Salto Ornamental – Conheça alguns movimentos e como acompanhar as competições

O salto ornamental é visto como um dos esportes mais bonitos das Olimpíadas. Isso porque ele envolve um alto nível de concentração e apresentação por partes dos atletas. Na teoria, parece simples: pular de um trampolim até a água. Só que nesse intervalo tem acrobacias. 

ANÚNCIO

E, na verdade, como vamos explicar abaixo, não vai importar apenas o que o atleta faz durante a queda livre. Mas também como ele sai do trampolim, como entrada na água e até mesmo o tanto de água que ele espirra da piscina, acredita? Vamos lá: entenda tudo do salto.

Salto Ornamental - Conheça alguns movimentos e como acompanhar as competições
Foto: (reprodução/internet)
  • A história do salto ornamental
  • Os movimentos do salto ornamental
  • O movimento para frente e de costas
  • O movimento ponta pé a lua e revirado
  • O movimento parafuso e o equilíbrio
  • As posições do salto ornamental
  • O julgamento de um salto ornamental
  • As etapas do salto ornamental
  • As provas do salto ornamental
  • Curiosidade – o mergulho a distância
  • Como acompanhar as competições de saltos ornamentais
  • Os canais de esporte

A história do salto ornamental

Através dos estudos históricos, acredita-se que o salto ornamental se tornou um esporte no início da Grécia Antiga. Tanto é que há algum tempo faz parte do quadro dos esportes olímpicos, seguindo uma tendência dos esportes que vieram dessa época.

Salto Ornamental - Conheça alguns movimentos e como acompanhar as competições
Foto: (reprodução/internet)

Mas o grande diferencial é que eles aconteciam a partir dos penhascos mais altos e iam em direção ao mar. Hoje, o evento acontece em piscinas próprias. Aliás, a primeira vez que esteve nas Olimpíadas foi em 1904, que foi a 3ª edição moderna dos Jogos.

ANÚNCIO

Já as mulheres só puderam participar a partir de 1912. Aliás, o trampolim foi introduzido em 1908, sendo que até esse ano, os atletas saltavam das plataformas. E só para concluir a história, saiba que hoje os maiores campeões do mundo são asiáticos, chineses. 

Os movimentos do salto ornamental

Ao todo, o salto ornamental permite hoje em dia ao menos 82 tipos de saltos. No entanto, há algumas posições que são chamadas de básicas. Inclusive, os saltos podem ser para trás ou para frente ou até mesmo em formato de giro, que acontece fora da plataforma. 

Salto Ornamental - Conheça alguns movimentos e como acompanhar as competições
Foto: (reprodução/internet)

Justamente por isso, o julgamento de um salto é bastante complexo hoje em dia. Logo, o que os organizadores encontraram de mais eficaz é o convite para que pessoas especialistas participem das provas e deem notas aos atletas. A classificação considera várias etapas.

ANÚNCIO

Por exemplo, a aproximação, a partida, a elevação, a execução e a entrada. E só para que você entenda um pouco mais sobre os movimentos e as pontuações que podem partir deles, vamos trazer aqui alguns dos movimentos básicos do salto ornamental. Leia com atenção.

O movimento para frente e de costas

O de frente acontece com uma saída de frente para a água e a execução é para frente. Assim sendo, o atleta tem que ficar de frente para o trampolim. A partir disso, ele poderá fazer várias rotações em direção à água, sem que mude a posição da chegada na água (de frente). 

Salto Ornamental - Conheça alguns movimentos e como acompanhar as competições
Foto: (reprodução/internet)

Já o movimento de costas é parecido com o de frente, só que ao contrário. Assim, a saída e a entrada têm que se de costas para a água. É importante observar que nesse caso, a direção da rotação deve acontecer sempre para longe da plataforma. 

O movimento ponta pé a lua e revirado

O ponta pé a lua tem a saída de frente para a água, só que a execução é para trás. Então, o começo tem o atleta voltado para a frente do trampolim, só que termina com uma rotação em direção à plataforma. 

Salto Ornamental - Conheça alguns movimentos e como acompanhar as competições
Foto: (reprodução/internet)

Já o revirado é uma saída de costas para a água e a execução para frente. Ou seja, o inverso do ponta pé a lua. Logo, o atleta fica no fim da plataforma para realizar uma rotação em direção ao trampolim. 

O movimento parafuso e o equilíbrio

Por fim, a gente ainda tem o movimento parafuso, que acontece com o giro do corpo em torno de si próprio. Isso acontece independentemente do tipo de saída que ele escolher. Todos os saltos com giro estão nesse grupo, seja para frente, para trás, para dentro ou reverso. 

Salto Ornamental - Conheça alguns movimentos e como acompanhar as competições
Foto: (reprodução/internet)

Já o equilíbrio nada mais é do que uma saída em parada de mãos. Assim, o atleta realiza a parada de mãos, posição que permanece por 5 segundos antes de realizar o salto na água.

As posições do salto ornamental

Além dos movimentos, a gente também tem as posições corporais dos atletas. Elas podem ser combinadas com os movimentos, para uma performance mais bonita. Basicamente, há 4 tipos de posições. A esticada é quando os pés ficam juntos com as pontas esticadas e o corpo reto.

