Conheça 11 fatos curiosos sobre a natação

Atualmente, a natação é um dos esportes mais praticados no mundo e dos mais completos. Tanto é que acaba sendo sempre uma ideia para a prática de exercícios, para o lazer e super indicado para crianças também. Porém, há fatos curiosos que pouca gente sabe.

ANÚNCIO

O mais curioso de tudo é que a natação possui tantas curiosidades que foi difícil a gente conseguir listar somente alguns fatos. Mas, fizemos isso com o maior carinho e dedicação para que você se surpreenda em cada tópico abaixo. Aliás, veja quais são eles:

  • 1. A origem do esporte
  • 2. O Dia Mundial da Natação
  • 3. Um exercício físico completo
  • 4. As modalidades da Natação
  • 5. O sino
  • 6. Cupping: uma técnica utilizada por nadadores
  • 7. As toucas
  • 8. Nadar com ou sem pelos?
  • 9. A Natação nas Olimpíadas
  • 10. EUA: hegemonia na natação
  • 11. César Cielo: ícone da natação no Brasil
  • Sobre o Resort Lexis Hibiscus
Conheça 11 fatos curiosos sobre a natação
Foto: (reprodução/internet)

1. A origem do esporte

Muito mais do que uma curiosidade, aqui nós temos um fato histórico. O esporte começou a se popularizar a partir de 1.700, ou seja, é um dos mais antigos do mundo. Isso porque em 1969, M. Thevenal, que era francês, começou a falar de braçadas e nado de peito.

Conheça 11 fatos curiosos sobre a natação
Foto: (reprodução/internet)

Já no ano de 1794, John Trudgen, que era inglês, criou o nado estilo livre. Esse tipo de nado foi melhorado alguns anos depois pelo Richard Cavill, que era australiano. Ou seja, olha só a miscigenação de pessoas para dar os primeiros passos para a natação se tornar popular.

ANÚNCIO

E ainda dá para se lembrar de um competidor húngaro, que em 1948 criou o que nós conhecemos hoje como nado borboleta. 

2. O Dia Mundial da Natação

Foi criado um Dia Mundial da Natação, que é 8 de abril. O principal objetivo é justamente disseminar o esporte, que é considerado um dos mais antigos e mais completos do mundo. Isso porque exige grande esforço de músculos do corpo todo. 

Conheça 11 fatos curiosos sobre a natação
Foto: (reprodução/internet)

Mas uma curiosidade é que o México criou uma nova data para esse dia. É isso mesmo: por lá, o dia 7 de julho é que considerado o Dia da Natação. E isso tem explicação: foi o dia em que aconteceu o único recorde mundial do país na natação, com Guilhermo Echeverria.

ANÚNCIO

Inclusive, esse fato aconteceu no nado livre do ano de 1968. Na Argentina, a data usada é 8 de agosto que foi quando o Alberto Zorrilla ganhou o ouro no nado livre dos Jogos Olímpicos de 1928. E na Venezuela é 12 de fevereiro em homenagem ao medalhista Rafael Vidal.

3. Um exercício físico completo

A curiosidade está no fato de que a natação não é apenas um esporte ou uma diversão e sim um exercício físico dos mais completos. Há alguns estudos que provam isso.

Conheça 11 fatos curiosos sobre a natação
Foto: (reprodução/internet)

Alguns deles dizem que o atleta pode queimar até 650 calorias durante um treino intenso, considerando um tempo de mais de 40 minutos. O resultado é bem superior se a gente considerar outros esportes, como a caminhada e até mesmo a corrida de rua. 

Fora isso, a natação ainda tem vantagens como a melhora da capacidade de raciocínio, o aumento da capacidade respiratória e circulatória, além do desenvolvimento da massa muscular, da ampliação dos movimentos articulares, entre outras.

4. As modalidades da Natação

Acima, nós falamos um pouco sobre as modalidades que existem na natação mundial. No entanto, saiba que as primeiras competições começaram a acontecer no fim da década de 30. Atualmente, as regras são padronizadas pela Fina, Federação Internacional de Natação. 

Conheça 11 fatos curiosos sobre a natação
Foto: (reprodução/internet)

E, apesar de só termos falado de uma ou duas categorias, hoje em dia existem 17 diferentes. Já quando se pensa em modalidades esportivas, como as que podem ser praticadas em Jogos Olímpicos, a gente tem 5 variações na natação e dá para misturar entre eles.

Então, temos o medley, o borboleta, o peito, o costas e o livre. Geralmente, as equipes que competem se revezam entre si em uma distância de 100 metros e considerando 4 atletas. Mas, também dá para considerar 200 metros e por aí vai. 

5. O sino

Em algumas provas mais longas da natação, como a de 1.500 metros livre, os nadadores devem ir e vir diversas vezes na piscina, que tem 50 metros. Assim, o que acontece é que juízes ficam posicionados na borda para tocar um sino e avisar o atleta que faltam 100 metros.

Conheça 11 fatos curiosos sobre a natação
Foto: (reprodução/internet)

Essa é uma forma antiga de fazer os avisos e que sempre foi usada. Mas, durante os jogos do Rio de 2016 uma nova ferramenta passou a ser usada. Assim, um cronograma digital foi colocado embaixo da piscina para que os nadadores pudessem ter a informação.

Logo, além de saber quantos metros falta para o fim da prova, eles também podiam ver suas parciais. Ainda não se tem notícia ou estudo para saber se a tecnologia ajudou na estratégia dos atletas ou se o sino vai voltar a bater nos próximos anos.

