Guardiola, Mourinho and Wenger: Os técnicos com gastos mais altos da última década

ANÚNCIO

A cara do futebol mudou para sempre.

Essa não é uma afirmação nova, mas resume a natureza ultrajante do mercado de transferências nos últimos dez a quinze anos.

ANÚNCIO

Passamos de ver jogadores como Zinedine Zidane custando £ 48 milhões para testemunhar Harry Maguire trocar o Leicester pelo Manchester United em um negócio que custou £ 80 milhões. Eu encerro meu caso.

O mercado não é o que era e hoje em dia, vemos somas absurdas de dinheiro sendo jogadas por aí mesmo para os jogadores mais medianos. Dominic Solanke por £ 19 milhões vem à mente, assim como os £ 35 milhões que o Arsenal pagou por Shkodran Mustafi.

Isso é apenas escolher a dedo dois jogadores em uma longa lista de nomes que custaram mais do que o razoável.

ANÚNCIO

O PSG e seus proprietários liderados pelo Catar estão na vanguarda dessa oscilação do mercado. Eles pagaram £ 200 milhões por Neymar em 2017 e despacharam £ 165,7 milhões por Kylian Mbappe apenas um ano depois.

Guardiola, Mourinho and Wenger: Os técnicos com gastos mais altos da última década
Foto: reprodução/internet

Não é surpreendente que as medidas de fair play financeiro estejam ficando cada vez mais rígidas.

Fique por dentro: Ronaldo, Neymar e Pogba: Quais jogadores quebraram o recorde mundial de transferências?

Mesmo assim, quem são os gerentes que mais gastaram dinheiro durante o mercado em constante mudança dos últimos dez anos?

Bem, consultamos a Transfermarkt para montar esta lista de treinadores …

10. Jurgen Klopp – Liverpool

Gasto: £ 624,67m

O que Klopp construiu em Liverpool, de onde eles estavam quando ele assumiu, foi simplesmente incrível. Ele os tornou uma das forças mais temidas da Europa e só nos últimos anos é que ele enlouqueceu com os gastos. Seus dois jogadores mais caros são Virgil van Dijk e Alisson.

Leia mais: Klopp e a coroação de um excelente trabalho

9. Manuel Pellegrini – Real Betis

Gasto: £ 692.10m

A carreira administrativa de Pellegrini foi estranha, mas ele teve o prazer de treinar alguns dos melhores do ramo, como o Real Madrid e o Man City. Notoriamente, ele foi o gerente que trouxe Cristiano Ronaldo para Madrid por uma taxa recorde mundial de £ 80 milhões.

8. Ernesto Valverde – nenhum clube

Gasto: £ 731,93m

Os gastos do Barcelona têm sido bastante questionáveis ​​nos últimos anos e nada exemplifica isso mais do que as maiores contratações de Valverde. Ele foi o empresário que trouxe Philippe Coutinho e Ousmane Dembele para Camp Nou por mais de £ 100 milhões.

Guardiola, Mourinho and Wenger: Os técnicos com gastos mais altos da última década
Foto: reprodução/internet

7. Unai Emery – Villarreal

Gasto: £ 742,64 milhões

Emery foi demitido no Arsenal e no PSG, mas rejuvenesceu sua carreira de técnico na Espanha com o Villarreal, que atualmente é o segundo colocado na La Liga. Isso não desculpa os £ 72 milhões que ele gastou com Nicolas Pepe quando ele estava na Inglaterra.

6. Antonio Conte – Inter de Milão

Gasto: £ 834,48m

Conte fez algumas contratações intrigantes em Milão, mas nada supera os £ 66 milhões que ele entregou ao Man United pela contratação de Romelu Lukaku. Infelizmente, quando Conte gasta muito, geralmente não sai bem. Michy Batshuayi, Danny Drinkwater, Tiemoue Bakayoko e Alvaro Morata estão entre os dez primeiros. Ele contratou N’Golo Kante para o Chelsea, no entanto.

5. Diego Simeone – Atlético de Madrid

Gasto: £ 875,63m

O Atlético é verdadeiramente o império de Simeone. Ele construiu um lado fabuloso na capital espanhola e fez um bom trabalho ao longo do caminho. Nenhuma assinatura foi maior do que a ridícula soma de 113 milhões de libras que pagou por João Félix.

Guardiola, Mourinho and Wenger: Os técnicos com gastos mais altos da última década

4. Max Allegri – sem clube

Gasto: £ 924,90m

A Juventus ficou famosa por conseguir uma transferência astuta de graça quando Allegri estava no comando, mas, como as evidências sugerem, ele também gastou uma quantia impressionante de dinheiro. O maior desembolso do italiano foi com Ronaldo quando ele trocou o Real por Torino em um negócio de £ 99 milhões.

3. Carlo Ancelotti – Everton

Gasto: £ 939,48m

Ancelotti transformou o Everton em uma força da Premier League usando toda a experiência gerencial que acumulou em nomes como Milan, Chelsea, Madrid e Bayern de Munique. No entanto, o maior negócio do italiano nos últimos dez anos foi os £ 90 milhões de reais gastos em Gareth Bale. Incrível.

2. José Mourinho – Tottenham

Gasto: £ 1,04 bilhão

Mourinho dirigiu alguns dos clubes mais ricos do futebol mundial, por isso não é grande surpresa vê-lo no topo desta lista. Ele é apenas um dos dois homens que gastou mais de £ 1 bilhão nos últimos dez anos, com Paul Pogba e Lukaku marcando suas duas aquisições mais caras.

1. Pep Guardiola – Manchester City

Gasto: £ 1,14 bilhões

Quem mais? Apenas um homem iria ocupar o primeiro lugar nesta lista e é Guardiola. O técnico do Man City gastou incríveis £ 408 milhões apenas nos defensores nos últimos quatro anos e só conhece uma maneira quando se trata da janela de transferências.

Guardiola, Mourinho and Wenger: Os técnicos com gastos mais altos da última década
Foto:reprodução/internet

A maior contratação do espanhol na última década foi a impressionante quantia de £ 65 milhões que a cidade gastou para trazer Ruben Dias do Benfica para a Etihad.

Leia também: Guardiola é sinônimo de títulos

Traduzido e adaptado por equipe Ao Vivo Esporte

Fonte: Give me sport

ANÚNCIO