As 8 melhores lutas para quem quer perder peso

Em boa parte das vezes, as pessoas desistem do processo de perder peso porque os exercícios que são praticados acabam sendo monótonos demais. Nesses casos, as lutas podem se tornar alternativas porque elas são intensas e também dinâmicas, mudando a cada treino. 

ANÚNCIO

Por exemplo, ao treinar MMA, o praticante vai fazer aulas de musculação, de condicionamento físico, de autodefesa, etc. Já em lutas orientais, a ideia é unir a mente e o corpo, logo, alongamentos e exercícios de respiração são bem comuns. Então, conheça 8 opções de lutas. 

As 8 melhores lutas para quem quer perder peso
Foto: (reprodução/internet)

As melhores lutas para perder peso

Antes de começar, precisamos fazer uma chamada aqui para dizer que estamos falando das lutas que permitem perder peso devido ao intenso treinamento. Ok? Não estamos focando naquelas dietas e processos que profissionais usam para o emagrecimento.

As 8 melhores lutas para quem quer perder peso
Foto: (reprodução/internet)

Temos visto e lido muito sobre dietas de desidratação, por exemplo. Alguns competidores fazem isso para conseguirem chegar a um peso ideal para entrar em uma categoria boa para eles em determinadas lutas. Só que isso não é legal de ser feito. 

ANÚNCIO

A desidratação pode causar até mesmo a morte, como já aconteceu. Por outro lado, o treinamento de força, que é muito comum em todo tipo de luta que vamos citar abaixo, auxilia muito na ideia do emagrecimento, já que a pessoa perde muitas calorias nessa hora.

1 – Caratê

Vamos começar falando do caratê por vários motivos. O primeiro deles é que agora o esporte faz parte dos Jogos Olímpicos, o que é bem legal porque aumenta muito a popularidade dele. Outra coisa é que ele é um dos mais aceitos em escolas.

Ou seja, desde o ensino infantil, o caratê faz parte de muitas grades curriculares. Isso porque entra como atividade física e aula extracurricular devido aos seus benefícios. Para quem busca o emagrecimento, saiba que é uma luta que requer muita força e energia. 

ANÚNCIO

Ele é mais focado na parte superior do corpo, da cintura para cima. Logo, quem visa perder o peso na barriga, o caratê também aparece como sugestão. A ideia é que o praticante tenha músculos esticados e mais rígidos – aumentando a definição da região e diminuindo a flacidez. 

2 – Boxe

Já o boxe vem aqui por vários motivos. Um deles é pelo fato de que é um esporte famoso. No entanto, ele trabalha mais com a parte superior do corpo, assim como o caratê. Só que é bem diferente do caratê, está bem? Aliás, é bem diferente de todas as outras lutas que vem abaixo.

Ele é mais intenso e costuma ser rápido. Assim, a ideia é pensar nessa atividade intensa mesmo, com movimentos rápidos feitos com os braços. O atleta do boxe precisa ter muita força na musculatura. Logo, é isso que faz com que seja focado na perda de peso.

Para quem está nesse processo de emagrecimento, o exercício de força acaba sendo ótimo para fazer a troca da gordura ruim para a massa magra, que tem a ver com os músculos. Ainda que o boxe tenha ficado conhecido como esporte mais “parado”, ele exige muito do lutador.

3 – Taekwondo

Se o caratê e o boxe são mais focados nos membros superiores, saiba que o taekwondo é mais focado na parte debaixo do corpo, da cintura para baixo. Além disso, ele exige muita resistência física do praticante. É uma arte marcial de chutes e saltos.

Assim sendo, nas aulas você vai aprender dar aquelas voadoras de filmes, sabe? Além do mais, tem muito treinamento de alongamento. É um tipo de treino focado na defesa pessoal, que usa especialmente as pernas. E isso inclui das canelas até a sola do pé, viu.  

Na luta oficial, em competição nacionais e internacionais, é preciso usar equipamentos de proteção devido a intensidade dos golpes. Além disso, os golpes com as pernas possuem mais impactos do que os golpes dados com os braços por causa da força desses músculos locais.

4 – Kung Fu

Como próxima opção, vamos citar o Kung Fu porque ele é um esporte que trabalha muito com a questão do conhecimento do corpo. Assim, ele mistura uma espécie de atividade física de alta intensidade com alongamos específicos para toda parte do corpo. 

Se você assistiu a famosa trilogia do Kung Fu Panda sabe bem do que estamos falando, né. O esporte é chinês e trabalha com a ideia de corpo e mente também. Os movimentos são precisos e fortes, com golpes inspirados em movimentos dos animais. 

