Coronavírus e lesões: Qual é o custo dos jogos internacionais?

Os jogadores da Premier League que se lesionaram enquanto jogavam pelo seu país não é novidade, mas esta pausa internacional pode revelar-se particularmente cara.

ANÚNCIO

O cronograma extenuante combinado com a pandemia de coronavírus significa que uma série de estrelas pode estar faltando quando o futebol doméstico for retomado neste fim de semana.

Quem testou positivo para coronavírus?

Na segunda-feira, a Premier League anunciou 16 resultados positivos de 1.207 jogadores e funcionários do clube testados para coronavírus entre 9 e 15 de novembro. Este é o caso com mais positivo desta temporada e o maior desde o reinício do campeonato em junho. A alta anterior foi de 10 de 21 a 27 de setembro.

Na quarta-feira, foi confirmado que Mohamed Salah, do Liverpool, voltou a fazer um teste positivo durante seus jogos com o Egito. Ele é um dos sete jogadores com teste positivo enquanto esteve fora de seu país.

ANÚNCIO

Coronavírus e lesões: Qual é o custo dos jogos internacionais?
Foto: reprodução/ internet.

Leia também: Liverpool: Salah testa positivo para Covid-19

A República da Irlanda teve quatro jogadores com teste positivo

Entre os que testaram positivo, estão o zagueiro Matt Doherty do Tottenham e Callum Robinson do West Brom.

Além disso, o atacante do Tottenham, Son Heung-min, teve que ficar de quarentena em um hotel na Áustria enquanto estava fora da Coréia do Sul, depois que seis companheiros contraíram o vírus.

ANÚNCIO

O jogo da Liga das Nações da Ucrânia, na Suíça, na terça-feira, foi cancelado depois que três jogadores testaram positivo para coronavírus, enquanto a partida de domingo entre a Noruega e a Romênia foi cancelada depois que a seleção da Noruega foi colocada em quarentena.

O zagueiro do Manchester United, Alex Telles, deve estar disponível para a partida da Premier League de sábado contra o West Brom após teste negativo enquanto jogava pelo Brasil. Relatórios anteriores sugeriam que ele tinha testado positivo, mas ele estava no banco para a vitória por 2 a 0 sobre o Uruguai na quarta-feira.

O atacante do Chelsea Kai Havertz, o atacante Rodrigo do Leeds e Branislav Ivanovic e Matheus Pereira do West Brom testaram positivo para a Covid no início de novembro, mas devem poder retornar neste fim de semana após completar um período de isolamento.

Na Espanha, o atacante do Atlético de Madrid, Luis Suarez, deve perder o reencontro com o Barcelona no sábado, depois de testar positivo fora do Uruguai.

As anteriores pausas internacionais em setembro e outubro viram vários jogadores darem resultado positivo, incluindo o atacante da Juventus e Portugal, Cristiano Ronaldo, o atacante da França e do Paris St-Germain Kylian Mbappe e o meio-campista do Southampton da Escócia Stuart Armstrong – um caso que significava que o lateral do Arsenal Kieran Tierney precisava auto-isolar por 14 dias.

O que os técnicos disseram?

O técnico do West Brom, Slaven Bilic, disse que Robinson, Ivanovic e Pereira tiveram resultado negativo e devem estar disponíveis para enfrentar o Manchester United. Mas Bilic ainda está esperando para descobrir se algum de seus outros jogadores testou positivo.

“Tivemos alguns jogadores positivos, então eles não treinaram por 10 dias“, disse ele na quinta-feira. “Para alguns deles (voltando do serviço internacional), ainda estamos esperando os resultados dos testes. Não se pode planejar ‘vamos jogar assim’, sem ter um plano B ou alternativas. Não é que isso possa acontecer; vai acontecer infelizmente.”

E quanto a ferimentos?

Quatorze dos 20 clubes da Premier League tiveram jogadores retirados de suas obrigações internacionais por causa de lesão ou Covid-19 nas últimas duas semanas.

O Liverpool é o mais afetado, com o zagueiro Joe Gomez precisando de uma cirurgia no joelho depois de se machucar durante um treinamento com a Inglaterra. Ele “provavelmente” perderá uma “parte significativa” do resto da temporada.

Coronavírus e lesões: Qual é o custo dos jogos internacionais?
Foto: reprodução/ internet.

Leia também: Joe Gomez: Zagueiro do Liverpool sofreu lesão enquanto treinava

Os campeões da Premier League já não têm o seu também defesa-central Virgil van Dijk devido a uma lesão prolongada no ligamento do joelho.

Salah deve perder os próximos dois jogos por causa das regras de auto-isolamento, enquanto o capitão Jordan Henderson também está em dúvida depois de se retirar da seleção inglesa na segunda-feira.

As duas últimas paradas internacionais resultaram em três partidas, em vez das duas usuais. Isso significa que os jogadores estão jogando mais jogos e viajando mais milhas.

Por exemplo, Harry Kane, cujo time do Tottenham começou a temporada nas eliminatórias da Liga Europa, jogou 20 partidas pelo clube e pelo país – o equivalente a meia temporada da Premier League – em seis países em apenas 74 dias.

O chefe dos Spurs, José Mourinho, revelou seus pensamentos sobre a pausa internacional em um post sarcástico no Instagram na terça-feira, apenas 24 horas após o anúncio de que Doherty havia testado positivo.

Coronavírus e lesões: Qual é o custo dos jogos internacionais?
Foto: reprodução/ internet.

O técnico da Inglaterra, Gareth Southgate, diz que os jogadores estão sob “enorme pressão” de seus clubes para limitar o tempo de jogo de suas seleções e diminuir o risco de fadiga.

Ele, no entanto, defendeu esta última chance internacional, dizendo que o jogo como um todo tem a responsabilidade de administrar o calendário, não apenas as seleções internacionais.

Alguma pausa?

O treinador da Premier League pode estar aliviado ao ver que não haverá outra pausa internacional até março, embora isso não signifique que haja uma desaceleração nos jogos.

As equipes que competem na Europa enfrentam uma sequência de 11 jogos em seis semanas entre agora e o final de 2020, sem incluir as quartas-de-final da Copa Carabao agendadas para 22-23 de dezembro.

Tem havido pedidos crescentes para a reintrodução da regra dos cinco substitutos, que foi usada durante o Projeto de Reinício, para tentar aliviar o fardo dos jogadores. A Premier League é a única grande competição a retornar para três suplentes.

Leia também: Premier League: Os novos apelos pelo retorno da cinco substituições

Traduzido e adaptado por equipe Ao Vivo Esporte

Fonte: BBC