Neymar e o caso de estupro

Essa semana, o craque brasileiro Neymar foi acusado de estupro por uma mulher em Paris.

Um laudo médico particular apontou na mulher de 26 anos, hematomas e arranhões nas nádegas. Além de transtorno ansioso e depressivo e traumatismos superficiais. Por isso, policiais da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática foram até a Granja Comari, onde Neymar está concentrado treinando com a seleção para a disputa da Copa América.

Neymar
Neymar treinando para Copa América

Neymar e sua falta de ambição para ser o melhor do mundo, confira em nossa matéria especial.

Neymar e outros jogadores acusados de estupro

Em 2009, antes de se transferir para o Real Madrid, o português Cristiano Ronaldo foi acusado de estupro por uma mulher chamada Mayorga no hotel Pamls. Ela alega que ele a convidou com as amigas para subirem até a sua cobertura. Posteriormente ele teria oferecido camisetas e shorts. Em seguida, ele teria chamado ela para entrar na jacuzzi e teria atacado.

Cristiano teria pedido para ela fazer sexo oral, mas ela recusou. Ainda segundo ela, ele a teria levado a força para o quarto e estuprado.

ANÚNCIO

Depois disso, o português teria oferecido 375 mil dólares pelo seu silêncio. Por isso, a acusada teria assinado um contrato pelo recebimento do dinheiro.

Outro caso famoso foi o do atacante Robinho. O brasileiro, que atualmente joga no Istambul Basaksehir da Turquia, mais um grupo de cinco homens foram acusados por uma libanesa de estupro. Posteriormente, ele foi condenado a nove anos de prisão. A justiça italiana tem vários níveis de recurso. Por isso, o brasileiro não foi preso.

Robinho ainda foi acusado de estupro mais uma vez. Quando jogava pelo Manchester City, em 2009, foi acusado de crime sexual contra uma mulher em uma boate em Leeds. Mas depois de imagens de segurança terem sido analisadas, ficou provado que o atleta brasileiro era inocente.

O que diz a defesa

Como já revelado pelo sr. Neymar mais cedo na imprensa, de fato foi realizada uma reunião no dia 29 passado, em sua residência na cidade de São Paulo, em que estiveram presentes dois dos seus advogados, uma outra testemunha e o advogado que representava os interesses da suposta vítima. Na oportunidade foi solicitada uma compensação financeira (“cala boca”) para que a suposta vítima não relatasse as alegadas agressões às Autoridades Policiais“…disse a defesa de Neymar.

Cristiano Ronaldo publicou em uma rede social:

O que foi publicado é uma ‘fake news’, eles querem se promover usando meu nome. É normal, eles querem se tornar famosos com o meu nome, é parte do meu trabalho, mas eu sou um homem feliz e está tudo bem“,.

A advogada de Robinho disse:

Sobre o assunto envolvendo o atacante Robinho, em um fato ocorrido há alguns anos, esclareço que meu cliente já se defendeu das acusações, afirmando não ter qualquer participação no episódio. Todas as providências legais já estão sendo tomadas acerca desta decisão em primeira instância” – disse a advogada.

ANÚNCIO