As suspensões mais longas da história do futebol

Lionel Messi recebeu o primeiro cartão vermelho de sua carreira no Barcelona na final da Super Copa da Espanha contra o Athletic Bilbao no último fim de semana.

ANÚNCIO

O argentino recebeu, com razão, suas ordens de marcha por chicotear Asier Villalibre fora da bola, e sua equipe acabou caindo para uma derrota por 3-2 na prorrogação em sua ausência.

As suspensões mais longas da história do futebol
Foto: (reprodução/internet)

Relatos logo após o jogo sugeriram inicialmente que Messi estava em perigo de receber uma suspensão de 12 partidas, mas ele escapou de uma punição tão severa.

De acordo com um relatório do Daily Mail, o venerado atacante só foi banido por dois jogos pela FA espanhola.

ANÚNCIO

Com Messi agora capaz de respirar um suspiro de alívio após alguns dias de espera para ouvir um veredicto a respeito de sua punição, neste post procuramos  algumas das proibições mais longas da história do futebol.

Com ausências forçadas que variam de oito meses a sete anos, dê uma olhada numa classificação que inclui desafios obscenos, testes de drogas falhados e agressões aos dirigentes dos jogos…

5 suspensões mais longas do futebol

Rio Ferdinand (8 meses)

As suspensões mais longas da história do futebol
Foto: (reprodução/internet)

Rio Ferdinand recebeu uma suspensão de 8 meses em 2003 depois de ter perdido um teste de drogas. O defensor alegou que ele estava fazendo compras, mas a FA não estava contente com sua desculpa.

ANÚNCIO

Eric Cantona (9 meses)

As suspensões mais longas da história do futebol
Foto: (reprodução/internet)

Talvez um dos momentos mais infames da história da Premier League, Eric Cantona recebeu uma suspensão de nove meses quando decidiu Kung-Fu, fã do Crystal Palace, durante o jogo contra o Manchester United em 1995; ele também recebeu uma ordem para completar 120 horas comunitárias.

Mark Bosnich (9 meses)

As suspensões mais longas da história do futebol
Foto: (reprodução/internet)

Outro jogador do Chelsea que parecia gostar um pouco demais da vida da cocaína, o goleiro australiano Mark Bosnich também foi demitido depois de ser considerado culpado de usar a substância e de receber uma proibição de nove meses.

Diego Maradona (15 meses)

As suspensões mais longas da história do futebol
Foto: (reprodução/internet)

O falecido Diego Maradona foi um brilhante e torturado gênio que encontrou seu caminho em problemas em mais de uma ocasião durante sua carreira.

Maradona deu positivo para a estimulante efedrina na Copa do Mundo de 1994 e foi banido do futebol durante 15 meses – um castigo que pôs fim à sua carreira na Argentina.

David Layne, Tony Kay e Peter Swan – Tempo de vida, mas reduzido a sete anos

As suspensões mais longas da história do futebol
Foto: (reprodução/internet)

O futebol inglês nos anos 60 foi abalado depois que um escândalo de consertos de partidas foi descoberto. Um jornal havia apontado o dedo para vários jogadores de Sheffield Wednesday, que foram então considerados culpados – com dez indo para a prisão por sua vez. 

David Layne, Tony Kay e Peter Swan receberam inicialmente uma proibição vitalícia do jogo, mas depois foi reduzida para sete anos, quando a proibição foi então levantada.

Veja também: Barcelona diz que recorrerá da suspensão de Messi

Traduzido e adaptado por equipe Ao Vivo Esporte

Fontes: GIve me sport e Total Football Analysis

ANÚNCIO