Conheça todas as regras do Beisebol

No Brasil, o beisebol é um esporte ainda pouco difundido. Ele chegou aqui, sim. No entanto, ainda não caiu no gosto da maioria dos brasileiros. Por isso mesmo, muita gente acha que é simplesmente “rebater uma bolinha” que é “arremessada por um colega de time”. 

ANÚNCIO

No entanto, o esporte vai muito além disso. Inclusive, há regras que precisam ser seguidas. E a ideia desse material é justamente trazer esse conteúdo informativo e explicativo para você, que é iniciante no beisebol ou não sabe como ele funciona, de uma forma geral. 

Conheça todas as regras do Beisebol
Foto: (reprodução/internet)

A duração do jogo

Quando você ouvir falar em innings (entradas), saiba que tem a ver com a definição de um número de eliminações, que é 27. Ou seja, esse é o tempo que a partida vai demorar para acabar. Portanto, não tem tempo em minutos ou horas e sim em eliminações, ok?

Conheça todas as regras do Beisebol
Foto: (reprodução/internet)

O que quer dizer que uma partida pode demorar entre 1h30 até mais de 6 horas. O que é importante saber, além disso, é que as equipes se revezam entre ataques e defesas. Assim, após um turno, as equipes trocam de posição. E a cada dois turnos temos uma entrada. 

ANÚNCIO

Sendo que o jogo vai terminar com nove entradas. Só que após isso, se houver empates no número de entradas, então, há entradas extras, que vai exigir que alguma equipe saia com a vitória. No próximo tópico vamos explicar mais sobre essas entradas. 

As entradas no Beisebal

O primeiro turno de uma entrada recebe o nome de “parte alta”. Ele é caracterizado pelo time de casa, que começa arremessando. Obviamente, o time visitante vai começar rebatendo. Já o segundo turno, a “parte baixa”, é invertido entre as posições das equipes.

Conheça todas as regras do Beisebol
Foto: (reprodução/internet)

Pode não parecer no começo, mas saiba que essa ordem acontece porque dá a vantagem para o time da casa sempre atacar por último na 9ª entrada. Assim, eles podem vencer o jogo na ultimada jogada, o que recebe o nome de walk-off

ANÚNCIO

Até aqui, só vimos sobre a duração do jogo e as entradas, que são divididas em dois turnos. Então, continue lendo para entender também sobre como acontecem as eliminações. Aliás, o time que ataca tem apenas 1 jogador por vez para rebater a bola e o da defesa possui 9 deles.

As posições no campo

Vamos falar brevemente sobre as posições dos jogadores no beisebol. O Pitcher é o arremessador, que faz arremessos buscando a eliminação adversária. O Catcher é o receptor, que pega as bolas arremessadas. 

Conheça todas as regras do Beisebol
Foto: (reprodução/internet)

Depois tem o 1ª base (first baseman) que defende o lado direito. Tem ainda o 2ª base (second baseman), que fica no centro-direito. Tem o shortshop, que atua no centro-esquerdo e elimnia na 2ª base, assim como o second baseman. O 3ª base (third baseman) fica do lado esquerdo. 

E tem mais defesas: o Right Fielder fica do lado direito, o Center Fielder no centro e o Letf Fielder do lado esquerdo. Tanto o Right como o Center e o Left só podem defender as suas áreas. Diferente dos outros, que também fazem eliminações. 

O movimento

O movimento do arremesso é bem simples de ser entendido. Isso porque o arremessador é visto como figura mais importante na defesa. A função dele é jogar a bola para o catcher, que vai fazer a recepção da bola. 

Conheça todas as regras do Beisebol
Foto: (reprodução/internet)

Assim sendo, o que o arremesso deve conseguir é atingir a chamada “zona de strike”. Essa área é imaginária e é determinada em umpire principal, sendo vigiada por um árbritro que fica atrás do catcher. A região ideal fica entre os ombros e os joelhos do rebatedor. 

Então, a partir do arremesso podem acontecer 3 coisas diferentes: o strike, o ball e a bola em jogo. E nós vamos explicar cada uma delas abaixo, entenda. 

O strike

A primeira situação é o strike. O called strike é quando a bola vai para a zona de strike e o rebatedor não tenta a rebatida. O swinging strike tem o arremesso fora da zona e o rebatedor não acerta a bola. E o foul é quando o rebatedor manda a bola para fora do campo.

Conheça todas as regras do Beisebol
Foto: (reprodução/internet)

Já o ball acontece quando o arremesso não atinge a zona de strike e o rebatedor não tenta a rebatida. Então, a cada 4 balls contra o mesmo adversário, o arremessador cede um walk, que é a passagem automática do rebatedor para a 1ª base. 

