Descubra porque você deve acompanhar o eSports

Os games se tornaram a paixão de muitos jovens e adultos. Com o avanço da tecnologia, os videogames ganharam mais versões interativas e competitivas. Atualmente, jovens entre 13 e 18 anos têm ganhado alguns milhares de reais com as competições organizadas por diversos gamers. 

Uma das maiores competições nessa área é o eSports. Um dos últimos vencedores a conquistar cerca de R$11,3 bilhões, uma das estrelas mundiais do Fortnite, foi o jogador Tyler Blevins, também conhecido por Ninja. Sim, pode parecer inacreditável, mas saiba que é real e pode sim valer a pena. 

esports
Foto: (reprodução/internet)

Para os amantes de videogames, o eSports não é nenhum mistério, mas se você ainda não conhece essa modalidade de competição profissional, continue nesse artigo e descubra muito mais sobre esse esporte. 

O que exatamente é o eSports?

Conhecido como esportes eletrônicos ou eSports, é uma modalidade que surgiu a pouquíssimos anos. Para ser mais preciso, a primeira notícia de uma competição na história foi em 19 de outubro de 1972, para os estudantes da Universidade de Stanford, com o jogo Spacewar. A premiação foi um ano de assinatura da revista Rolling Stone. 

Atualmente, o esporte domina o mercado de games e como consequência atrai jovens e adultos de todo o planeta. Geralmente os gêneros mais comuns associados a esses esportes eletrônicos são os de RTS, lutaFPS e MOBA. Existem outros eventos que transmitem ao vivo as competições e prêmios em dinheiro para os vencedores. 

ANÚNCIO

Nível de gamers cada vez mais avançado

O eSports, que antes contava apenas com competidores amadores, atualmente está proliferando o número de profissionais que participam. Com isso, as audiências cresceram demasiadamente, logo cada vez mais equipes e jogadores têm sido incentivados e novos recursos são implementados nos jogos. 

Só o mercado global de eSports rendeu mais de 325 milhões de dólares em 2015, tornando-se lucrativo para o meio. Porém, ainda há muito preconceito entre classificar os jogos eletrônicos como esportes. Apesar do crescimento e os prêmios se tornarem significativos, alguns não o consideram como verdadeiro esporte.

Cobertura do eSports na mídia

O eSports se tornou tão conhecido e marcante graças à internet. Infelizmente, ainda não há muitos incentivos e apoios da mídia televisiva, são poucos os canais que dão atenção a esse gênero. No Brasil, por exemplo, alguns dos canais que transmitem esses eventos de eSports são BandSports, ESPN Brasil e SporTV. Todos são canais por assinatura. 

Se você ainda não se convenceu sobre o porquê de acompanhar o eSports, confira agora alguns motivos para ficar por dentro de tudo o que rola nesse universo. 

Líder no ranking feminino

Sasha Hostyn (Scarlett) é uma das principais atletas femininas no ranking. Ela tem apenas 26 anos e compete na plataforma do Starcraft 2. Foi a primeira mulher a ganhar o torneio, vencendo um coreano. No total, recebeu mais de US$ 170.000,00 e ocupa a 10ª posição no Canadá e 311º no mundo.

Premiações

A premiação em dinheiro nos eSports cresce a cada ano, e querendo ou não está entre as maiores premiações dos esportes. Desde 2015, teve um aumento proporcional de 70% ao ano. 

Canal exclusivo para transmissão

Já está em negociação a possibilidade de um canal de televisão exlusivo. O Electronic Sports League (ESL) negocia uma programação de 24h sobre jogos e campeonatos de games.

O intuito é focar nos eventos internacionais da ESL, que trabalham na organização de grandes campeonatos de Dota 2, Counter-Strike: Global Offensive e Mortal Kombat X, ao redor do mundo. 

Campeão de apenas 10 anos

O norte-americano Julien Wiltshare, de apenas 10 anos, foi o campeão mais jovem de Minecraft. O torneio foi realizado pela Super League Gaming, em dezembro de 2015. Foram, no total, seis mil oponentes desbancados pelo garoto, que acabou ganhando um prêmio de R$ 20 mil em uma bolsa de estudo.

ANÚNCIO