Vasco voltou a vencer

Nesta sexta feira, depois de quatro rodadas, o Vasco voltou a vencer pelo Campeonato Brasileiro. A equipe da colina bateu o Internacional por 2 x 1. Por isso, chegou aos seis pontos na tabela de classificação. Luxerburgo, que estreou com derrota para o Avaí, elogiou a malandragem da equipe.

No futebol tem de ser malandro. Malandro no bom sentido. Tem de furar a bola. Não é proibido fazer a falta…mas a falta existe dentro do jogo. Ela existe“.

Vasco vencer
Vasco voltou a vencer

Confira tudo sobre o jogão entre Cruzeiro e Fluminense pela Copa do Brasil.

Vasco joga bem e volta a vencer

O clube da colina abriu 2 x 0 no primeiro tempo. Na volta do intervalo, o Internacional conseguiu diminuir, mas o Vasco manteve a cabeça fria e segurou o resultado.

Quando Luxermburgo chegou, ele deu a Rossi a camisa de titular. O atacante então, virou a válvula de escape da equipe. Quando time está apertado, joga a bola para Rossi. No primeiro tempo, o Vasco chegou varias vezes ao ataque pelos lados do campo com ele. Além disso, o time da colina buscou a vitória o tempo todo. Posteriormente, a premiação pelo esforço veio através de Andrey e Tiago Reis. Os gols foram marcados por eles.

Por outro lado, a defesa antes tão exposta, agora se mostra mais segura. No primeiro tempo, por exemplo, o Inter teve apenas uma chance de gol em uma cabeçada de Nico Lopes.

Além disso, a malandragem que Luxermburgo tanto cobrava veio na segunda etapa. Com uma noite apagada de Pikachu, o Vasco cometeu varias faltas longa da sua área.

Em suma, a equipe de Luxemburgo vem mostrando evolução. O ataque está produzindo e a defesa está mais sólida. O treinador, que chegou no meio de um furacão, agora parece ter encontrado o caminho para sair dessa situação delicada.

Momento político pode atrapalhar

Há anos, o momento político do Vasco e os salários atrasados tem atrapalhado a equipe dentro de campo.

Os movimentos de oposição a Alexandre Campello, liderado por Roberto Monteiro e a Turma do Eurico, tem travado uma verdadeira guerra contra o presidente cruz-maltino.

Depois da derrota da equipe para o Botafogo no estádio Nilton Santos, o treinador Vascaíno comentou sobre essas situações.

“A parte política está latente faz tempo. Única coisa que eu conversei com presidente é que ninguém gosta de trabalhar sem receber. Mas eles precisam entender o que tem que ser feito para se cobrar. Fizemos uma planejamento para o Maxi, tudo profissionalmente e por onde ele foi? Para a justiça por que tinha um buraco. Qualquer clube tem que buscar recursos para pagar em dia. Não sei como se busca, mas tem maneiras… Traz uma instabilidade. O presidente conversa e está em busca de resolver isso. A parte do salário me incomoda”.

Se eu falar que o ambiente (político) desse jeito não atrapalha, vou estar mentindo. Traz prejuízo, mas não tenho que me envolver. É um problema do Vasco. Tenho que tirar os jogadores desse problemas, mas é difícil. Fica um ambiente carregado. Temos que ser realistas”.

Resta saber se turdo isso, de fato, irá influenciar a equipe dentro de campo. Luxermburgo, mais do que ninguém, tem experiência para acalmar os jogadores e continuar exercendo seu trabalho.