Diferente do caratê que é mais focado na parte superior do corpo, considere que o Kung Fu tem como base as pernas. Assim, pernas e coxas são treinadas o tempo todo. Há exercícios de chutes e saltos, por exemplo, durante os dias de treinamento e na hora de competir. 

5 – MMA (Artes Marciais Mistas)

Não poderíamos terminar um texto que fala de lutas para perder peso sem citar o MMA, certo? No entanto, deixamos mais para o fim porque há algumas curiosidades aqui. Primeiro que a luta de MMA não precisa ser como aquelas lutas sangrentas da TV, está bem?

Um segundo ponto é que o treinamento para ser um atleta do MMA é muito completo. Então, você não vai ficar o tempo todo no ringue. Durante os treinamentos, o aluno faz musculação, aulas de condicionamento físico e aprende golpes novos a todo momento. 

Assim, a parte do ringue (octógono) é uma etapa final, que vale apenas para competições. E você não tem que competir se não quiser. Mas, treinar MMA é uma forma muito intensa e interessante de perder peso por conta de todo tipo de exercício que se faz. 

6 – Kickboxing

O kickboxing também está aqui por um motivo. Ele tem sido muito comum de ser encontrado em academias em todo o mundo. Mas, é como uma forma primitiva do MMA. Sendo assim, mistura técnica de lutas das artes marciais com o boxe. Hoje muitos lutadores de MMA são de Kickboxing também. 

Portanto, é uma luta bem completa que considera todas as partes do corpo, ótimo para quem quer perder peso. Nesse tipo de luta, a pessoa aprende a dar socos, chutes, joelhadas, cotoveladas e a se defender desses ataques também. Assim, não fica só na parte superior do corpo.

O método ainda inclui a questão do esforço físico, o que pode possibilitar a perda de mais de 700 calorias em uma única hora de treinamento. O foco, mesmo que indireto, está na perda de gordura, na definição dos músculos (de todo corpo) e na resistência e força física. 

7 – Jiu-Jitsu

Contextualizando um ponto bacana, saiba que o MMA é um tipo de luta que mistura várias outras lutas nele. Por exemplo, se você é lutador de muay thai, de jiu-jitsu, de caratê, de kung fu poderá fazer MMA também. Entendeu? 

Então, a partir daqui vamos falar de forma breve das lutas únicas, que não envolvem várias dentro dela. O jiu-jitsu é uma opção de luta que é conhecida como “luta de chão”. A ideia é usar técnicas de imobilização, de rolamento, de controle de pernas, de finalizações.

É uma das principais lutas para quem busca a defesa pessoal. Assim, como envolve muita força física, ela também é ótima para perder peso. Trabalha de forma intensa com toda parte do corpo, como ombros, braços, pernas, costas, abdômen e coxas. 

8 – Muay Thai

E nós deixamos como último tópico do texto o Muay Thai porque muita gente concorda em dizer que essa é a luta que mais ajuda na perda de peso. A luta tem origem na Tailândia e trabalha muito com as pernas, braços e abdômen, ou seja, é ótimo para o emagrecimento. 

Assim, ela também exige muito condicionamento físico e o aumento da resistência cardiovascular. As aulas costumam ser muito intensas e agitadas, indo desde um aquecimento até mesmo as orientações dos golpes, que passam por socos, chutes, cotoveladas e mais. 

Acredita-se que uma aula de treino de muay thai possa significar mais do que 800 kcal perdidas. Outro ponto curioso é que a maioria dos atletas do MMA possuem treinamentos de muay thai devido à sua eficiência seja na resistência, na força ou na agilidade. 

Outras lutas

Vamos citar aqui outras lutas que ajudam muito na perda de peso. No entanto, uma boa parte delas acabou sendo desconsiderada e até mesmo sumiu do mundo devido à agressividade de que eram compostas.

Um exemplo é a Krav Maga, que é uma técnica de Israel, que foca em usar o corpo para defesa pessoal em qualquer situação de perigo. Porém, os ataques podem ser letais, o que não é a ideia de quem treina para perder peso, concorda?

Todas as vantagens da luta além do emagrecimento

Saiba que além do emagrecimento, todas as lutas que mencionamos acima podem ser praticadas e treinadas para outros fins também. Por exemplo, elas são ótimas indicações de atividade, exercício e esporte físico devido ao fato de não focarem apenas no corpo.

Mas, também, na mente. Logo, ajudam na redução de estresse, além de despertar sentidos de ataque, defesa e autocontrole. Sem contar que na parte corporal ainda ajuda na melhora da coordenação motora, aumento de resistência e trabalho com vários músculos do corpo.