Cristiano Ronaldo e sua capacidade de fazer gols

Quando olhamos para Cristiano Ronaldo, percebemos que sua vontade de vencer está acima de qualquer coisa. Além disso, o astro português de 34 anos a cada ano que passa, se cobra mais e mais. Nesta temporada, quando a Juventus foi eliminada pelo maravilhoso time do Ajax, ele saiu de campo enfurecido.

Após sofrer o segundo gol, o craque olhou para todo o sistema defensivo e pediu para pegar a bola no fundo do gol e reiniciar o mais rápido possível a partida.

CR7
Cristiano Ronaldo comemorando mais um gol

Acompanhe tudo sobre a fantástica temporada do maior concorrente de Cristiano Ronaldo: Lionel Messi.

O melhor jogo do português nessa temporada foi contra o Atlético de Madrid. O time espanhol, acima de tudo, é conhecido por sua defesa sólida, marca registrada do treinador Argentino Diego Simeone. Cr7 marcou três gols. O primeiro, ele usou a força física para tirar o defensor e cabecear. O segundo, subiu mais alto que toda defesa do time espanhol para novamente cabecear e posteriormente, finalizou marcando o terceiro de pênalti.

Cristiano Ronaldo e a idade

Em 2006, foram realizados testes em um laboratório de Lisboa para analisar Cristiano Ronaldo. Como resultado, os testes mostraram toda a sua capacidade de impulsão, velocidade e força no chute. Esses três fatores são conhecidos por Citius, Altius e Fortius (mais rápido, mais alto e mais forte).

ANÚNCIO

A potência é o factor que mais distingue o Cristiano Ronaldo. Consequentemente, faz com ele que seja mais rápido no deslocamento, salte mais alto e remate a maior velocidade”, afirma António Veloso, director do Laboratório de Biomecânica e Morfologia Funcional da Faculdade de Motricidade Humana (FMH) de Lisboa.

A evolução

Quando chegou ao Real Madrid, por exemplo, Cristiano Ronaldo colocou em prática todo seu plano: fazer mais gols, ganhar mais títulos e entrar na briga com Messi como melhor jogador do planeta. Aquele jogador jovem, driblador e sem objetividade do Manchester United, havia ficado para trás.

A mudança de posição foi natural. Passou a jogar no lado esquerdo do campo e a finalizar mais dentro da área, se tornando um goleador nato. Também passou a jogar mais coletivamente, em outras palavras, se tornou o jogador com mais assistências na Liga dos Campeões da Europa.

Para Zidane, que ainda era treinador do craque português no Real, CR7 é o melhor da história:

Cristiano é o melhor da história do futebol. Há muitos jogadores neste clube que fizeram história, mas o que ele está fazendo ninguém fez. Os números falam por ele, e são impressionantes. Muito já foi falado sobre Cristiano e não há mais palavras para defini-lo. O que ele está fazendo em campo é cada vez mais fenomenal. Pode vir um jogador aqui e ficar 20 anos, mas nunca vai fazer o que Cristiano fez. É um jogador que fez história no clube, ainda está fazendo e espero que faça até que se aposente aqui“.

Em conclusão, podemos colocar Cristiano Ronaldo no seleto grupo de jogadores que ficarão marcados na história do futebol mundial.

ANÚNCIO