Premier League aprova substitutos permanentes de concussão

A Premier League disse que espera iniciar os testes de substituição de concussão permanente a partir de janeiro. Estes seguem os legisladores do futebol, o International Football Association Board (Ifab), aprovando os julgamentos em 2021.

ANÚNCIO

A nova regra significa que substituições permanentes podem ser feitas se um jogador sofrer uma lesão na cabeça, mesmo que todas as substituições já tenham sido feitas. Para evitar um possível abuso da regra, as equipes adversárias também poderão fazer uma alteração ao mesmo tempo.

No entanto, os clubes da Premier League votaram contra o uso de cinco substitutos pela terceira vez, apesar de Ifab ter confirmado uma extensão da regra na quarta-feira. Em vez disso, o número de jogadores da primeira divisão permitidos no banco aumentou de sete para nove. A medida entrará em vigor a partir da 14ª jornada, que começa no sábado.

Premier League aprova substitutos permanentes de concussão
Foto: (reprodução/internet)

“Com o bem-estar do jogador como prioridade da Premier League, os clubes concordaram em princípio em introduzir substituições de concussão permanentes adicionais após a aprovação do julgamento pelo International Football Association Board ontem”, disse a Premier League na quinta-feira.

ANÚNCIO

O posicionamento da Premier League

Ainda sobre a temática, a Premier League afirmou que irá  procurar “implementar protocolos que permitam um máximo de dois substitutos de concussão por equipe, com o lado adversário capaz de usar o número equivalente. As substituições de concussão adicionais podem ser feitas independentemente do número que a equipe já fez.”

Falando antes da última decisão de não permitir cinco substitutos, o presidente-executivo da Football Association Mark Bullingham, disse estar “surpreso” com os clubes da primeira divisão não terem aprovado a mudança.

Veja também: Premier League: Os novos apelos pelo retorno da cinco substituições

ANÚNCIO

A afirmação de Bullingham sobre os clubes da FA Cup

Bullingham alegou que os clubes que ainda competem na Copa da Inglaterra (FA Cup) poderão fazer cinco substituições, como podemos ver a seguir:

“Acho que quando começamos no nível do Ifab, esperávamos que todas as ligas líderes o encerrassem devido a uma temporada muito congestionada e com falta de pré-temporada”, disse Bullingham.

Premier League aprova substitutos permanentes de concussão
foto: (reprodução/internet)

Falando sobre substitutos de concussão permanentes, ele acrescentou: “Acho que temos que dizer claramente porque substitutos permanentes são melhores. Tivemos um grupo de especialistas em concussão reunido pela Fifa e Ifab para analisar isso e a visão deles é muito firme de que é mais seguro.”

Substitutos de concussão foram definidos para serem introduzidos nas competições de futebol das Olimpíadas de Tóquio em 2020, antes que os Jogos fossem adiados para 2021 por causa do coronavírus.

A gravidade da concussão

A capacidade de obter um diagnóstico mais preciso de lesões na cabeça tem ganhado destaque depois que vários membros da seleção inglesa vencedora da Copa do Mundo de 1966 foram diagnosticados com demência.

Premier League aprova substitutos permanentes de concussão
Foto: (reprodução/internet)

Stiles e Jack Charlton que morreram no início deste ano, tinham demência enquanto a família de Sir Bobby Charlton revelou recentemente que ele foi diagnosticado com a doença.

O ex-zagueiro do Tottenham, Jan Vertonghen, também explicou como sentiu os efeitos de uma contusão que sofreu ao jogar pelo Spurs nos nove meses seguintes.

Leia mais: Demência no futebol: PFA promete mudar após críticas

Traduzido e adaptado por equipe Ao Vivo Esporte

Fonte: BBC