Mike Tyson diz que o título mundial veio muito cedo

Mike Tyson diz que sua corrida recorde para o topo do boxe peso-pesado mundial chegou muito cedo na vida, quando ele estava sob o peso de “vampiros emocionais”.

ANÚNCIO

Tyson está voltando ao boxe aos 54 anos em uma luta de exibição com Roy Jones Jr no sábado. Tem havido intriga sobre o que esperar e como o homem que se tornou o campeão dos pesos pesados ​​mais jovem da história – aos 20 anos – se sairá.

Continue lendo esse artigo para descobrir como estão os ânimos dos lutadores e dos espectadores com essa luta histórica!

Uma brincadeira estratégica

O campeão Tyson disse brincando que “Acho que Roy aguenta levar um tapa um pouco. Vai estar muito quente naquela cozinha”.

ANÚNCIO

Mas falando ao podcast ‘No Passion No Point’ de Eddie Hearn na BBC Sounds, Tyson pareceu despreocupado em suas ameaças a Jones e a probabilidade de qualquer briga séria estourar entre os dois está diminuindo conforme o evento se aproxima.

Mike Tyson diz que o título mundial veio muito cedo
Foto: reprodução/ internet.

O órgão que sancionou a exibição afirmou que ambos os lutadores usarão luvas de 12 onças, os oito rounds terão dois minutos de duração ao invés de três e que a dupla “não deveria tentar um nocaute”.

Parece que o evento foi criado para satisfazer a curiosidade de ver Tyson no ringue contra o ex-campeão mundial peso quatro Jones, 51, em vez de oferecer uma plataforma para qualquer um deles perseguir lutas futuras no esporte.

ANÚNCIO

Isso abriu espaço para que o passado de Tyson fosse revisitado, incluindo sua conquista do título mundial em 1986, sua prisão por estupro seis anos depois e os problemas financeiros e com drogas que se tornaram bem documentados mais tarde em sua vida.

“O melhor momento da minha vida foi provavelmente antes de eu ganhar o título”, disse Tyson a Hearn. “Quando ganhei o título, ficou complicado. Não era o momento certo para mim. Eu tinha muitos vampiros emocionais ao meu redor.”

Leia também: Boxe: Mike Tyson admite que arrancaria um pedaço da orelha de Evander Holyfield novamente

“Eu posso me proteger agora”

O podcast de Hearn mostra o promotor de boxe falando a indivíduos da cultura popular sobre as principais qualidades necessárias para alcançar o sucesso.

Tyson, que diz que começou a lutar quando um grupo de homens tentou roubar os pombos que ele coletou quando criança, há muito defende a orientação que recebeu de Cus D’Amato.

Ele acredita que seu falecido treinador ofereceu-lhe uma direção oportuna na vida, mas diz que só nos últimos anos aprendeu a controlar verdadeiramente alguns dos comportamentos formados enquanto crescia em Brownsville, Nova York.

“Esse garoto está sempre em mim”, acrescentou Tyson. “Agora eu sei como tratá-lo, como protegê-lo. Eu não o estava protegendo quando estava indo para a cadeia e todas essas coisas malucas.”

“A melhor coisa que pode acontecer a qualquer jovem é ter um modelo diligente que se preocupe com eles. Os sentimentos devem ser mútuos. Seu objetivo deve ser fazê-los felizes – ser o homem de que eles precisam estar.”

“Basta pensar onde eu estaria sem o boxe. Não quero nem pensar onde estaria sem esse belo esporte. Estou vivendo com responsabilidade, estando presente. É isso que significa para mim agora”, finalizou o campeão.

Traduzido e adaptado por equipe Ao Vivo Esporte

Fonte: BBC