E a bola em jogo é se o jogador de ataque conseguir rebater a bola para a parte de dentro do campo. A partir disso, ele pode chegar em base, anotar as corridas ou ser eliminado. 

As eliminações

Agora vamos falar da defesa. Se o seu time está na defesa, ele deve eliminar três adversários para mudar os turnos e as entradas. Então, essas eliminações podem acontecer de 5 formas diferentes, sendo o strikeout, flyout, grondout, forceout e tag out. 

Conheça todas as regras do Beisebol
Foto: (reprodução/internet)

O strikeout é quando o pitcher consegue três strikes contra um mesmo rebatedor. Assim, o jogador é eliminado. E o 3º strike não pode ser um foul ball. O flyout: após a rebatida, o jogador defesa pega a bola sem que toque no chão. Assim, o rebatedor também é eliminado.

O groundout é quando após a bola ser rebatida, o jogador de defesa pega a bola só que depois que ela toca no chão e lança até a 1ª base, onde tenha outro defensor que agarre a bola. Nessa situação, o rebatedor também é eliminado – se não tiver tocado na 1ª base. 

O forceout e tag out

No forceout acontece a mesma lógica do groundout. Porém, somente na 2ª, 3ª e 4ª base. Para que a eliminação aconteça é preciso que as bases anteriores estejam ocupadas. Por exemplo, para ir para a 2ª base é preciso que a 1ª base esteja ocupada. E assim por diante. 

Conheça todas as regras do Beisebol
Foto: (reprodução/internet)

Já o tag out acontece quando um jogador da defesa encosta a bola num corredor, que não esteja em contato com a base, então, ele é automaticamente eliminado. 

E sabia que dá para fazer um double play, que é eliminar dois jogadores de ataque em uma única jogada? Para isso, porém, é preciso combinar as eliminações, como um forceout e um grondout, por exemplo. 

As rebatidas

Já durante um turno de ataque, os jogadores do time se tornam rebatedores. Assim, o objetivo é o de fazer rebatidas, que pode ser a swing normal (movimento completo) e o bung (é o bloqueio da bola). Para que ambas valham, é preciso rebater para dentro do campo. 

Conheça todas as regras do Beisebol
Foto: (reprodução/internet)

Aqui está o grande diferencial para entender a correria que acontece em algumas rebatidas: quando há o contato entre o taco e a bola, o rebatedor se torna um corredor. Então, o objetivo passa a ser ir até a primeira base sem ser eliminado. 

Quando esse corredor chega em uma base, o outro jogador que está lá pode avançar também. Assim, quando vai até a 1ª base é uma rebatida simples. Se vai até a 2ª base é dupla. Até a 3ª base é tripla. E dá para ir até a 4ª base, no inside the park home run, o que é bem raro.

As pontuações

Quando chega em uma base, o rebatedor está a salvo. Ao todo, são 4 bases, sendo que quando chega até a 4ª base, o time consegue uma corrida. E as corridas são como os pontos, sendo que o time que mais tiver corridas depois das nove entradas vence a partida. 

Conheça todas as regras do Beisebol
Foto: (reprodução/internet)

Curiosamente, também dá para roubar bases. O que é isso? Quando o corredor tenta roubar a próxima base enquanto o companheiro de time enfrenta o arremessador adversário. Para isso, enquanto o pitcher faz o movimento, o “ladrão” tem que correr até a base seguinte. 

Mas, se a defesa perceber isso, ela pode tocar o corredor com a bola antes que ele chegue à base. Portanto, é preciso cuidado nessa manobra arriscada. Tudo vai depender do lançamento. 

O placar

A última parte das regras tem a ver com o placar. Nesse caso, considere que nele vem anotado o nome das equipes. Com as iniciais, obviamente. Então, após isso vem os números de 1 a 9 que indicam as entradas e embaixo anota-se o número de corridas. 

Conheça todas as regras do Beisebol
Foto: (reprodução/internet)

No fim do placar tem a letra R, que indica o número total de corridas anotadas pelo time no jogo todo. E depois vem a letra H, que é o número total de rebatidas de cada time. A última letra é a E, que indica o número total de erros cometidos pelos times. 

Ainda com dúvidas?

Nem sempre é fácil colocar em palavras todas as explicações que ditam as regras dos jogos. Por isso, uma boa ideia é assistir aos jogos e aos poucos ir entendendo melhor o que acontece ali. Hoje em dia, dá para fazer isso por dois canais da TV por assinatura: ESPN e Fox Sports

Ambos possuem o direito de transmissão da MLB, que é a Major League Baseball, que indica o mais alto nível de beisebol profissional dos Estados Unidos. Outra boa ideia é baixar no celular algum aplicativo com esse jogo, que pode ensinar na prática, como tudo funciona.