Os 7 maiores campeões da natação mundial

Boa parte da história de qualquer esporte é contada por meio dos recordes e medalhas conquistados pelos campeões de cada modalidade. E a natação, de fato, é um dos esportes mais populares no mundo inteiro. Quem não fez, tem vontade de fazer, pois nadar é basicamente uma necessidade humana.

ANÚNCIO

Apesar de ser uma necessidade de sobrevivência e uma atividade recreativa, a natação pode se tornar um esporte altamente competitivo. Por isso, provavelmente é um dos esportes em que mais se consegue recordes e superações. Por não depender de companheiros e equipes, ser um campeão de natação depende apenas do desenvolvimento pessoal de cada nadador.

Os 7 maiores campeões da natação mundial
Fonte: (Reprodução / Internet)

Pensando nisso, elaboramos uma lista com os sete maiores nomes da natação mundial, com dados atualizados da competição mundial realizada no ano de 2019 – em Gwangju, na Coreia do Sul. Por isso, continue lendo para conferir quais são esses novos campeões mundiais que estão surpreendendo países e treinadores do mundo inteiro.

O Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos (FINA) – 2019

O Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos (ou Campeonato Mundial da FINA) é um dos eventos mais importantes – junto com os Jogos Olímpicos – nos esportes como polo aquático, mergulho, nado sincronizado e natação, que é exatamente o que nos interessa aqui.

ANÚNCIO
Os 7 maiores campeões da natação mundial
Fonte: (Reprodução / Internet)

O campeonato é organizado pela Federação Internacional de Natação, e nele é usada a piscina de 50m, ou “piscina longa”. O evento foi realizado pela primeira vez em 1973 e conta com os mais diversos tipos de modalidades para a natação, como livre, costas, peito, borboleta, medley e os revezamentos (quais sejam: Livre, Medley, Livre Misto e Misto Medley).

Kristof Milak da Hungria nos 200 metros borboleta 1:50.73

Desde o ano de 2017, Milak (Kristof) se tornou o melhor nadador do mundo nos 200 metros na modalidade borboleta e na final da Copa do Mundo de Gwangju, tornou-se um dos maiores da história. Ele ficou para trás apenas nos primeiros 50 metros, mas seu desempenho não perdeu mais, o que ainda lhe permitiu até olhar para os lados durante a acirrada disputa.

Os 7 maiores campeões da natação mundial
Fonte: (Reprodução / Internet)

Kristof Milak é uma das grandes figuras emergentes da natação. Com apenas 17 anos de idade já tinha vencido os 100 metros mariposa do Mundial de Budapeste, ocorrido no ano de 2017. Nessa competição, o nadador conquistou a medalha de prata.

ANÚNCIO

O húngaro se tornou o protagonista de uma competição na Coreia do Sul, onde o polêmico nadador chinês Sun Yang, marcado pela polêmica sobre um teste antidoping, após o qual ele não foi sancionado por uma forma defeituosa e terminou em sexto nos 800 metros livres.

Regan Smith dos Estados Unidos nos 200 metros costas 2:03.35

A jovem Regan Smith começou sua carreira cedo. Ela foi o grande nome feminino da Copa do Mundo de Gwangju quando tinha 17 anos. A marca foi quebrar o recorde mundial nas semifinais. Na final, ela venceu e nadou mais uma vez por volta dos 2:03, mas foi mais rápida na largada, apesar de não ter conseguido terminar tão bem.

Os 7 maiores campeões da natação mundial
Fonte: (Reprodução / Internet)

Como não havia acordo para sua participação para as competições individuais, Regan Smith foi nomeada pelo Comitê Técnico de Natação Americano para “abrir” o revezamento medley 4 × 100 americano. A nadadora não só abriu o evento, fazendo sua parte quanto ao solicitado e previsto, mas também estabeleceu um novo recorde mundial de 57:57.

Regan Smith tem quase 18 anos, a completá-lo no dia 17 de fevereiro deste ano e já se encontra na Seleção Americana desde o Mundial de Budapeste (2017). A nadadora também já repetiu no Pan Pacífico do ano retrasado, sendo nas duas equipes a nadadora mais jovem. Atualmente, treina no Riptide Swim Team com Mike Parratto.

Adam Peaty da Grã-Bretanha 56.88 nos 100 metros peito

Adam Peaty é a primeira pessoa a quebrar a barreira de 57 segundos de peito de 100 metros, e a primeira (e única) pessoa a quebrar a barreira de 58 metros. Essa marca foi conquistada nas semifinais da Copa do Mundo de Gwangju, onde ele fez um progresso significativo com base nas dificuldades que possuía, cujas não foram descobertas até 2018.

Os 7 maiores campeões da natação mundial
Fonte: (Reprodução / Internet)

Agora, Adam Peaty, de 22 anos, que – na verdade – tinha medo da água quando criança e fugia na hora do banho, hoje, conta com várias medalhas no currículo e não pretende parar por aí ainda. Confira a seguir algumas delas:

  • No ano de 2014, conquistou quatro medalhas de ouro europeias na piscina longa e três medalhas de prata na piscina curta.
  • Em 2015, ele ganhou duas medalhas de prata na Europa na piscina curta e três medalhas de ouro na piscina longa.
  • Em 2016, conquistou quatro medalhas de ouro nas piscinas europeias e, em seguida, ganhou uma medalha de ouro nas Olimpíadas e uma medalha de prata.
  • Em todas as áreas de 50 e 100 metros, ele investiu em bruços e estafetas, de estilo ou mistas. Dizem que é assim que se escreve uma nova era neste estilo.

