Relembre a história de Rebeca Gusmão: banida do esporte por antidoping

Mais recentemente, há alguns meses, Rebeca Gusmão ressurgiu na imprensa e em toda mídia por participar de um reality show da Rede Record. E foi assim que muita gente ficou sabendo da trajetória (curta) dela no esporte. Hoje, você vai entender os detalhes disso.

ANÚNCIO

O que pouca gente sabe, aliás, é que ela foi ouro nos jogos Pan-Americanos de 2007, porém, com o banimento precisou se adaptar e se tornou modelo fitness. Veja mais disso tudo.

Relembre a história de Rebeca Gusmão: banida do esporte por antidoping
Foto: (reprodução/internet)

Quem é Rebeca Gusmão

O nome completo dela é “Rebeca Braga Lakiss Gusmão”. Ela é de 1984 e ficou conhecida por ter sido banida do esporte para sempre. Porém, até chegar nessa data, ela havia tido muitas conquistas dentro das piscinas do Brasil e do mundo. Você vai conhecer essa trajetória.

Relembre a história de Rebeca Gusmão: banida do esporte por antidoping
Foto: (reprodução/internet)

Tudo começou quando ela tinha 6 anos, lá no Clube do Exército, com a influência do pai. Ele também era nadador. E como a Rebeca nasceu com problemas respiratórios (bronquite, asma e sinusite), o médico indicou a natação.

ANÚNCIO

No início não era fã do esporte, porém, com admiração ao Fernando Scherer, ela começou a se interessar cada vez mais. Foi federada aos 12 anos de idade, quando se tornou campeão brasileira dos 50 metros no nado livre. Aos 14 foi para a seleção brasileira adulta.

A trajetória da Rebeca Gusmão no esporte

A sua primeira medalha veio nos Jogos Pan-Americanos de 1999, em Winnipeg, quando conseguiu o bronze no revezamento 4 x 100 metros livres. Em 2000, ela foi morar nos Estados Unidos, onde treinou por alguns meses.

Relembre a história de Rebeca Gusmão: banida do esporte por antidoping
Foto: (reprodução/internet)

Participou do Pan em 2003 em Santo Domingo e ganhou o bronze, de novo, no revezamento 4 x 100 metros. Já em 2004, foi participar das Olimpíadas em Atenas e voltou a treinar nos Estados Unidos e, mais tarde, na Itália.

ANÚNCIO

Em 2007, ela jogou o Pan-Americano do Rio de Janeiro e ganhou o ouro nos 50 metros livres, além dos 100 metros livres. Foi também prata no revezamento 4 x 100 metros, além do bronze no revezamento 4 x 100 metros medley. Mas, foi aí que testou positivo no antidoping.

O banimento do esporte no antidoping

Tudo aconteceu no ano de 2007. Ela foi pega no exame antidoping e isso teve consequências dolorosas, como a perda das quatro medalhas que havia conquistado na vida em Jogos Pan-Americanos. Além disso, os seus recordes sul-americanos foram extintos.

Relembre a história de Rebeca Gusmão: banida do esporte por antidoping
Foto: (reprodução/internet)

Inicialmente, ela havia pego uma suspensão de dois anos. Porém, no ano de 2009, o Tribunal Arbitral do Esporte confirmou o banimento da nadadora dos esportes.

Foi uma pena muito dura para mim. Eu fui absolvida no Brasil. Foi provado que houve má fé e troca de exame de urina dentro do próprio laboratório”, comentou Rebeca, que nunca aceitou a decisão. 

Os detalhes do banimento da Rebeca

Não vamos prolongar aqui nesse tópico. Mas, considere que o banimento aconteceu com base nas regras da FINA. Assim, a explicação foi a seguinte: “a suspensão acontece quando ocorrem duas ou mais violações das regras antidoping da FINA”.

Relembre a história de Rebeca Gusmão: banida do esporte por antidoping
Foto: (reprodução/internet)

Sendo assim, as regras citadas são: FINA DC 2.5, DC 10.2, DC 10.4 e DC 10.6.3. Você pode entrar no site da FINA para ver e entender cada uma dessas regras.

As medalhas da Rebeca Gusmão

Se você compreendeu a maior parte do texto até aqui, então, viu que a Rebeca somou 7 medalhas importantes, sendo 6 em nível internacional.

Relembre a história de Rebeca Gusmão: banida do esporte por antidoping
Foto: (reprodução/internet)

Então, confira abaixo quais foram as medalhas:

  • Bronze no Pan de 1999 (4 x 100 metros livre);
  • Bronze no Pan de 2003 (4 x 100 metros livre);
  • Bronze no Pan de 2007 (4 x 100 metros medley);
  • Prata no Pan de 2007 (4 x 100 metros livres);
  • Ouro no Pan de 2007 (50 metros livres);
  • Ouro no Pan de 2007 (100 metros livres).

No entanto, ela perdeu todas as medalhas, exceto os bronzes de 1999 e 2003. Aliás, até mesmo a medalha que conquistou em 2007, durante a Universíada de Bangkok, nos 50 metros livres, ela perdeu devido ao banimento do esporte.

Recentemente, um caso parecido aconteceu com a Rafaela Silva, uma medalhista olímpica, que perdeu o Ouro do Pan após ter sido suspensa pelo exame antidoping. Ela não foi banida do esporte, mas a suspensão foi suficiente para deixa-la fora dos Jogos de Tóquio.

