Ryan Sessegnon agradeceu a seus companheiros de equipe do Hoffenheim pelo apoio após revelar ter recebido ofensas racistas nas redes sociais.

ANÚNCIO

Os jogadores do Hoffenheim levantaram os punhos depois que Munas Dabbur marcou durante a vitória de 5 a 0 sobre o Slovan Liberec na Liga Europa, na quinta-feira.

Sessegnon, que está emprestado ao clube alemão do Tottenham, ficou no banco e não jogou.

ANÚNCIO

Depois, o jogador da Inglaterra Sub-21 tuitou “minha galera” e “solidariedade“.

Em resposta, Spurs disse: “Estamos todos com você, Ryan.”

Ryan Sessegnon agradeceu a seus companheiros de equipe do Hoffenheim pelo apoio após revelar ter recebido ofensas racistas nas redes sociais.
Foto: reprodução/internet

Sessegnon, que pode jogar como ala ou lateral-esquerdo, postou uma imagem de mensagens racistas em sua história no Instagram na segunda-feira.

ANÚNCIO

O jovem de 20 anos disse que “nem ficou mais surpreso” após receber o abuso racista e descreveu-o como “inacreditável” e “nojento”.

A conta que enviou as mensagens racistas para Sessegnon foi removida do Instagram.

O atacante da Inglaterra, do Manchester City, Raheem Sterling, disse no mês passado que as autoridades do futebol e as plataformas de mídia social precisam “intensificar” e “tomar as medidas adequadas” para lidar com o abuso online.

Seguiu-se um estudo da Associação de Futebolistas Profissionais que disse que 43% dos jogadores da Premier League sofreram “abuso racista dirigido“.

Traduzido e adaptado por equipe Ao Vivo Esportes

Fonte: BBC

ANÚNCIO