Caeleb Dressel dos Estados Unidos nos 100 metros borboleta 49.50

O primeiro recorde mundial da carreira de Caeleb Dressel derrubou uma marca que era de Michael Phelps desde 2009 (considerado o melhor nadador em todo o mundo). Com uma melhor estratégia local e um tempo de volta mais lento, Caeleb abusou de suas habilidades básicas, que por acaso tinha uma braçada a mais do que o recorde anterior de Phelps de 49.82.

Os 7 maiores campeões da natação mundial
Fonte: (Reprodução / Internet)

Caeleb Dressel possui a melhor marca da era pós-vestuário, com 13 centésimos de diferença do recorde mundial original de César Cielo 20:91 realizado no ano de 2009. O que impressiona é que essa vantagem – que é muita para o desempenho de uma corrida de 50 metros-  o ajudou a ocupar a segunda posição com uma diferença de 41 centésimos de segundos.

Com 24 anos de idade, e participante das olimpíadas do Rio 2016, ele foi integrante dos revezamentos e já conta com as seguintes medalhas e recordes:

  • Recebeu ouro no 4×100 livre e 4×100 medley (este na eliminatória);
  • 15 medalhas em Mundiais de Longa (13 de ouro);
  • 9 medalhas em Mundiais de Curta, (seis de ouro);
  • Recebeu 8 medalhas em Gwangju (2019), 6 ouros e 2 pratas;
  • Recordista mundial dos 100 m borboleta na longa, e 50 m livre na curta.

Anton Chupkov da Rússia 2:06.12 nos 200 metros peito

A maneira de tocar de Chopkov era incrível e estabeleceu um recorde mundial. Embora soubesse que a estratégia de seu oponente era quebrar o recorde mundial no dia anterior, Chopkov permaneceu calmo e continuou a nadar de maneira quase passiva.

Os 7 maiores campeões da natação mundial
Fonte: (Reprodução / Internet)

Chopkov nasceu em 1997 na capital russa e começou a nadar para melhorar sua saúde. Na piscina, ele começou a caminhar por insistência de sua mãe para melhorar sua saúde. Quem sabe, talvez ele pegasse um resfriado com frequência, ou fosse necessário que melhorasse sua postura – a questão da saúde não foi ainda disponibilizada.

Ele foi treinado por Aleksandr Nemtyrev e treinou em natação na Escola de Esportes da Juventude Olímpica “Moscou Juventude”. Desde 2013, ele é membro da Equipe Nacional de Natação Juvenil da Federação Russa. A distância de natação de Chupkov em 2014 foi de 100 e 200 metros.

Matthew Wilson da Austrália 200 metros peito 2:06.67

Nas semifinais da Copa do Mundo de Gwangju, Matthew Wilson empatou o recorde mundial com uma velocidade surpreendente, atacando em quase 2 segundos desde o início. Wilson alcançou a conquista do mundial de natação no Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos (FINA) com um tempo de 2:08.52.

Os 7 maiores campeões da natação mundial
Fonte: (Reprodução / Internet)

O nadador de 22 anos já ganhou algumas medalhas para contar em sua biografia. Wilson teve um excelente desempenho em 2018, ganhando medalhas de bronze nos 200m peito nos Jogos da Commonwealth na Gold Coast e no Pan Pacific Championships em Tóquio.

Um recorde do Commonwealth no Adelaide Australian Championships 2019 fez os 200m peito em um tempo abrasador de 2:07.16, o que deixou o mundo alerta. O jovem nadador, nascido nas Montanhas Azuis, treina na piscina olímpica de Sydney sob o comando de Adam Kable.

Ariarne Titmus da Austrália 400 metros nado livre 3:58.76

A nadadora Ariarne Titmus conquistou, em 2019, um novo recorde da Oceania em uma prova, quebrando o jogo de Katie Ledecky que já estava marcando 7 anos consecutivos de um recorde antes inalcançável. A marca consolidou sua posição como a segunda melhor nadadora da história das competições.

Os 7 maiores campeões da natação mundial
Fonte: (Reprodução / Internet)

No revezamento 4 × 200 m do estilo livre feminino da Austrália 7:41.50 , a equipe campeã e a equipe dos EUA quebraram o recorde mundial (que se mantinha desde 2009) e ficaram em segundo lugar. Katie Ledecky assumiu a liderança, mas no final, a grande vencedora foi a nadadora australiana Ariarne Titmus.

Ariarne Titmus nasceu em 7 de setembro de 2000 em uma grande ilha do sul da Austrália: Launceston, uma cidade no estado da Tasmânia. O mais  interessante é que quase nunca saem da Tasmânia nadadores profissionais. Até 1984, pelo menos, a Austrália nunca teve sequer um nadador olímpico vindo da Tasmânia.