O pós-banimento do esporte

Além de perder a medalha de ouro, ela precisou se afastar das piscinas e todo atleta sabe que isso não é nada fácil. O resultado foi uma depressão. Ela engordou e teve anorexia, quandoperdeu 40 quilos rapidamente (40 quilos em 6 meses).

Relembre a história de Rebeca Gusmão: banida do esporte por antidoping
Foto: (reprodução/internet)

No ano de 2013, ela saiu na imprensa por ter tentado se matar (suicídio) com a ingestão de remédios. Amigos e familiares confirmaram isso dizendo que essa foi a primeira tentativa de suicídio desde a punição das piscinas. Nesse ano, ela foi internada e começou o tratamento.

Antes de entrar em “A Fazenda”, ela chegou a comentar sobre essa fase: “quando pedi ajuda e comecei a me tratar, o esporte me voltou para a vida”. Isso porque ela disse que pratica natação, futebol e crossfit. “Mudei o corpo, os hábitos, a alimentação, o visual”.

A Rebeca Gusmão como modelo fitness

Ela afirmou que nunca modelou o corpo para atuar nessa área. Porém, com a depressão acabou tendo um corpo que é aceito pelo mercado. Inclusive, disse que essa foi uma forma de dar a volta por cima – após a depressão e o fim do casamento.

Relembre a história de Rebeca Gusmão: banida do esporte por antidoping
Foto: (reprodução/internet)

Eu não quis ficar com o corpo assim no começo. Jamais pensei em ser modelo. Eu fique assim por conta da doença. Mas, com a musculação e acompanhamento médico que tive com nutricionistas, eu acabei ficando com esse corpo e comecei a receber convites”, disse a atleta.

Para sobreviver, a partir dos convites, ela começou a conciliar a vida de personal trainer com as fotografias e ensaios. E disse, aliás, que recebe convites do mundo todo. “É um segmento que tem crescido [fitness] e tem dado certo para mim. Até que consegui me sair bem”. 

A Rebeca Gusmão na política

Antes de se tornar modelo fitness, ela tentou vencer a depressão de outras formas. Por exemplo, tentou o futebol. Chegou a praticar levantamento de peso. E foi aí que conheceu o crossfit. Hoje, ela é focada em treino de força e resistência.

Relembre a história de Rebeca Gusmão: banida do esporte por antidoping
Foto: (reprodução/internet)

O fato é que diz que o esporte a manteve na linha quando mais precisou. Agora, nos últimos anos, saiba que ela tentou a política também. Ela concorreu as eleições para ser deputada distrital de Brasília em 2010 pelo PCdoB. Porém, com somente 437 votos não venceu.

Ela conta que a tentativa veio pela experiência que tinha na área. “Trabalhei no governo por 4 anos e aprendi muita coisa. Porém, a política não está mais nos meus planos”. Atualmente, ela continua dando aulas de educação física e atuando como modelo fotográfica.

A Rebeca Gusmão no reality show “A Fazenda”

Ela foi inscrita na oitava edição do programa, após mais de um ano de “tentativas” e “mistérios” apresentados pela emissora de TV. No entanto, ela foi a 6ª eliminada do programa, com 76% do voto, em um duelo que foi contra a Carla Prata, uma dançarina e modelo.

Relembre a história de Rebeca Gusmão: banida do esporte por antidoping
Foto: (reprodução/internet)

Durante o reality, ela marcou a passagem com amizades, brigas e muita emoção. Todos os outros peões a avaliaram como uma boa jogadora, com muita estratégia e força. “Ela sempre estava envolvida nas decisões do grupo”.

Apesar dessa ideia, ela chegou a abrir o coração para os peões em várias ocasiões. Especialmente para falar da sua trajetória no esporte. Quando surgiu o assunto do doping, ela não conseguiu conter as lágrimas. Foi amiga de Li Martins e JP Mantovani.

As polêmicas de Rebeca Gusmão

Não é apenas por ter sido banida do esporte que ela é famosa. A Rebeca também participa de várias polêmicas. Por exemplo, quando falou que a sua opção sexual sempre é posta à prova, já que ela é “machona”. Aliás, já confirmou que já se relacionou com outras mulheres.

Relembre a história de Rebeca Gusmão: banida do esporte por antidoping
Foto: (reprodução/internet)

Mais recentemente, ela chegou a denunciar vários dirigentes que abusavam de atletas no Distrito Federal. Ela deu várias entrevistas à mídia e disse: “vi isso no time que jogava, vi meninas trazidas de outros estados e serem tratadas como empregadas de presidentes”.

Outra polêmica foi justamente após sair do programa “A Fazenda”. Ela foi processada pelo empresário Bruno Silvério de Oliveira Santos após negar o pagamento de parte do cachê durante a participação no programa. E ela foi condenada a pagar 35% do que faturou lá.

Bônus: O caso Fabiane dos Santos

Para terminar o texto, vamos lembrar de outro caso de brasileira que foi banida do esporte devido ao resultado do exame antidoping. O nome dela é Fabiane dos Santos e ela participava do atletismo pela seleção. O fato aconteceu durante o Grande Prêmio do Atletismo no Rio.

Isso foi quando ela tinha 25 anos, em 2001. O fato é que após isso, ela foi encontrada inconsciente em seu apartamento em Madrid, na Espanha, em uma tentativa de suicídio pela ingestão de medicamentos. Ela foi considerada a primeira brasileira banida do esporte.