Tom Brady: Simplesmente um péssimo perdedor

A má reação esportiva de Tom Brady na noite de segunda-feira não foi um incidente isolado, que você poderia desculpar ou entender. Infelizmente, isso se tornou a norma.

ANÚNCIO

Depois de entregar mais uma apresentação não pronta para o horário nobre na derrota em casa dos Tampa Bay Buccaneers por 27-24 para o Los Angeles Rams, Brady saiu do campo sem apertar a mão do quarterback que o derrotou.

Sim, Brady, o antigo QB de Bucs de 43 anos, correu para fora do campo como se estivesse tentando chegar a um especial para madrugadores no Howard Johnson. Brady estava no vestiário e deixou Rams QB Jared Goff pendurado. As câmeras do Monday Night Football registraram o desprezo ao vivo e em cores.

Tom Brady: Simplesmente um péssimo perdedor
Foto: reprodução/ internet.

Saiba mais: Jogos da NFL

ANÚNCIO

Foi desnecessário, infantil

Seria como perder a eleição presidencial dos EUA e ainda não conceder o lugar ao seu oponente três semanas depois de o povo falar alto nas urnas. Onde está aquele chapéu MAGA uma vez visto no armário de Brady quando você precisa dele?

Vamos encarar os fatos: apesar de todo o desenvolvimento de Brady sendo um ótimo companheiro de equipe e uma boa pessoa, ele simplesmente não o é quando se trata de espírito esportivo. Com certeza, não é uma boa aparência. Brady fez isso repetidamente. Isso é quem é Brady.

Na semana 5, após uma derrota na TV nacional para o Chicago Bears, Brady correu para o vestiário do visitante no Soldier Field para evitar apertar a mão de Nick Foles.

ANÚNCIO

Infelizmente, foi a segunda vez que Brady dispensou Foles. Depois que Foles teve uma atuação magistral para derrotar Brady e os New England Patriots no Super Bowl LII, Brady não foi encontrado em lugar nenhum após o jogo.

Foles foi nomeado MVP do Super Bowl e Brady foi apelidado de Biggest Loser (o maior perdedor). Não é que Brady nunca aperta as mãos. Quando ele vence, Brady está na frente e no centro, apertando as mãos e beijando bebês como se estivesse concorrendo a um cargo.

Sim, na maior parte, Brady foi péssimo naquele Super Bowl e tem sido ainda mais péssimo em grandes jogos nesta temporada.

Os números não são apenas feios. Eles são horríveis.

Brady tinha 0 de 7 e teve duas interceptações terríveis na noite de segunda-feira ao lançar a bola profunda. Não está funcionando para Brady. Apenas Carson Wentz e Foles têm mais INTs em bolas profundas nesta temporada.

Brady agora tem uma classificação deep passer de 9,3 nas quatro derrotas dos Bucs nesta temporada. Todas essas derrotas aconteceram contra times com as 10 melhores defesas. E nesses jogos, Brady tem cinco TDs e sete escolhas com uma porcentagem de conclusão de apenas 58,9.

Nesta derrota, Brady completou 26 de 48 passes para 216 jardas, insignificantes quando você considera todas as armas que ele tem – incluindo Mike Evans, Chris Godwin e Antonio Brown. Durante os primeiros 11 jogos, Brady teve 25 TDs e nove interceptações. Na temporada passada, Brady teve apenas oito escolhas em toda a temporada.

Tom Brady: Simplesmente um péssimo perdedor
Foto: reprodução/ internet.

O comportamento de Brady não tem nada a ver com o protocolo COVID-19. Claro, a NFL não quer que os jogadores permaneçam em campo por mais tempo do que o normal, com o vírus surgindo por todo o país.

Trata-se simplesmente de Brady ser um grande bebê mimado quando perde. É ridículo quando você pensa sobre isso. Ele ganhou muito mais do que outros em sua carreira de 20 anos. Outros zagueiros tiveram que dar a ele o que merecia seis vezes no final de suas nove aparições no Super Bowl.

Em vez de seguir em frente na noite de segunda-feira, Brady escolheu o caminho dos perdedores. Infelizmente, um caminho familiar.

Veja também: Aprenda como assistir o Super Bowl ao vivo e online pelo celular

Traduzido e adaptado por equipe Ao Vivo Esporte

Fonte: Deadspin