Patinação Artística – Conheça os fundamentos básicos

A patinação artística é um dos esportes mais interessantes do mundo porque consegue unir técnica e beleza ao mesmo tempo. Quem vê uma apresentação sente o coração acelerar ao mesmo tempo em que se emociona. Mas você conhece os fundamentos?

ANÚNCIO

A ideia do artigo é mostrar um pouco sobre o que os praticantes precisam e podem fazer para quem uma apresentação de patinação artística seja completa, bela e emocionante. Também vamos contar um pouco da história do esporte, então, leia atentamente. 

Patinação Artística - Conheça os fundamentos básicos
Foto: (reprodução/internet)

A patinação artística no gelo

O começo da patinação artística foi no gelo e vem da Europa. Isso porque a atividade de patinar era usada para se deslocar entre lagos e canais congelados no inverno. Por isso, foram criados os primeiros patins, que eram feitos de ossos de animais, especialmente na Rússia.

Patinação Artística - Conheça os fundamentos básicos
Foto: (reprodução/internet)

Mais tarde, os holandeses aprimoraram a técnica e fizeram os primeiros patins com lâminas de metal acopladas aos calçados. Em um momento, patinadores começaram a desenhar no gelo a partir dos seus novos sapatos e daí partiram os desafios e nasceu o esporte. 

ANÚNCIO

O principal nome que se tem conhecimento é o de Jackson Haines, que é um bailarino americano que incorporou a dança na patinação. Ele inventou, por exemplo, o sit spin e ajudou na criação de uma lâmina mais curta e curva, ideal para o esporte. 

A patinação artística sobre rodas

Como é de se imaginar, a patinação artística sobre rodas é uma variação da patinação artística no gelo. O que muda é o campo de jogo, isto é, o lugar onde as manobras e as apresentações são feitas. Nesse caso, não é no gelo e sim em uma pista lisa. 

Patinação Artística - Conheça os fundamentos básicos
Foto: (reprodução/internet)

A expansão desse novo formato ganhou força na Europa a partir de 1876 quando foram inaugurados alguns centros de patinação na França. Para quem gosta de história, considere a Belle Époque, que foi o período de mais ascensão desse esporte, praticado até em parques.

ANÚNCIO

No entanto, com a Guerra Mundial que surgia, o esporte começou a perder força. Mais tarde, em 1947, ele foi reativado com o primeiro Campeonato Mundial de Patinação Artística, que foi criado pela FIRS, a Federação Internacional de Roller Skating.

As modalidades da patinação artística

Antes de falar sobre os fundamentos da patinação artística, a gente pode lembrar aqui das principais modalidades desse esporte. A mais comum é sobre a patinação individual, tem a patinação em duplas, a dança, a patinação sincronizada, os quartetos, teatros e mais.

Patinação Artística - Conheça os fundamentos básicos
Foto: (reprodução/internet)

Vale lembrar, no entanto, que as individuais (masculinas e femininas), as em duplas e a dança no gelo fazem parte dos Jogos Olímpicos. Fora isso, as outras podem ser importantes para outros eventos internacionais, como as Copas do Mundo, por exemplo. 

E ainda que não entre como modalidade da patinação artística, vale mencionar que o hóquei sobre gelo tem fundamentos bem parecidos, ao menos que diz respeito a se manter sobre as rodas, viu. Nesse caso, é um esporte coletivo e que é comum em, pelo menos, 30 países. 

Os fundamentos da patinação artística

A gente vai mencionar abaixo um pouco mais de cada um dos fundamentos que são exigidos em competições que envolvem a patinação. Mas, vale mencionar que hoje em dia existem várias modalidades desse esporte, seja nas quadras lisas ou no gelo.

Patinação Artística - Conheça os fundamentos básicos
Foto: (reprodução/internet)

Portanto, esse texto é breve e geral, não servindo para especificar cada uma das provas que acontecem em várias competições de nível mundial, como nas Olimpíadas. Ainda assim, é uma forma de aprender mais sobre esse esporte tão maravilhoso que é a patinação artística. 

Footwork

A expressão indica algo como trabalho de pés. E isso quer dizer que temos uma sequência de movimentos em que os patinadores devem fazer com os patins enquanto estão se apresentando. As sequências são variáveis conforme as modalidades.

Patinação Artística - Conheça os fundamentos básicos
Foto: (reprodução/internet)

Mas, para ter uma ideia, ela pode ser feita em linha reta, em círculos em até mesmo em serpentina, que é quando desenha uma letra S no solo gelado. Os movimentos envolvem a troca de pés, as voltas com os dois pés ou com um pé só.

Saltos

Além dos movimentos com os pés, os patinadores também podem realizar saltos em suas apresentações. Isso quer dizer que eles podem ser arriscar em manobras que não podem dar errado. Afinal, um salto errado pode custar muito caro até mesmo com machucados.

Patinação Artística - Conheça os fundamentos básicos
Foto: (reprodução/internet)

Os saltos na patinação artística valem muitos pontos, apesar de serem sempre executados. Mas, o nível de dificuldade impressiona. Os movimentos são os preferidos dos públicos. Basicamente, a pessoa se desloca horizontalmente deixando o solo e fazendo giros.

