As 10 jogadoras de futebol feminino mais bem pagas do mundo

Você sabe quais são as jogadoras de futebol que mais ganham dinheiro em seus clubes? Possivelmente, você pode estar pensando na Marta, que foi eleita 6 vezes como a melhor jogadora do mundo. Ou a Megan Rapinoe, uma norte-americana de destaque. 

ANÚNCIO

No entanto, é melhor você ler a notícia abaixo para entender que na realidade a história não é bem assim. Você vai se surpreender ao notar que há outros nomes nessa lista que são bem interessantes, como da zagueira Wendy Renard e da centroavante Sam Kerr. 

As 10 jogadoras de futebol feminino mais bem pagas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Os 10 maiores salários das jogadoras de futebol em 2020

É importante a gente destacar uma coisa aqui para que você não fique com dúvidas. A gente vai listar aqui as jogadoras de futebol feminino que são mais bem pagas em termos de salários que recebem dos seus clubes, está bem? Ou seja, não estamos contabilizando patrocínios. 

As 10 jogadoras de futebol feminino mais bem pagas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Isso porque a conversa muda de rumo quando a gente fala sobre a publicidade que é feita e os valores que são pagos. Só para você entender uma coisa: Alex Morgan tem um salário de US$ 400 mil anual. Mas, ela tem uma soma de US$ 4,6 milhões no ano devido aos patrocínios.

ANÚNCIO

Assim sendo, a gente está considerando somente o salário. E, sendo assim, o texto fica até mesmo mais dinâmico porque há uma grande variação de atletas na lista, sendo norte-americanas, brasileiras, australianas, francesas, inglesas e holandesas, veja tudo!

10 – Lucy Bronze (Inglaterra)

A gente vai começar com uma posição que chama muito a atenção: lateral-direita. É isso mesmo: estamos falando de uma atleta inglesa que joga dos lados do campo e na defensiva. O que é raro de acontecer quando se fala em jogadoras mais bem pagas, certo?

Assim, Lucy Bronze defende atualmente o Lyon, da França, que é considerado o clube feminino mais rico e mais poderoso do mundo. Ela fatura 200 mil euros por ano. Ainda que seja uma boa quantia, pode perceber que é bem abaixo do salários dos jogadores de futebol.

ANÚNCIO

9 – Vivianne Miedema (Holanda)

Agora, outra surpresa, mas dessa vez por se tratar de uma holandesa. Não que a Holanda não seja um país forte no futebol. No entanto, é raro encontrar atletas desse país como sendo os que mais ganham dinheiro no esporte. 

No caso do feminino, Vivianne Miedema faz essa representação. Ela foi uma das craques da Copa do Mundo de 2019, sendo que é uma atacante de respeito e que marca muitos gols em toda a Europa. É o principal nome do Arsenal, da Inglaterra. O salário anual é próximo de 250 mil euros. 

8 – Marta (Brasil)

Aqui já não se tem tanta surpresa assim, certo? Aliás, até mesmo, já que a Marta está somente na 8ª posição entre os maiores salários pagos do mundo. Afinal, ela foi considerada por 6 vezes como a melhor jogadora de futebol do mundo. Então, esperava-se que estivesse entre o top 5. 

Só que com salário bruto anual de 340 mil euros, que é pago pelo Orlando Pride, dos Estados Unidos, a Marta fica na 8ª posição. Marta é uma das maiores representantes na luta de igualdade salarial dentro do futebol.

7 – Wendy Renard (França)

A francesa Wendy Renard, zagueira do Lyon, é mais um nome forte na lista de melhores jogadoras do mundo e das que recebe os maiores salários também. Isso porque ela fatura perto dos 350 mil euros anualmente. 

Assim, é considerada a defensora mais bem paga do mundo no futebol feminino. Além disso, também é considerada a melhor zagueira do mundo nessa modalidade. De fato, a atleta joga muito, não é mesmo?

6 – Amandine Henry (França)

Mais uma francesa na lista é a Henry. Ela é volante e atua tanto na defesa como no meio-campo. Capitão da Seleção, craque e considerada uma jogadora muito inteligente, Amandine tem o 6º maior salário entre as mulheres do futebol. 

As 10 jogadoras de futebol feminino mais bem pagas do mundo
Fonte: (Reprodução/Internet)

Ela recebe 360 mil euros por ano pagos pelo Lyon, do seu país. Inclusive, ela atua no mesmo clube desde 2009, quando começo a carreira profissional. Atualmente, com 31 anos, é uma referência no futebol francês.

5 – Carli Lloyd (Estados Unidos)

Agora, a gente começa uma avalanche de nomes norte-americanos. Carli é o primeiro deles. Ela é um dos principais nomes da Seleção dos Estados Unidos da nova geração, sendo que é uma das responsáveis pela hegemonia do seu país como campeão de várias competições. 

A atacante fatura perto dos 400 mil euros por ano, sendo que o salário vem de um clube norte-americano, chamado Atlanta Beat. Aos 39 anos, a atleta anunciou sua aposentadoria, carregando o título de jogadora que mais defendeu a Seleção dos EUA.

