Quem foram os melhores “Bosmans” que tiveram mais sucesso?

Bosman aos 25: Quem fez o melhor transfer grátis? Digno, embora nada notável como jogador. Uma virada de jogo absoluta como um caso de tribunal. Já se passaram 25 anos desde que Jean-Marc Bosman entrou no Tribunal de Justiça Europeu como meio-campista.

ANÚNCIO
Quem foram os melhores "Bosmans" que tiveram mais sucesso?
Foto: (reprodução/internet)

A mudança na lei trabalhista significou que os jogadores de futebol poderiam optar por cancelar seus contratos e transferir de clubes por transferência gratuita. Com algumas ressalvas. Mudou enormemente o futebol. Mas quem foram os melhores “Bosmans” e  que tiveram mais sucesso? Dê uma olhada em nossa lista dos 10 melhores:

Sol Campbell – Tottenham para Arsenal, 2001

O Tottenham ofereceu ao zagueiro da Inglaterra um contrato que o tornaria o jogador mais bem pago, mas ele o rejeitou e mudou-se para o rival Arsenal. “Foi uma grande decisão”, disse Campbell. “Eu poderia ter ganho mais dinheiro indo para o exterior, mas senti que este era o lugar para estar.”

Quem foram os melhores "Bosmans" que tiveram mais sucesso?
Foto: (reprodução/internet)

Rotulado de “Judas” (e muito pior) pelo resto de sua carreira, a busca por troféus e a Liga dos Campeões de Campbell foram cumpridas no Arsenal. Ele até marcou na final da Liga dos Campeões em 2006, mas perdeu para o Barcelona.

ANÚNCIO

Zlatan Ibrahimovic – Paris St-Germain para Manchester United, 2016

Zlatan Ibrahimovic há muito é um dos melhores e mais caros atacantes do planeta. Ele acabava de se tornar o artilheiro da história do PSG, apesar de apenas ter chegado aos 30 anos.Mas ainda havia mais do que um sopro de cinismo em torno da mudança do sueco para Old Trafford em um Bosman no verão de 2016.

Ele tinha 34 anos e aconteceria na melhor das hipóteses, um sub de impacto.Em vez disso, ele marcou 28 gols em uma primeira campanha estelar. Ele marcou vencedores em Wembley e foi uma parte fundamental do sucesso inicial de José Mourinho. Na verdade, ele iluminou a Premier League, como nos disse tudo o que faria.

Quem foram os melhores "Bosmans" que tiveram mais sucesso?
Foto: (reprodução/internet)

Desde então, ele fez trabalhos semelhantes no LA Galaxy e voltou ao AC Milan, também em transferências gratuitas. Rei do Bosman?

ANÚNCIO

Veja também: Zlatan Ibrahimovic, Cristiano Ronaldo, Neymar: Quem são os melhores jogadores da Europa nesta temporada?

Robert Lewandowski – Borussia Dortmund para Bayern de Munique, 2014

Raramente pode ter havido um melhor negócio de transferência feito na história do jogo. O Borussia Dortmund tem mais razões do que a maioria para amaldiçoar o processo judicial de 1995. Robert Lewandowksi não foi o primeiro ou o últim  jogador a deixar o Westfalenstadion e ir para a Allianz Arena, mas sua saída deve doer mais.

Quem foram os melhores "Bosmans" que tiveram mais sucesso?
Foto: (reprodução/internet)

Apenas olhe para os números: Lewandowski marcou 175 gols em 200 jogos da Bundesliga pelo Bayern. Ele ganhou a liga por seis anos consecutivos. Ele ganhou a Liga dos Campeões e provavelmente vai ganhar o prêmio de Melhor da Fifa esta semana.

Gary McAllister – Coventry para Liverpool, 2000

Gerard Houllier deve ter levantado algumas sobrancelhas quando quis trazer McAllister de 35 anos para Anfield, do Coventry, lutador de rebaixamento perene. Afinal, naquele mesmo verão, o Liverpool jogou dinheiro em Nick Barmby, Christian Ziege e Bernard Diomede (mais Markus Babbel – que era um forte candidato a esta lista – chegou em um Bosman).

Quem foram os melhores "Bosmans" que tiveram mais sucesso?
Foto: (reprodução/internet)

Mas foi Gary Mac que Houllier chamou de “sua contratação mais inspiradora”. Com as pernas jovens de Steven Gerrard fazendo sua corrida, McAllister foi deixado para conduzir o jogo e causar estragos com suas paradas mortais.

Lembra do gol dele contra o Everton perto do meio do caminho? Seus pênaltis contra o Barcelona e contra o Birmingham? Seu gol e falta decisiva na vitória da Copa da Uefa sobre o Alavés? Um jogador-chave nessa famosa temporada de triplas.