Os saltos também são divididos. Tem o Axel, por exemplo, que é o salto simples, que tem rotação de uma volta e meia. Depois, vem o Double Mapes, que é quando o atleta vem de costas e dá duas voltas no ar. E tem o Double Salchow, quando a perna fica em volta da outra.

Spins

Você, sem dúvidas, estava aguardando para ver esse tópico. Spins são as famosas piruetas. Ou seja, estamos diante de um dos fundamentos mais icônicos, difíceis e incríveis da patinação artística. O patinador executa isso com o giro do corpo no próprio eixo.

Patinação Artística - Conheça os fundamentos básicos
Foto: (reprodução/internet)

Ele pode fazer isso sobre um ou dois pés. Durante a pirueta, que é um movimento no ar, ele pode desenhar círculos sobre a pista. E conforme muda a posição do corpo nos giros, novos spins são criados. Atualmente, existem 3 delas que são bem legais. Veja só.

Upright é a pirueta esticada ou em pé. Ou seja, é quando o patinador gira em pé. O Sit Spin é quando o patinador senta sobre o pé de apoio deixando apenas a outra perna livre e esticada à frente. E tem o Cammel, que é quando ele forma uma linha horizontal com o corpo.

Levantamentos

Os levantamentos são movimentos da patinação artística também, porém, vale apenas para quando as apresentações são em dupla. Nesse caso, trata-se daquele momento em que o patinador homem levanta a mulher acima da sua cabeça e faz movimentos com os pés.

Patinação Artística - Conheça os fundamentos básicos
Foto: (reprodução/internet)

Também é um tipo de fundamento comum na patinação, apesar de ter um nível de dificuldade bastante alto. É o tipo de apresentação que prova que é preciso muito treinamento para que seja executado de forma perfeita par ao público. 

Corrupios

O nome é um pouco diferente, mas você vai entender o que ele significa. Basicamente, é algo que indica o controle sobre os eixos. Ou seja, é a premissa básica para toda a patinação artística e, por isso, até poderia ser citado lá no começo do texto.

Patinação Artística - Conheça os fundamentos básicos
Foto: (reprodução/internet)

Mas, como já falamos dos fundamentos mais difíceis, agora vale lembrar desses, que são básicos. Eles também são divididos em vários. Tem o externo de frente, o interno de costas e assim por diante. Eles também envolvem as piruetas e os saltos.

É a partir desses movimentos básicos que os atletas podem fazer figuras no solo, especialmente quando está no gelo. Os exercícios são parecidos quando se usa rodas na patinação na pista. O que muda é que as marcas são mais acentuadas conforme o piso. 

Os movimentos proibidos da patinação artística

Como o foco foi falar dos fundamentos da patinação artística, vale mencionar que existem alguns movimentos que são proibidos nesse esporte. Lá em 1998, você deve se lembrar de quando Surya Bonaly executou um mortal para trás, que era proibido, né. 

Patinação Artística - Conheça os fundamentos básicos
Foto: (reprodução/internet)

Assim, há outros movimentos que não podem ser executados, como saltos em direção à dupla, combinações com mais do que 4 saltos, movimentos rotativos quando o companheiro gira o outro no ar segurando pela mão ou perna, além de deitar no gelo ou ficar de joelhos.

Os principais atletas da patinação artística

Hoje em dia, não é muito fácil citar quem é o principal atleta desse esporte porque são várias modalidades, competições e divisões. No entanto, se a gente considerar aspectos históricos de figuras que tornaram o esporte importante e conhecido, nós temos boas referências.

Patinação Artística - Conheça os fundamentos básicos
Foto: (reprodução/internet)

Entre os homens, Ulrich Salchow, da Suécia, foi considerado o primeiro campeão olímpico. Já Nikolai Panin, da Rússia, é o único vencedor das figuras especiais. Entre as mulheres, Sonja Henie, da Noruega, venceu três vezes os jogos. Já Kim Yu-Na foi considerada uma das mais completas patinadoras artísticas do mundo.

Se é para falar de duplas, temos Anna Hubler e Heinrich Burger sendo os primeiros campeões olímpicos. E os canadenses Jamie Salé e David Palletier como medalhistas de ouro de 2002. Entre os maiores medalhistas, temos: Scott Moir, Tessa Virtue, Irina Rodnina, Sonja Henie e Gillis Grafstrom.

Curiosidade: porque patinadoras esticam a meia-calça até os patins

Se você tem essa dúvida, saiba que há vários motivos para isso acontecer. Primeiro, saiba que não é uma meia-calça e sim uma calça legging feita com lycra ultra flexível. E os motivos para esticar até os patins são para proteger de arranhões.

Fora isso, também serve para proteger os atletas caso os cadarços se soltem durante a apresentação, o que representaria um grande risco. E tem ainda o motivo de que dá a impressão de que as pernas parecem mais longas, o que torna os movimentos mais bonitos.