Boulder – Descubra esse novo esporte radical super perigoso

Já ouviu falar no esporte boulder? É uma modalidade considerada radical e que tem sido bastante procurada nos últimos anos. Pode ser interessante para os aventureiros de plantão que gostam de altura. Como pode imaginar, é um esporte perigoso e que precisa ser praticado sob orientação de profissionais. 

ANÚNCIO

O boulder é associado ao esporte de escalada. De fato é, no entanto existem algumas diferenças que quem deseja praticar precisa saber. O termo se tornou popular há pouco tempo, mas é uma modalidade que já vem sendo exercida há anos. Ficou curioso para saber mais curiosidades? Continue lendo esse post.

Boulder - Descubra esse novo esporte radical super perigoso
Fonte: (Reprodução/Internet)

Olha só o que vai ler no artigo:

  • O que é o boulder e como funciona;
  • Quais são os equipamentos de segurança;
  • Por que é interessante praticar o esporte.

Como funciona o boulder

O boulder é uma palavra em inglês que quer dizer  “pedregulho”, em português. O significado tem tudo a ver com o esporte na prática, pois se trata de escalar pedras ou paredes feitas para simular essas pedras, sem usar cordas e equipamentos de escalada. Além de ser uma modalidade solitária. 

ANÚNCIO
Boulder - Descubra esse novo esporte radical super perigoso
Fonte: (Reprodução/Internet)

Como foi mencionado no início do artigo, é uma modalidade antiga que surgiu nos anos 50. A partir de então, se espalhou para o mundo inteiro. O responsável por revolucionar o boulder foi o norte-americano John Gill, tanto que é tido como o pai do boulder até hoje. Em 1970, podemos dizer que o boulder se tornou independente da escalada esportiva. 

Sim, você vai descobrir o porquê virou uma modalidade diferente. Já nos anos 2000, o esporte teve uma ascensão significativa, marcando uma fase em que o público passou a buscar esportes praticados em ambientes internos (indoor). Afinal, o boulder tem a possibilidade de ser praticado em paredes artificiais, não necessariamente ao ar livre e no meio das pedras.

Escalada e boulder é a mesma coisa?

Então, em um determinado momento essas modalidades se separaram. O boulder pode ser feito por qualquer pessoa, claro se for na parede artificial. Da mesma forma, não precisa conhecer técnicas de segurança. Os únicos recursos que vai precisar são tênis esportivo e magnésio nas mãos. 

ANÚNCIO

Sem contar que o uso de roupas especiais também é dispensado. Por outro lado, para praticar o boulder em pedras reais, é necessário ter o acompanhamento de um profissional. Em relação à escalada clássica, os atletas precisam de uma estrutura maior. É necessário ter um parceiro de escalada, cordas para fazer a amarração e instrução de segurança. 

Ainda, é indispensável ter tênis próprio para escalada, cordas, arnês de escalada e outros dispositivos de segurança. As instruções de segurança são importantes na escalada convencional porque o atleta precisa aprender a manusear os itens de segurança, administrar a corda, lidar com o risco e tomar medidas quando acontecer qualquer acidente.

Quais são os equipamentos 

Falamos de forma breve sobre os equipamentos usados no boulder, os quais parecem ser relativamente simples. O que mais pode intrigar o público é que no boulder feito em pedras e rochas, o atleta também não utiliza equipamentos de segurança, como na escalada clássica. Tudo o que recomendam é um tênis com boa aderência e confortável. 

Boulder - Descubra esse novo esporte radical super perigoso
Fonte: (Reprodução/Internet)

Por que o tênis é o único recurso essencial? O boulder é um esporte que exige muita força dos pés, de modo que os dedos dos pés precisam se curvar para auxiliar o atleta a fazer o apoio nos pés. Os demais equipamentos são flexíveis, mas como na imagem acima há quem opte por praticar o boulder raiz, sem nada em mãos. 

No boulder feito em academias, nas paredes artificiais, é recomendado utilizar sapatilhas de escalada. São próprias para o esporte, já que podem escorregar entre uma pedra artificial e outra. Conta com uma pontinha de borracha e tem formato pontiagudo. Veja os demais recursos: 

  • CrashPad: É um colchão portátil para evitar que o atleta se machuque caso venha a cair;
  • Magnésio: É o mesmo pó utilizado pelos ginastas para evitar que as mãos escorreguem. Serve para retirar a umidade causada pela transpiração;
  • Escovinha: No decorrer da escalada, pode acumular muito magnésio entre os dedos, passando a atrapalhar a aderência das mãos. Então, a escova remove esse excesso. 

Motivos para começar a praticar o esporte

Se até agora não conseguiu achar o boulder interessante, separamos alguns motivos que podem despertar o seu interesse. Diferente da musculação em academia, o boulder não utiliza o levantamento de peso com objetos. Afinal, é o peso do corpo que é trabalhado, além do raciocínio, pois o próximo passo precisa ser avaliado. 