6. Cupping: uma técnica utilizada por nadadores

Para quem não sabe, cupping é uma técnica de origem chinesa muito comum hoje em dia em atletas de alto rendimento. No começo, é verdade, o assunto foi estranho para muitos torcedores e amantes da natação, mas hoje é natural. 

Conheça 11 fatos curiosos sobre a natação
Foto: (reprodução/internet)

E a gente explica: a ideia é usar uma espécie de copos que fazem um trabalho de sucção nos músculos. Assim, isso ajuda a aumentar a circulação do sangue naquele local e pode ter o poder natural de acelerar a recuperação do atleta.

Durante a Olimpíada de 2016, atletas medalhistas como Michael Phelps apresentaram as marcas vermelhas arredondadas no corpo, que simbolizam essa técnica. E muita agente achou que ele tinha dormido em cima das medalhas, que bobagem. 

7. As toucas

Mais uma curiosidade interessante sobre a natação tem a ver com as toucas. Isso foi assunto aqui no Brasil durante os Jogos do Rio de 2016. Isso porque alguns torcedores notaram que alguns atletas usam duas toucas na cabeça. Mas, qual seria o motivo?

Conheça 11 fatos curiosos sobre a natação
Foto: (reprodução/internet)

Eles explicam que é para segurar os óculos mais firme. A técnica também tem motivação no fato de que as alças do equipamento podem segurar o cabelo dos nadadores. Inclusive, o próprio Michael Phelps faz isso.

Por outro lado, há ainda alguns nadadores que preferem nadar sem toucas. Esse é o caso de um húngaro chamado Laszlo Cseh. Ele sempre chamou a atenção por nadar sem touca e sempre raspar os cabelos da cabeça antes de entrar na piscina. 

8. Nadar com ou sem pelos?

E como falamos de raspar a cabeça no tópico de cima, considere que a raspagem dos pelos de outras partes do corpo também faz sentido: diminuir o atrito com a água. Por isso, é muito comum saber que atletas nadadores fazem esse procedimento horas antes de entrar na água.

Conheça 11 fatos curiosos sobre a natação
Foto: (reprodução/internet)

Você pode achar isso um grande exagero, mas considere que alguns milésimos de segundo podem fazer toda a diferença dentro da piscina, ainda mais em competições acirradas. Inclusive, com o passar da prática, esse ritual se torna simples, natural, comum. 

É como uma espécie de aquecimento, que não pode ser esquecido por nenhum atleta. 

9. A Natação nas Olimpíadas

Entre as principais curiosidades dos jogos olímpicos, em se tratando de natação, a gente tem o nome do nadador Eric Moussambani, da Guiné Equatorial, como grande surpresa. Isso porque em 2000 ele disputou a prova dos 100 metros livre apenas 6 meses após aprender a nadar. 

Conheça 11 fatos curiosos sobre a natação
Foto: (reprodução/internet)

Outra curiosidade é que a prova de 50 metros livre é considerada uma das mais rápidas. Por isso, para não perder tempo entre a partida e a chegada, a grande maioria dos atletas evitam respirar durante esse tempo. 

Um último fato curioso é que para uma competição oficial, a piscina tem que ter 25 metros de largura por 50 de comprimento e um distanciamento de 2,5 metros entre as raias. Já a profundidade deve ter 2 metros e a temperatura ficar entre 25º e 28º.

10. EUA: hegemonia na natação

Quando o assunto da natação vai para os termos olímpicos, aí a gente tem Estados Unidos como o principal país. Isso porque ele levou 1/3 de todas as medalhas atribuídas até aqui dentro do esporte. Ou seja, foram 520 medalhas durante os jogos

Conheça 11 fatos curiosos sobre a natação
Foto: (reprodução/internet)

Na sequência vem a Austrália. Por curiosidade, Mark Spitz é considerado o nome mais conhecido dentro da natação de alto desempenho nos Estados Unidos, com 7 medalhas de ouro somente nas Olimpíadas de 1972, que foi em Munique. 

Aliás, esse número era atual até 2008, quando o outro norte-americano, Michael Phelps, venceu 8 vezes. Ou seja, venceu todas as provas que disputou e ficou com 8 ouros. Até hoje, ele é o maior recordista mundial, com 18 medalhas de ouro.

11. César Cielo: ícone da natação no Brasil

Nos Jogos Olímpicos, o nadador brasileiro César Cielo é um dos nomes mais importantes. Isso porque ele conseguiu um novo recorde na prova de 50 metros livre, no ano de 2008 também. No Rio, em 2016, ele venceu 5 ouros e 1 prata.

Conheça 11 fatos curiosos sobre a natação
Foto: (reprodução/internet)

Ainda assim, Phelps leva a vantagem por ter 8 recordes em 16 provas. Por isso, até hoje o nadador norte-americano é considerado o campeão dos campeões. 

Sobre o Resort Lexis Hibiscus

Você vai achar estranho, no fim de uma matéria que fala sobre natação, a gente citar um resort, certo? Mas você já vai entender o motivo. Considere que esse é o lugar do mundo que mais tem piscinas: 643 espalhadas por todo ambiente. É isso mesmo!

Conheça 11 fatos curiosos sobre a natação
Foto: (reprodução/internet)

Inclusive, o Lexis entrou para o Guiness Book por conta disso. Se você quiser passar por lá, saiba que ele fica em Port Dickinson, na Malásia. Ou seja, para quem gosta de nadar, talvez, esse seja o paraíso na Terra. 

ANÚNCIO