzy ganhou um nariz, um corpo mais atlético e permanece assim até hoje. 

6- Barcelona (1992)

O Cobi é um cachorrinho em forma de gente. Ou o contrário. O fato é que ele tem traços cubistas também e fez muito sucesso porque virou um desenho animado: “The Cobi Troupe”. Ao todo, a série teve 26 episódios e foi exibida em vários países. 

Relembre todos os mascotes das olimpíadas de todas as edições
Foto: (reprodução/internet)

A ideia da animação era a de mostrar o cachorro e os seus amigos em Barcelona, uma cidade muito rica da Espanha e sede dos Jogos de 1992. Aqui a gente começa uma curiosidade inesperada.

Até 1992, os jogos de verão e inverno aconteciam no mesmo ano. Sendo assim, eles tinham mascotes diferentes. Em 1992, por exemplo, os jogos de inverno foram em Alberville, França e teve o Magique, uma estrela de gelo, como mascote.

5- Seul (1988)

Algumas nações que ficam a leste do continente asiático são chamadas de tigres asiáticos. É o caso da Coreia do Sul. Assim, com alta taxa de crescimento econômico desde 1960, a região tem um tigre que representa o rápido desenvolvimento.

Relembre todos os mascotes das olimpíadas de todas as edições
Foto: (reprodução/internet)

Logo, por voto popular, o animal foi chamado de Hodori e isso se explica pelo fato de que “ho” vem de “tigre” e “dori” é um diminutivo masculino. Ou seja, a gente teve um “tigrezinho”. 

Nesse mesmo ano, teve o evento de inverno em Calgary, no Canadá. Assim, Hidy e Howdy foram os representantes em forma de desenho. Eles eram dois ursos polares que representaram a hospitalidade do país. 

4- Los Angeles (1984)

No ápice da Guerra Fria, os Jogos de 1980 e 1984 sofreram mudanças devido a divisão política da época. Houve boicote, por exemplo, de vários países. Inclusive, os mascotes também sofreram com isso.

Relembre todos os mascotes das olimpíadas de todas as edições
Foto: (reprodução/internet)

Originalmente, os jogos de Los Angeles teria um urso como mascote. Isso porque ele está presente na bandeira da Califórnia. Porém, o urso também foi escolhido nos Jogos de Moscou. Logo, houve a mudança para a Águia Sam

A águia é uma versão mais animal do Tio Sam, símbolo dos Estados Unidos. Os Jogos de Inverno desse ano foi em Saravejo, Iugoslávia. O mascote foi o Vucko, que representou um lobo, simbolizando o desejo dos humanos pela amizade dos animais. 

3- Moscou (1980)

Esse é um símbolo de um urso, como falamos acima. Aliás, um urso bem famoso, chamado de Misha. Aliás, o nome oficial é Mikhail Potapych Toptygin. Ele foi protagonista de uma das cenas mais famosas de todas as Olimpíadas.

Relembre todos os mascotes das olimpíadas de todas as edições
Foto: (reprodução/internet)

Foi durante o encerramento do evento, que ele criou um grande mosaico coreografado que simbolizou a queda de uma lágrima no olho do animal. Isso demonstrou o fim do evento. Nesse mesmo ano, a gente teve os Jogos de Inverno em Lake Placid, Nova Iorque, Estados Unidos. O mascote escolhido foi o Roni, que era é uma espécie de racum. 

2- Montreal (1976)

O Canadá é um país incrível, de fato. No entanto, o castor Amik foi um dos mascotes mais diferentes que existiu em toda a história olímpica. O nome veio do voto popular e significa “castor”, só que na língua indígena. 

Relembre todos os mascotes das olimpíadas de todas as edições
Foto: (reprodução/internet)

A decisão de homenagear um castor também foi boa: o animal é um dos maiores símbolos do Canadá, sendo que está em selos, moedas e brasões. O problema é que o desenho ficou um pouco sombrio demais, na opinião de muita gente. 

No mesmo ano, de 1976, saiba que aconteceu também os Jogos da Simplicidade. Ele foi em Innsbruck, na Áustria e também contou com um mascote, o Scheemann, que era um boneco de neve muito fofinho. 

1- Munique (1972)

Foi em Munique, na Alemanha, em 1972, que a ideia dos mascotes começou a surgir. E quem foi o primeiro mascote? O cachorro Waldi, que era bem colorido. Foi o mascote numero 1 dos Jogos Olímpicos.

Relembre todos os mascotes das olimpíadas de todas as edições
Foto: (reprodução/internet)

O dachshund, que é uma raça muito conhecida no mundo, é oriunda da Bavária. Assim, Waldi foi importante para os Jogos, promovendo o símbolo da região. Antes dele, porém, outros eventos já contavam com mascotes, como Copa do Mundo e Jogos de Inverno. 

Os mascotes que existiram antes de 1972

Em 1966, o leão Willie fez o maior sucesso na Copa do Mundo de 1966, que aconteceu na Inglaterra. Tanto é que o evento daquele ano ficou chamado de World Cup Willie. Ele foi o primeiro mascote da história das copas e de competições importantes. 

Relembre todos os mascotes das olimpíadas de todas as edições
Foto: (reprodução/internet)

Já na edição seguinte, em 1970, na Copa do México, a gente teve o garoto Juanito como mascote. O personagem é um menino com o uniforme da Seleção Mexicana e um sombreiro, típico do país. Ele foi o segundo mascote de copas do mundo da FIFA.

Entre essas copas do mundo, no ano de 1968, a gente teve os Jogos Olímpicos de Inverno, que teve como mascote um esquiador Schuss. O evento aconteceu em Grenoble, na França, só que esse mascote ficou sendo “não-oficial”.

Os mascotes das olimpíadas da juventude

Em 2010 e 2012, a gente teve dois eventos que foram chamados de “Olimpíadas da Juventude”. Eles também contaram com seus mascotes. Em 2010, o evento de Singapura teve o Lyo e o Merly como mascotes. Eles representavam o fogo e a água. Já em 2012, no evento que foi na Áustria, o mascote foi o Yoggi, que representava o respeito pela natureza.