Steve McManaman – Liverpool para Real Madrid, 1999

Talvez o primeiro jogador inglês de destaque a aproveitar as oportunidades que Bosman involuntariamente abriu, a transferência de McManaman para o Madrid foi uma notícia massiva.

O extremo da Inglaterra chegou perto de uma mudança de £ 12 milhões para o Barcelona alguns anos antes e as negociações de seu contrato foram uma verdadeira saga – mas ele sempre manifestou o desejo de jogar no exterior.

Quem foram os melhores "Bosmans" que tiveram mais sucesso?
Foto: (reprodução/internet)

Qualquer dúvida sobre sua capacidade de se encaixar nos Galácticos logo foi posta de lado. McManaman marcou um gol soberbo na final da Liga dos Campeões em 2000, ao se tornar o primeiro jogador inglês a ganhar o troféu por um clube estrangeiro.

James Milner – Manchester City para Liverpool, 2015

Milner ganhou dois títulos da Premier League com o Manchester City, mas começou apenas 89 de 190 jogos da liga antes de decidir se mudar para outro clube gigante. Os torcedores do Liverpool podem ter se perguntado que tipo de negócio eles estavam conseguindo: uma rachadura.

Quem foram os melhores "Bosmans" que tiveram mais sucesso?
Foto: (reprodução/internet)

Milner jogou mais ou menos uma temporada inteira como lateral-esquerdo de Jurgen Klopp e ainda é presença regular no meio-campo. Versátil, confiável e, acima de tudo, tem qualidade.

Jay-Jay Okocha – Paris St-Germain para Bolton, 2002

Se você tem menos de uma certa idade, a estrada do Parc des Princes ao Reebok Stadium pode parecer um tanto rebuscada. Mas esse foi o gênio de Sam Allardyce. Fernando Hierro, Ivan Campo, Youri Djorkaeff – Big Sam tirou algumas contratações ridículas da bolsa para Wanderers, mas nada melhor do que Okocha.

Quem foram os melhores "Bosmans" que tiveram mais sucesso?
Foto: (reprodução/internet)

Tão bom, eles o nomearam duas vezes. Que jogador alegre ele foi ao assistir em pleno vôo. Todos rabonas, flicks de arco-íris e chutes livres de longa distância com um sorriso radiante. Um jogador excelente.

Andrea Pirlo – AC Milan para Juventus, 2011

“Quando Andrea me disse que se juntaria a nós, a primeira coisa que pensei foi: ‘Deus existe’. Um jogador do seu nível e habilidade, sem falar que era livre, acho que foi a assinatura do século!” Quem somos nós para contestar o veredicto da lenda da Juventus, Gianluigi Buffon?

Quem foram os melhores "Bosmans" que tiveram mais sucesso?
Foto: (reprodução/internet)

Pirlo foi paralisado em sua última temporada com o Milan e ingressou na Juve como jogador de 32 anos. Uma opção de camafeu talvez. Em vez disso, Pirlo se tornou o fulcro do time de Antonio Conte e venceu a liga por quatro anos consecutivos enquanto jogava o melhor futebol de sua carreira. Um magnífico negócio do clube que ele agora administra.

Gus Poyet – Real Zaragoza para Chelsea, 1997

Gus Poyet era praticamente desconhecido para a maioria dos seguidores da Premier League quando foi contratado pelo Zaragoza, mas teve um impacto imediato com suas façanhas de gols no meio-campo.

Quem foram os melhores "Bosmans" que tiveram mais sucesso?
Foto: (reprodução/internet)

Soberbo no ar e com um vôlei estrondoso, o uruguaio marcou duas vezes na semifinal da Copa da Inglaterra e marcou 49 gols em apenas 145 jogos antes de passar à gestão.

Gianluca Vialli – Juventus para Chelsea, 1996

A mudança de £ 12 milhões de Vialli para a Juve em 1992 foi um recorde mundial. Quatro anos depois, Ruud Gullit o trouxe para Londres em um Bosman.

Dentro e fora da equipe comandada por Gullit, Vialli foi a escolha surpresa para substituir o holandês como técnico e rapidamente se tornou o técnico mais jovem a vencer uma competição da Uefa na final da Copa dos Vencedores das Copas de 1998.

Quem foram os melhores "Bosmans" que tiveram mais sucesso?
Foto: (reprodução/internet)

Três grandes honras como chefe e uma sequência mais do que respeitável de 40 gols em 88 partidas colocam Luca nesta lista.

Saiba mais: Mercado de transferência: entenda esse termo do futebol

Traduzido e adaptado por equipe Ao Vivo Esporte

Fonte: BBC