Conheça as 10 quadras de basquete mais exóticas do mundo

Se você já viu algum jogo da NBA na TV ou presencialmente deve ter notado o quanto as quadras que sediam os jogos são intensas e vibrantes, certo? No entanto, você já imaginou jogar ou ver um jogo em uma quadra de basquete flutuante?

ANÚNCIO

Ou em uma quadra de basquete que fica entre muralhas de pedras? E se pudesse assistir a um clássico nas praias californianas? Essa é a ideia dessa matéria: mostrar 10 quadras exóticas ao redor do mundo que não são da NBA, mas são inspiradoras. 

Conheça as 10 quadras de basquete mais exóticas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

1 – House of Mamba (China)

Logo no começo do texto, vamos trazer aqui uma quadra de basquete asiática. E ela é exótica por vários motivos, como pelo fato de ser toda iluminada com luz de led. Aliás, é a primeira quadra de basquete no mundo a conseguir essa façanha. 

O astro da NBA passou pela China certa vez. O nome dele é Kobe Bryant. E nessa visita ao país asiático, ele viu a quadra que foi lançada pela Nike, que é essa daí cheia de led que a gente comentou acima. Ela ficou conhecida como House of Mamba. 

ANÚNCIO

Tem até um vídeo de lançamento que surgiu na internet e você pode ver acima. A produção e construção demorou 1 mês para acontecer desde o projeto inicial. Os leds usam tecnologia de rastreamento e isso ilumina os pisos da superfície. É bem interessante. 

2 – David Crombie Park (Canadá)

O Canadá é outro país que respira basquete. Na cidade de Toronto tem uma quadra que leva o nome de um ex-prefeito. Porém ela foi muito danificada com o longo do tempo e se tornou abrigo para moradores de ruas e usuários de drogas. 

Conheça as 10 quadras de basquete mais exóticas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

No entanto, recentemente, ela foi reformada e hoje se tornou um dos principais pontos turísticos para quem ama o basquete em Toronto. Para quem não sabe, essa é a cidade mais importante do país, sendo a 4ª mais popular da América do Norte. 

ANÚNCIO

Por isso mesmo, há várias formas de chegar até lá como de avião pelo Toronto Airport ou pelo Hamilton Airport. E não importa o motivo que te leve até lá, seja trabalhou ou estudo, dê uma passada no Parque do David Crombie e admire essa beleza exótica. 

3 – Venich Beach (Estados Unidos)

A gente ainda vai citar muito os Estados Unidos aqui. No entanto, o que queremos falar agora é sobre uma quadra de basquete que fica na praia. Aliás, várias. Isso porque a Califórnia é uma das regiões mais inclusivas e coloridas do país americano. 

Conheça as 10 quadras de basquete mais exóticas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Por lá, além do sol escaldante, você também vai encontrar várias quadras espalhadas por cada canto da cidade. Já pensou bater uma bola em pleno pôr-do-sol? Essa cena, que é comum em filmes, acontece quase que diariamente na Califórnia. 

Para os mais curiosos, saiba que existe até uma “Liga de Basquete de Venich Beach”. Em 2016, ela completou 10 anos e a ideia do torneio era marcar a integração da comunidade local, considerando um dos esportes mais comuns do país. 

4 – Center Market Place (Estados Unidos)

Os Estados Unidos respiram o basquete e o mundo inteiro sabe disso. Eles são os maiores campeões do mundo e é lá que tem a maior competição de clubes do mundo, também, que é a NBA. Agora, o que não é improvável é encontrar quadras de basquete exóticas por lá. 

Conheça as 10 quadras de basquete mais exóticas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Tem uma que foi criada por Courtney e Robert, um casal que mora em uma casa que dá vistas para a Sistine Chapel no Rucker Parker. Esse lugar é considerado um dos maiores market places (como se fosse shoppings) da região norte-americana. 

Sobre a Sistine Chapel (capela sistina), considere que é da religião apostólica e que leva o nome do Papa Sisto. De todo modo, estamos falando de uma quadra de basquete em um lugar improvável (entre capela e mercadão), mas em um país que ama o basquete. 

5 – Michael Jordan Simulator (Estados Unidos)

Essa é uma criação da Nike e leva o nome do astro maior do basquete mundial. Para muitos talentos que estiveram nessa quadra, a ideia é de estar dentro de um vídeo game. A ideia é a seguinte: você pode escolher o seu campo, a sua quadra. 

Conheça as 10 quadras de basquete mais exóticas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Isso é possível através da tecnologia de ponta que foi usada. E é como trazer os contos de fada para uma história real. Dá para replicar tacadas também. Assim sendo, estamos falando de uma experiência real, mas baseada em games, o que é um caminho sem volta. 

Todas as filmagens são em 4K e mostra um cenário incrível, como se você estivesse dentro da NBA, em uma final de campeonato. A experiência foi lançada para comemorar o 30º aniversário de Air Jordan. 

