Marta é a melhor jogadora do mundo

Neste domingo, dia 9 de junho, Marta a melhor jogadora do mundo, entra em campo pela seleção feminina de futebol em busca do primeiro título mundial para o Brasil. Em duas oportunidades o Brasil ficou entre as quatro melhores seleções. Em 1999, a equipe canarinha ficou em 3° lugar e em 2007 terminou como vice campeã.

A competição, que começa nesta sexta (7 de junho), conta com 24 seleções e é disputada de quatro em quatro anos. Nesta oitava edição, as favoritas são a França (dona da casa), Estados Unidos e Alemanha, prometendo ser um dos maiores eventos esportivos do mundo. A seleção americana é a maior vencedora com com três títulos. Em segundo lugar está a Alemanha com dois títulos, enquanto Noruega e japão tem uma conquista cada.

Marta a melhor do mundo
Marta sendo eleita melhor do mundo

Quer saber mais sobre o corte de Neymar da Copa América, maior jogador brasileiro da atualidade, confira nossa matéria especial.

As seleções estão divididas em seis grupos de quatro equipes cada, com três confrontos na primeira fase. Os primeiros e segundos lugares avançam para as oitavas, além dos quatro melhores terceiros colocados.

Marta é a melhor jogadora de todos os tempos

Ano passado, foi eleita mais uma vez, a melhor jogadora do mundo. Em outras palavras, ela é a grande esperança de título para o Brasil. Depois do sexto troféu ela declarou:

ANÚNCIO

Eu realmente estou sem palavras, pois é um momento fantástico. As pessoas falam: você já foi tantas vezes e se emociona sempre. Sim, faço isso porque representa muito para mim“.

Com tantos troféus, a brasileira disse que ainda tem bastante lugar para guarda-los.

Pode ter certeza que há espaço em casa para tudo que já ganhei desde a primeira medalha que ganhei no colégio. Tem um lugar especial para esse também“.

Outro feito importante de Marta foi na temporada 2017/2018, quando chegou a Liga Americana. Ela marcou 13 gols e deu 6 assistências. Posteriormente, de acordo com FIFA, Marta foi importante para o crescimento no campeonato mais difícil do mundo. Além disso, contando com a temporada de 2018, ela ainda marcou 17 gols e deu 10 assistências na Liga Americana.

Acima de tudo, Marta é sinônimo de dribles, velocidade e ousadia. Foram essas qualidades que fizeram o mundo olhar para ela com atenção. Aos 14 anos virou profissional. Posteriormente aos 17 anos disputou sua primeira Copa e concorreu ao prêmio de melhor jogadora do mundo. Desde que se profissionalizou, ela ficou fora apenas uma vez da disputa de melhor jogadora do planeta.

É lógico que a gente muda depois de tantos anos no futebol. Mas não a essência, o jeito de jogar, os objetivos e desafios são os mesmos daquela garotinha que tinha 17 anos na primeira vez que foi indicada até agora. A vontade de querer estar sempre mostrando seu melhor, a ousadia de partir para cima é a mesma“… afirmou ela.

ANÚNCIO