Qual clube de fora dos “seis grandes” pode realmente vencer a Premier League?

Da surpreendente vitória de 7-2 do Aston Villa sobre o atual campeão Liverpool a apenas um dos quatro primeiros colocados da última temporada ocupando uma vaga na Liga dos Campeões após oito jogos – elementos imprevisíveis e incomuns definiram a campanha de 2020-21 até agora.

Com vários clubes de fora dos consagrados ‘seis grandes’ de Arsenal, Chelsea, Liverpool, Manchester City, Manchester United e Tottenham ameaçando o status quo, deveríamos estar nos preparando para um triunfo do título chocante – ou estamos apenas nos deixando levar? Essa pergunta acabou de surgir na Premier League nesta temporada.

EL TALLER DEL FÚTBOL: ¿ES EL BIG SIX UNA REALIDAD?
Foto: reprodução/ internet.

‘Big six’ sob ameaça?

Pela terceira vez desde que a Premier League foi reduzida a 20 times em 1995, três times de fora dos seis grandes poderiam somar 16 ou mais pontos nos primeiros oito jogos da temporada.

O líder da liga, Leicester City, somou impressionantes 18 pontos em 24 possíveis, enquanto o Southampton, quarto colocado, tem 16 pontos e o Aston Villa, em sexto lugar com um jogo a menos, poderia se tornar apenas o 23º time ‘menor’ a alcançar essa contagem no campeonato últimas 26 temporadas.

Tottenham e Liverpool estão a um ponto do Leicester, enquanto Chelsea, Manchester City, Arsenal e Manchester United ocupam o quinto, décimo, décimo primeiro e décimo quarto lugar, respectivamente – embora o City e o United tenham disputado sete jogos.

Qual clube de fora dos "seis grandes" pode realmente vencer a Premier League?
Foto: reprodução/ internet.

O Arsenal se tornou o primeiro time dos seis grandes a ficar de fora dos seis primeiros desde 2016 na temporada passada e, nesta fase, o Liverpool já tinha oito pontos de vantagem após oito vitórias consecutivas.

Em 2020-21, os Reds têm sete pontos a menos – um déficit pior do que todos, exceto o Sheffield United – embora tenham margem de erro por terem conquistado o título por 18 pontos.

Além disso, o método de resultados comparativos sazonais do Gracenote de Nielsen, que compara os resultados de um clube com os mesmos jogos da temporada anterior, mostra que os Reds estão a apenas dois pontos de seu retorno nos jogos correspondentes em 2019-20.

Dos seis grandes times, o vice-campeão da temporada passada, o Manchester City, teve o pior começo comparativamente. Com quatro pontos a menos no total da temporada passada depois de sete jogos, eles também têm seis pontos a menos em comparação com os mesmos jogos da temporada passada.

As coisas parecem muito melhores para o Tottenham, que está seis vezes melhor em ambos os aspectos, e para o Chelsea, que tem um ponto a mais no placar, mas quatro a mais do que nas partidas da temporada passada.

Leia também: Premier League: Os novos apelos pelo retorno da cinco substituições

Será que uma equipe “menor” poderia realmente vencer a Premier League novamente?

Quando o Leicester conquistou o título em 2016, a equipe de Claudio Ranieri enviou ondas de choque através do futebol ao desafiar as probabilidades de apostas de até 5000-1.

O time do Leicester está indiscutivelmente melhor equipado em 2020-21, embora pareça haver semelhanças na inconsistência dos seis grandes e na natureza imprevisível dos resultados. O campeão Liverpool já perdeu sete pontos, apesar de ter cedido apenas 15 em toda a temporada passada.

Leicester City - Champions of England | Premier Skills English
Foto: reprodução/ internet.

Onde esses bons começos levarão a classe de pacotes surpresa de 2020-21 ainda está para ser visto, mas a viagem de Leicester a Anfield no domingo deve fornecer uma indicação significativa de se esta temporada está prestes a chocar.

Veja também: Premier League: o melhor campeonato do nacional do mundo

Traduzido e adaptado por equipe Ao Vivo Esporte

Fonte: BBC