Descubra as melhores técnicas para jogar vôlei além da recreação

Se você joga vôlei apenas para se divertir, ótimo. Saiba que dá até para criar regras próprias e combinar ataques ou defesas, tempo de jogo e tudo mais. Só que para quem quer jogar de forma um pouco mais profissional, entender os fundamentos e as táticas é fundamental. 

ANÚNCIO

Nesse texto, você vai ver sobre o passe, o saque, o ataque, o bloqueio, além de entender o esquema de 6×0, 3×3 e até mesmo aquele que usa um jogador infiltrado. Entenda isso e surpreenda-se com esse esporte em equipe, que é um dos mais populares do mundo. 

Descubra as melhores técnicas para jogar vôlei além da recreação
Foto: (reprodução/internet)

Esses serão alguns dos tópicos abordados no decorrer desse texto:

  • A partida de vôlei
  • Os fundamentos do vôlei
  • O saque
  • O passe
  • O levantamento
  • O ataque
  • O bloqueio
  • Os sistemas táticos
  • Esquema 6×0
  • Esquema 3×3
  • Esquema 4×2
  • Esquema 5×1
  • Sobre a bola de vôlei

A partida de vôlei

Antes de a gente falar dos fundamentos e dos esquemas táticos do vôlei, a gente precisa entender como uma partida funciona e acontece. Primeiro, saiba que não há um limite de substituições, como acontece no futebol. Depois, considere ser 6 jogadores de cada time na quadra. 

ANÚNCIO
Descubra as melhores técnicas para jogar vôlei além da recreação
Foto: (reprodução/internet)

Cada equipe que marca o ponto tem o direito ao saque. E a partida se divide em sets. Sendo que vence quem levar vantagem em um sistema melhor de 3. Ou seja, quem vencer 3 deles primeiro. Para que se termine um set é preciso marcar 25 pontos.

Mas, quando as equipes vencem 2 sets cada uma, então, o último set (5º set) tem 15 pontos apenas. Ah, e em todo set é preciso sempre abrir 2 pontos de vantagens. Ou seja, 25-23, 27-25 ou um diferencial maior do que esse. 

Os fundamentos do vôlei

Para quem está começando a estudar ou jogar vôlei estudar os fundamentos básicos é o primeiro passo. Leve em conta que estamos falando do que é essencial para quem um jogo aconteça. E, quanto mais o jogador entender e praticar essas ações, melhor ele será. 

ANÚNCIO
Descubra as melhores técnicas para jogar vôlei além da recreação
Foto: (reprodução/internet)

Abaixo, a gente listou todos os 5 fundamentos básicos do vôlei, desde o saque até o bloqueio. Continue lendo com atenção para entender. Aliás, só de compreender cada ação dessa você já poderá imaginar em qual posição vai se dar melhor dentro das quadras. 

O saque

Algumas das técnicas mais eficazes para se tornar um jogador de vôlei profissional é conhecer e aprimorar o saque. Mas o que é o saque? É a forma de iniciar um ponto. Ou seja, é o lançamento da bola por um jogador para o time adversário, ultrapassando a rede.

Descubra as melhores técnicas para jogar vôlei além da recreação
Foto: (reprodução/internet)

Esse lançamento é feito com as mãos e na linha de fundo da quadra. Atualmente, a gente tem duas técnicas mais comuns usadas aqui. A primeira é forçar o saque, ou seja, colocar o máximo de força possível nesse movimento, ainda que ele possa ser mais arriscado.

O próximo é apenas passar a bola para o adversário. Assim, as chances de erros são mínimas, porém, isso também permite um contra-ataque do time adversário. Durante o jogo, dá para variar a tática entre uma e outra, conforme a pontuação e o sacador. 

O passe

Outra dica muito importante é saber sobre o passe. Inclusive, saiba que se você está jogando vôlei agora, no começo, aprendendo, o passe é um dos fundamentos mais importantes e que pode dizer muito sobre a sua técnica para esse esporte. Parece fácil, mas não é. 

Descubra as melhores técnicas para jogar vôlei além da recreação
Foto: (reprodução/internet)

Isso porque o movimento também é chamado de recepção e existem, hoje em dia, duas formas de fazê-lo. A primeira é famosa “manchete”, que é muito mais comum e é feita com os braços estendidos e as mãos unidas. 

Mas também dá para fazer com o toque. Nesse caso, quem vai ser acionado serão os dedos das mãos. Em ambas as técnicas, o objetivo é o de passar a bola para outro jogador do mesmo time, como uma espécie de passe, para que o time prepare um bom ataque. 

O levantamento

Se você notou, a gente está falando de uma sequência óbvia que funciona no voleibol masculino e feminino ou misto. Primeiro, alguém saca. Depois, um jogador do time adversário defende (passe) e a partir disso vem o levantamento e o ataque (corte). 

Descubra as melhores técnicas para jogar vôlei além da recreação
Foto: (reprodução/internet)

O levantamento fica entre a defesa e o ataque. Assim, imagine a cena: alguém defende a bola e joga para o ar, então, vem outro jogador que vai levantar a bola para alguém atacar. Esse levantamento tem uma função importantíssima. 

Isso porque se for mal feito, o atacante pode não conseguir fazer o corte ideal (dar a cortada). Mas, se for bem-feito, então, há grandes chances de o time marcar o ponto. O formato da imagem do levantamento é de uma parábola e dá para fazer isso com toque ou manchete. 