6 – City Wall Rooftop (Croácia)

E quem disse que os croatas, que amam o basquete, não teriam uma quadra de basquete exótica também? O grande diferencial é que ela fica entre muralhas da cidade histórica de Dubronvnik, que serviu até de pano de fundo para filmes. 

Conheça as 10 quadras de basquete mais exóticas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Curiosamente, as muralhas de Dubrovnik são compostas por várias muralhas de pedra que eram usadas para a defesa do povo local. Elas foram sofrendo modificações ao longo do tempo, sendo que se acredita que tenham surgido na Idade Média. 

Agora, imagine só você tentar arremessar uma cesta de 3 pontos em uma quadra que fica entre paredes de terra e pedra. Elas são bem altas e podem passar dos 6 metros, viu. Isso deixaria a quadra de basquete pequena. É um cenário único, com certeza. 

7 – Pigalle (França)

Quando se fala em Paris, na França, o que você lembra? Monumentos, história e muita arquitetura clássica, certo? Saiba que a Nike considerou isso ao implementar um projeto junto com o Estudio Pigalle e lançar uma quadra de basquete muito colorida.

Conheça as 10 quadras de basquete mais exóticas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

O mais legal é que ela fica entre os prédios mais famosos das ruas parisienses e isso dá um contraste e tanto. Bom, se estiver passando por lá, tente procurar por essa quadra de basquete, que fica bem no coração da cidade. Talvez você encontre por “Pigalle Basketball”. 

Em termos cronológicos, o espaço ganhou mídia em 2015, que foi o ano em que ele foi pintado pela segunda vez. Já em 2017, as cores foram trocadas por um gradiente de tons brilhantes. Hoje, o lugar é frequentado por amantes do basquete e do streewear. 

8 – Quadra 3D (Alemanha)

A cidade alemã de Munique é famosa por vários fatores. Inclusive, foi isso que fez com que sediasse um dos Jogos Olímpicos há bons e velhos anos atrás. Agora, quando se fala em quadra de basquete, você imagina uma quadra de NBA, certo?

Conheça as 10 quadras de basquete mais exóticas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Mas, e se existisse uma quadra em 3D? É isso mesmo. Assim sendo, a superfície não é plana, o que indica que é totalmente irregular. E na quadra tem até umas “tochas de led”, o que deixa o cenário bastante futurista. Se quiser jogar lá, viaje até Munique. 

Para quem não entendeu ainda, a gente trouxe uma imagem acima que explica bem isso. Você vai ver que se trata de um “relevo montanhoso”. Só que não sabe, exatamente, porque uma quadra assim foi criada. Será que tem alguma finalidade esportiva, além do entretenimento?

9 – The Carrier (Estados Unidos)

É claro que entre as quadras de basquete mais famosas do mundo a gente não poderia deixar de citar uma que é americana, certo? Só que aqui, muito mais do que famosa, a gente também inclui a palavra “única”. É isso mesmo porque não estamos falando da NBA. 

Conheça as 10 quadras de basquete mais exóticas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Ou seja, o que você vai encontrar lá é um navio de guerra. O lugar recebe o nome de USS Carl Vinson e foi o palco para o duelo entre as principais universidades do país, sendo Michigan State e North Carolina. 

O endereço é: Navio USS Carl Vinson. Se você procurar na internet vai ver que esse navio realmente existiu e foi da Marinha dos Estados Unidos. Carl Vinson era um congressista estadunidense e o lançamento do navio aconteceu em 1980 há 40 anos. 

10 – Quadra Flutuante (Camboja)

Você que está lendo esse texto pode até duvidar, mas saiba que no Camboja mais de 1,4 milhão de pessoas vivem em vilas flutuantes. Ou seja, são casas e abrigos que ficam acima de plataformas que estão sobre a água. É diferente, mas é real. 

Conheça as 10 quadras de basquete mais exóticas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Assim sendo, não é de se espantar quando a gente imagina uma quadra de basquete sobre a água, não é? Agora, observe que ela possui proteção dos lados e em cima, afinal, se a bola cair fora da quadra iria ser um grande transtorno encontrá-la na água. 

Para quem quiser saber mais dessa quadra incrível e única, considere o seguinte endereço: Lake Tonle Sap, bem no coração do Camboja. Ah, e só para quem não se ligou, o Camboja fica no Sul da Ásia, sendo um Estado Soberano, que tem Rei e tudo. Faz fronteira com a Tailândia. 

A quadra da escola americana em Kampala (Uganda)

Tem uma escola norte-americana que fica em Uganda e que tem uma quadra de basquete que é bem interessante. A ideia foi criar esse campo para desenvolvedor grandes jogadores do basquete naquele continente. 

A gente não citou essa quadra acima porque ela faz contexto de uma história de profissionalização mesmo e não tem um fim apenas de entretenimento ou aproximação com a comunidade, como é o caso das 10 quadras citadas acima.