Salto Ornamental - Conheça alguns movimentos e como acompanhar as competições
Foto: (reprodução/internet)

A carpada é a posição que o corpo fica flexionado na cintura. Só que as pernas e os pés devem estar bem estendidos. O ideal é uma posição de 90º. Já a posição grupada é quando o corpo fica junto com o quadril e os joelhos. As coxas contra o peito e os tornozelos nas nádegas.

Por fim, ainda temos a posição livre, que é opcional, como o nome sugere. Assim sendo, acaba sendo uma variável entre as posições básicas. 

O julgamento de um salto ornamental

Como nós adiantamos no início do texto, o julgamento e as pontuações de um salto ornamental não são nada fácil. Sendo assim, o conjunto de árbitros acaba levando em conta todas as etapas do salto. Ainda mais quando estamos falando de competições internacionais.

Salto Ornamental - Conheça alguns movimentos e como acompanhar as competições
Foto: (reprodução/internet)

Ao todo, são 5 etapas que importam e nós vamos explicar um pouco mais detalhadamente abaixo. Para esse momento, considere que após cada salto, o árbitro faz um sinal aos juízes para que mostrem as suas notas. Os juízes não podem conversar entre si. 

Quanto aos pontos, eles valem de 0 a 10. Sendo assim, o 0 seria algo como “completo fracasso” enquanto que um 10 poderia ser visto como “muito bom”. No meio termo, a gente ainda tem o insatisfatório, deficiente, satisfatório, bom, etc. 

As etapas do salto ornamental

As etapas são importantes porque valem pontos, certo? Então, saiba que uma delas é a aproximação, que tem que ser forte e suave ao mesmo tempo. Isso mostra bom controle do atleta. Tem a partida, que foca em um ângulo correto para o tipo de salto.

Salto Ornamental - Conheça alguns movimentos e como acompanhar as competições
Foto: (reprodução/internet)

E a elevação nada mais é do que o impulso e a altura que o atleta conseguiu atingir. Obviamente, um salto mais alto significa maior tempo de movimento. A execução é o mais importante, que indica a acrobacia nas partes mecânica, técnica e a desenvoltura. 

Por fim, a gente também tem que considerar a entrada na água. Isso também significa muito porque é a última coisa que todo juiz vê. Nesse caso, eles avaliam o ângulo de entrada, que tem que ser próximo de vertical e a quantidade de água espalhada, que deve ser mínima. 

As provas do salto ornamental

Para fechar essa série de dicas e regras do salto ornamental, saiba que atualmente as competições se dividem entre masculino e feminino, como nos Jogos Olímpicos. Além disso, dá para se pensar na altura das plataformas também.

Salto Ornamental - Conheça alguns movimentos e como acompanhar as competições
Foto: (reprodução/internet)

Por exemplo, tem a plataforma de 10 metros individual ou a do trampolim, que é de 3 metros individual. Depois, vem a plataforma de 10 metros sincronizado e a do trampolim de 3 metros também sincronizado. 

Aliás, em alguns anos atrás, em eventos exclusivos, a gente ainda contou com o mergulho a distância e o salto simples em altura. Vamos falar mais abaixo.

Curiosidade – o mergulho a distância

Ao pesquisar e estudar sobre o salto ornamental, você pode acabar vendo também sobre o mergulho a distância. E nós vamos explicar o que é isso agora mesmo. É um esporte que não é mais olímpico. Aliás, ele só foi olímpico em 1904, em Saint Louis. 

Salto Ornamental - Conheça alguns movimentos e como acompanhar as competições
Foto: (reprodução/internet)

Trata-se de um salto à distância na piscina. Assim, ganhava quem chegasse mais longe dentro de 60 segundos ou antes de vir a tona para respirar. No entanto, não podia nadar, sendo que o contava era mesmo o salto. Após cair na água, o atleta tinha que ficar imóvel.

Nesse ano exclusivo do mergulho a distância, o campeão foi o William Dickey, dos Estados Unidos, que conseguiu uma distância de 19,05 metros. Depois, vem o Edgar Adamns, com 17,52 metros e o Leo Goodwin, com 17,7 metros, todos norte-americanos. 

Como acompanhar as competições de saltos ornamentais

Para assistir essas competições, a gente tem que considerar o campeonato que estamos considerando. Afinal, hoje em dia tem os nacionais e os internacionais. A boa notícia é que alguns deles são televisados, o que ajuda muito nessa exibição do esporte.

Salto Ornamental - Conheça alguns movimentos e como acompanhar as competições
Foto: (reprodução/internet)

Sobre as competições do salto ornamental, saiba que os jogos olímpicos são os mais importantes. Eles acontecem de 4 em 4 anos e tem categorias em dupla ou individuais. Depois, tem o campeonato mundial, que acontece desde 1973. 

E ainda vem o Grand Prix, que é anual desde 1995 e é internacional também. Tem ainda a Copa do Mundo, os Jogos Asiáticos, os Jogos da Commonwealth, o Campeonato Europeu, os Jogos Pan-Americanos. E para cada campeonato há uma melhor forma de acompanhar. 

Os canais de esporte

Uma dica final é ficar atento sobre os canais de esportes, seja na internet ou na TV. Eles costumam ser totalmente focados em eventos esportivos de todas as categorias, como os Jogos do Pan, da Europa, Olimpíadas. Assim, é uma boa forma de acompanhar os jogos. 

Por outro lado, os próprios eventos têm disponibilizado também em seus sites algumas gravações ou mesmo exibição ao vivo dos eventos, o que acaba sendo uma próxima alternativa para quem quer curtir os saltos ornamentais.