Neymar tem suspensão reduzida em decisão da CAS

Nos últimos tempos, o jogador brasileiro Neymar Junior acabou se envolvendo em várias polêmicas. Seja dentro ou fora das quatro linhas do gramado, o atleta tem rendido muitas pautas para os portais de notícias.

No entanto, nesta semana Neymar recebeu uma boa notícia a respeito de um julgamento que estava enfrentando na Corte Arbitral do Esporte. No último mês de abril, Neymar havia recebido uma suspensão em três partidas válidas pela Liga dos Campeões da Europa.

Neymar
Foto:(reprodução/internet)

Para saber mais sobre o caso e o que aconteceu para que a suspensão fosse estabelecida, não deixe de ler a continuação deste artigo.

As críticas de Neymar à arbitragem

O que parece é que até mesmo nas redes sociais o jogador Neymar não consegue passar despercebido. Com mais de 125 milhões de seguidores em seu Instagram, a plataforma foi o meio pelo qual um comentário acabou se tornando uma suspensão em duas partidas na Champions League.

Os fatos se desenvolveram entre os meses de março e abril, mas tudo começou em uma partida que realizada entre Paris Saint-Germain e Manchester United. O confronto era válido pela mesma competição, a Liga dos Campeões e o PSG acabou sendo eliminado após virar o jogo em uma cobrança de pênalti.

No entanto, foi justamente a marcação deste pênalti que causou toda a confusão. Marcado no último minuto do confronto, a sua validade ficou em discussão e provocou críticas em um comentário de Neymar em seu Instagram.

A consequência

Diante da atitude do jogador, a UEFA, entidade europeia, não ficou nada contente e resolveu tomar as devidas providências. Com isso, ficou decidido que Neymar seria punido com a suspensão em três jogos da fase de grupos da Champions. Ou seja, o jogador só iria entrar na metade desta fase da competição.

O conteúdo da publicação do atleta brasileiro continha uma foto da tela da televisão com o lance do pênalti e a mensagem: “Isso é uma vergonha. Ainda colocam quatro caras que não entendem de futebol para ficar olhando o lance em câmera lenta. Isso não existe. Como o cara vai colocar a mão nas costas?”

O artigo que foi tomado como base para que a a decisão da UEFA fosse concluída foi o 15º do código disciplinar da entidade europeia. Nesta legislação está escrito que todo tipo de atos de insulto contra os árbitros das partidas devem ser punidas. A sanção mais longa é a que Neymar recebeu, de 3 jogos em suspensão.

Como o cumprimento desta decisão só pode acontecer em competições que a UEFA organiza, ficou decidido que os jogos seriam os da Liga dos Campeões da Europa. Na época do ocorrido, Neymar não foi jogar a partida, pois estava em recuperação de uma fratura sofrida no quinto metatarso do pé direito em janeiro.

Redução da suspensão foi anunciada

Apesar de ter motivos suficientes para aplicar esta penalidade máxima sobre Neymar, o Paris Saint-Germain e o atacante entraram com recurso e tiveram um bom retorno. Ao invés de cumprir três partidas em suspensão, serão apenas duas.

Ulrich Haas é o único juiz responsável por este caso. A decisão foi firmada após uma audiência que contou com a presença de ambas as partes no último dia 13 em Laussane, na Suíça. Nesta semana, a Corte Arbitral do Esporte confirmou a decisão.

Com a nova resolução, o brasileiro está liberado para jogar na Champions contra o Bruges, no dia 22 de outubro. No jogo desta semana, contra o Real Madrid, no Parque dos Príncipes, Neymar ainda será um desfalque.