Esse esporte radical trabalha a força dos braços, das pernas, das mãos, dos pés e até mesmo dos dedos. Não basta ter força física, também precisa ser bom em estratégia para não dar um passo infalso e escolher a pior rota. O boulder exige flexibilidade corporal, se o atleta não tiver pode ser desenvolvido durante as aulas. 

Em academias próprias para boulder, os instrutores inserem técnicas de ioga para relaxar o corpo e aumentar a flexibilidade. Além dos benefícios para corpo e mente, é possível fazer novas amizades nos encontros de boulder. Por se tratar de um esporte que está se popularizando é comum ter encontro entre os praticantes. 

Desenvolvimento dos músculos e pouco equipamento

Os profissionais afirmam que o resultado da prática do boulder é sentido em pouco tempo. Em poucas semanas, é possível notar que os músculos estão mais fortes. Se quiser incrementar o treino, pode inserir abdominais. A cada escalada, em academias ou ao ar livre, os músculos são fortalecidos. É puro esforço físico e mental, já que exige concentração.

Boulder - Descubra esse novo esporte radical super perigoso
Fonte: (Reprodução/Internet)

O fato de não exigir equipamentos é considerada uma das principais vantagens do esporte, as roupas só precisam ser confortáveis, podendo apostar em collants ou calças desportivas. Ah, não se esqueça de escolher o tênis com cuidado. Caso prefira, pode usar moletom de aquecimento ou jaqueta de lã. Vai depender do local que for praticar o boulder.

Ainda, busque por profissionais que saibam montar rotas. Assim, o atleta terá percursos novos e cada vez mais desafiadores. Já saiba que o esporte radical vai se tornando mais interessante conforme as rotas forem mudando. Se tiver medo de ir para as rochas e pedras, comecem em academias de boulder. 

Como a escalada é praticada nos Jogos Olímpicos 

A primeira vez que a escalada esteve presente nos Jogos Olímpicos foi na edição em Tóquio, de 2021. Os atletas participaram de um triatlo de escalada, rápida, chumbo e boulder. Na escalada rápida vence quem chegar primeiro no topo. É definitivamente uma corrida nas pedras. As corridas costumam acabar em 10 segundos. 

Na escalada com chumbo, o atleta tem 6 minutos para escalar o mais alto que puder dentro da rota estabelecida. Nessa modalidade, os escaladores ficam amarrados em cordas. Antes de colocar os pés na parede, o competidor também tem 6 minutos para decidir qual rota vai percorrer. 

Por fim, vem o boulder em que os escaladores não contam com qualquer corda. Lembrando que essa modalidade vem no formato do boulder em academias. Os atletas não vão para as rochas e pedras de verdade. Nesse caso, vence o competidor que terminar a maior quantidade de rotas em pouco tempo.

Filmes sobre escalada

Se está procurando coragem para ser um escalador profissional, recomendamos filmes sobre escalada. É interessante até para conhecer as técnicas e ter um primeiro contato com o esporte. A primeira recomendação é o “Valley Uprising”, que conta a história da escalada histórica no Parque Nacional de Yosemite, que acontece na Califórnia. É um documentário. 

Boulder - Descubra esse novo esporte radical super perigoso
Fonte: (Reprodução/Internet)

A segunda opção é o documentário “Cerro Torre: A Snowball’s Chance in Hell Trailer”. Mostra a experiência de David Lama, um dos alpinistas mais famosos do mundo, ao ver o Cerro Torre pela primeira vez. O Cerro Torre é conhecido entre os escaladores por possuir uma torre de 3.128 metros.  

“Roraima – Climbers of the Lost World” também é uma opção interessante. O filme mostra a expedição de um trio de escaladores no Monte Roraima. O lugar fica no pico da América do Sul, com paredes íngremes, situadas em uma floresta que encontra territórios brasileiros, venezuelanos e guineenses.

Sete Anos do Tibet 

Caso queira assistir um clássico, pode optar pelo filme “Sete Anos do Tibet”, protagonizado pelo astro Brad Pitt. Conta a história do famoso escalador austríaco, Heinrich Harrer, que tinha a ambição de escalar um dos 10 picos mais altos do mundo, o Nanga Parbat. O enredo não é só sobre escalada, tem um contexto histórico por trás. 

Por que a modalidade tem se tornado popular 

O fato de parecer um esporte relativamente barato de ser praticado, tem chamado a atenção do público. Sem contar que não precisa de tanto cuidado quanto à escalada clássica. Porém, já vamos dizendo que ter um especialista para instruir no esporte faz toda a diferença. O perigo pode ser equivalente, se praticado em rochas. 

Nesses casos a experiência do atleta conta bastante. Já imaginou uma pedra se soltar durante a escalada? Por isso, se quer treinar antes de fazer a prática em ambiente externo, procure uma academia.