O ataque 

O ataque é a cortada, que também pode acabar sendo apenas uma passada, dependendo de como o passe do levantador vai chegar. Nesse caso, que é um 3º toque do mesmo time, é preciso que o jogador passe a bola para o time adversário. Quase sempre se usa a força.

Descubra as melhores técnicas para jogar vôlei além da recreação
Foto: (reprodução/internet)

Mas a estratégia também pode ser a de simplesmente passar a bola para o outro lado. Atualmente, esse é o fundamento mais treinado pelos jogadores de vôlei e é o mais emocionante numa partida. O objetivo é fazer com que a bola toque no campo adversário. 

algumas regras nesse sentido. Por exemplo, se for algum jogador da “defesa” que vai cortar, então, ele deve estar atrás de uma linha da quadra. Já os atacantes podem cortar de qualquer lugar da quadra. 

O bloqueio

Bem, se por um lado temos um saque, depois o outro time pode dar mais 3 toques até atacar, agora vem a vez da defesa. A defesa, que geralmente começa pelo time que sacou, pode ser feita por passes ou bloqueios. O passe você conhece, mas o bloqueio não.

Descubra as melhores técnicas para jogar vôlei além da recreação
Foto: (reprodução/internet)

O que temos é uma espécie de “block” quando um, dois ou mais jogadores do time adversário “sobem” na rede para “fechar” a passagem da bola. Então, quanto mais altos e maior impulso eles usarem mais difícil é para o ataque que está cortando marcar o ponto. 

O bloqueio também é feito com um toque. Que pode ser involuntário. Isso porque o corte do time adversário pode ser forte e a bola apenas vai bater na mão dos bloqueadores. E se a bola voltar para a quadra adversária e cair no chão, os bloqueadores levam o ponto. 

Os sistemas táticos

Acima, a gente acabou de ver que tem fundamentos básicos que precisam ser seguidos para que o jogo de vôlei aconteça. Correto? No entanto, fica praticando de forma simples essas ações pode tornar o jogo mais lento e monótono. Nesse caso, entram os sistemas.

Descubra as melhores técnicas para jogar vôlei além da recreação
Foto: (reprodução/internet)

Mas, o que é um sistema tático? É uma forma de o time se posicionar dentro da quadra para que “confunda”, o time adversário. Isso aumenta a dinâmica do jogo e torna um time menos previsível. No vôlei profissional, esses sistemas são totalmente imprescindíveis. 

O esquema 6×0

A ideia é que nesse sistema todos os jogadores façam papéis de atacantes, defensores e levantadores. Ou seja, é muito válido para quando um time tem os jogadores em níveis parecidos para cada função. Sendo que podem executá-la cada uma delas. 

Descubra as melhores técnicas para jogar vôlei além da recreação
Foto: (reprodução/internet)

Dessa maneira, o time adversário ficará sem saber, exatamente, quem vai atacar/cortar. E sem contar que fora do âmbito profissional, esse é o sistema mais usado em treinamentos para que todos os jogadores possam presenciar e vivenciar cada uma das funções na quadra

O esquema 3×3

Se você entendeu o esquema acima, esse é mais fácil. Leve em conta que a ideia é ter um sistema que considera as habilidades individuais de cada jogador. Só que são habilidades não tão específicas assim. Elas se dividem, apenas, em ataque e defesa.

Descubra as melhores técnicas para jogar vôlei além da recreação
Foto: (reprodução/internet)

Ou seja, a gente vê um time formado por 3 atacantes e 3 levantadores que se intercalam na quadra. O entrosamento entre os atletas da equipe começa a se fazer necessário para que as jogadas saiam com mais naturalidade. 

O esquema 4×2

Outro sistema de jogo, que é tático e pode ser usado no vôlei, tem a ver com 2 levantadores que ficam nas diagonais e o restante do time (4) são atacantes que se revezam entre os cortes. Esse é um esquema bastante agressivo também. 

Descubra as melhores técnicas para jogar vôlei além da recreação
Foto: (reprodução/internet)

Só que a divisão na quadra se dá da mesma forma que falamos acima: ataque e defesa. O diferencial é que cada atacante ou defensor ficará responsável por uma área/zona. Logo, é um sistema que acaba sendo bacana para times mais experientes e entrosados. 

O esquema 5×1

Esse é um esquema dos mais profissionais possível. Ele é chamado de 5×1 com infiltração. Logo, só tem um único levantador, que tem toda liberdade para defender na quadra. Já no ataque ele volta para a sua função inicial. Hoje, entre as Seleções, é a mais usada. 

Descubra as melhores técnicas para jogar vôlei além da recreação
Foto: (reprodução/internet)

Por isso, a gente tem o líbero, que é esse defensor geral do time. Basicamente, o que acontece é que ele não pode atacar e nem realizar saques. Já os outros jogadores se revezam no levantamento e nas cortadas. 

Sobre a bola de vôlei

Para fechar o assunto, vamos trazer aqui uma curiosidade, que é sobre a bola usada nos jogos de vôlei. Saiba que elas são diferentes das bolas usadas em outros esportes. Elas possuem entre 65 e 67 cm de diâmetro e pesa entre 260 e 280 gramas. 

Já o material usado é o couro sintético. E ela segue as determinações da Federação Internacional. Além da bola, que é comum para todos os jogadores, cada um deles pode ter seus equipamentos de proteção, como joelheiras, meias, tênis para vôlei, etc.