4 – Ada Hegerberg (Noruega)

A norueguesa Ada Hegerberg vem para se intercalar entre as norte-americanas. E o que mais impressiona é que ela é muito famosa no seu clube, ainda que a sua Seleção não tenha tanta história no futebol feminino mundial. 

A centroavante já foi eleita a melhor do mundo, mesmo sendo uma das mais jovens jogadoras da atualidade com tamanha fama. Ela atua pelo Lyon, sendo a atual camisa 9 e tem um salário nada modesto de 400 mil euros anuais. 

3 – Megan Rapinoe (Estados Unidos)

Entrando no top 3 das jogadoras de futebol com maiores salários, a gente tem a Rapinoe. Inclusive, a gente vai falar um pouco mais dela abaixo também. Para esse momento, saiba que ela foi chuteira e bola de ouro na Copa de 2019.

Também é considerada a melhor jogadora do mundo e é uma meia-atacante que pensa muito o jogo. Ainda que não seja a mais bem paga do futebol, ela é considerada como a marca registrada do futebol feminino na atualidade, ainda que a Marta seja mais histórica. O salário da Rapinoe atualmente é de 402 mil euros por ano

2 – Alex Morgan (Estados Unidos)

Outra norte-americana, que muita gente achou que seria a com o maior salário do mundo é a Morgan. No entanto, ela recebe praticamente 70 mil euros a menos por ano do que a jogadora que virá abaixo. Aliás, ela recebe muito patrocínio. 

Em termos de salário, ele é de 408 mil euros por ano. Considerada a chuteira de prata da Copa de 2019, ela joga ao lado da Marta, no Orlando Pride, dos Estados Unidos. Com 31 anos, ela é canhota e uma das jogadoras mais experientes do futebol.

Isso porque passou por clubes como West Coast FC, California Storm, Pali Blues, Western New York Flash, Seattle Sounders, Portland Thorns, Lyon, Totteham. Na Seleção Norte-Americana está desde 2008, quando jogou pelo sub-20.

1 – Sam kerr (Austrália)

É isso mesmo que você está lendo. Uma australiana é considerada a jogadora mais bem paga do mundo em termos de salários dentro do futebol feminino. Com certeza, é uma informação surpreendente, certo? Mas considere que ainda que não tenha um nome conhecido, ela tem um bom salário. 

Isso porque ela recebe mais do que o dobro da 10ª colocada que citamos aqui nesse texto. Assim, o seu salário é de 480 mil euros anuais, valor que é pago pelo Chelsea. A centroavante faz muitos gols por onde passa e a contratação do Chelsea é recente, de 2019.

Uma das passagens mais impressionantes dela foi pelo Chicago Red Stars, quando entre 2018 e 2019 marcou 35 gols em 43 jogos. Já no Glória de Perth, onde ficou por 5 anos, ela marcou 52 gols. Pela Seleção, em uma carreira que vem desde 2008, ela tem 42 gols. 

Outros nomes de jogadoras que têm ótimos salários

Nas últimas pesquisas feitas, outros nomes de jogadoras de futebol também se destacaram pelo alto salário, ainda que elas não estejam entre as mais bem pagas do mundo. Por exemplo, Christiane Sinclair, dos Canadá, recebe 380 mil dólares por ano do Portland Thorns FC. 

As 10 jogadoras de futebol feminino mais bem pagas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Já a Julie Ertz, que é do Chicago Red Stars e da Seleção dos Estados Unidos, tem uma renda anual de 400 mil dólares. Depois, ainda vem a Laurent Boulleau, do Paris Saint-Germain, com 60 mil dólares por mê. Tem a Jonelle Filigno, com o mesmo salário. E para fechar, outros nomes são: Hope Solo, Nilla Fischer, Sydney Leroux, Abby Wambach. 

As atletas mais bem pagas do mundo

Uma curiosidade que vale a pena citar aqui é que entre as atletas mais bem pagas do mundo, com base nos ganhos de 2020, a grande maioria é formada por jogadoras de tênis. A única exceção, que aparece na 10ª posição é uma jogadora de futebol.

As 10 jogadoras de futebol feminino mais bem pagas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

O nome dela é Alex Morgan, sendo que é a capitã da Seleção Americana de Futebol Feminino. A norte-americana tem um salário estimado em US$ 4,6 milhões. Inclusive, ele é a única que não é jogadora de tênis da lista e só está lá porque tem muitos patrocínios e bônus. 

Por exemplo, ela tem ao seu lado marcas como da Nike, da Coca-Cola, da Volkswagen e a AT&T. Além disso, ela também foi relacionada a uma boneca da Barbie, onde faturou uma grana incrível. A outra jogadora dos Estados Unidos, Megan Rapinoe, recebe US$ 4,2 milhões.

O salário das jogadoras é baixo

Agora, para completar a curiosidade acima, saiba que enquanto o ganho total de Morgan é de US$ 4,6 milhões, considere que apenas US$ 400.000 vem do seu trabalho dentro de campo, com salário e bônus. Enquanto que o restante é todo da publicidade e parceria

No caso da Rapinoe, ela também recebe a maior parte de marcas grandes, como a Nike, a Budweiser, a BodyArmor e a Visa, entre outras. Essas contas foram feitas pela Revista Forbes que avaliou salário, prêmios em dinheiro, bônus, patrocínios e as taxas.