Ryan Sessegnon agradeceu a seus companheiros pelo apoio após revelar ter recebido ofensas racistas

Os jogadores do Hoffenheim levantaram os punhos depois que Munas Dabbur marcou durante a vitória de 5 a 0 sobre o Slovan Liberec na Liga Europa, na quinta-feira.

ANÚNCIO

Sessegnon, que está emprestado ao clube alemão do Tottenham, ficou no banco e não jogou. Depois, o jogador da Inglaterra Sub-21 tuitou “minha galera” e “solidariedade”. Em resposta, Spurs disse: “Estamos todos com você, Ryan.”

Ryan Sessegnon agradeceu a seus companheiros de equipe do Hoffenheim pelo apoio após revelar ter recebido ofensas racistas nas redes sociais.
Foto: reprodução/ internet.

Entenda a história

Sessegnon, que pode jogar como ala ou lateral-esquerdo, postou uma imagem de mensagens racistas em sua história no Instagram na segunda-feira. O jovem de 20 anos disse que “nem ficou mais surpreso” após receber o abuso racista e descreveu-o como “inacreditável” e “nojento”.

A conta que enviou as mensagens racistas para Sessegnon foi removida do Instagram.

ANÚNCIO

O atacante da Inglaterra do Manchester City, Raheem Sterling, disse no mês passado que as autoridades do futebol e as plataformas de mídia social precisam “intensificar” e “tomar as medidas adequadas” para lidar com o abuso online.

Seguiu-se um estudo da Associação de Futebolistas Profissionais que disse que 43% dos jogadores da Premier League sofreram “abuso racista dirigido“.

Traduzido e adaptado por equipe Ao Vivo Esportes

ANÚNCIO

Fonte: BBC