Katelyn Ohashi, da ginástica, tem impressionado o mundo todo – Descubra os motivos

Aos 21 anos, ela fez acrobacias ao som de Michael Jackson e tirou a pontuação máxima da ginástica. O que pouca gente sabe é que antes disso, aos 17 anos, ela abandou a competição de elite por sofrer muita pressão e estar fadada pelas lesões.

ANÚNCIO

Hoje, Ohashi é um símbolo do empoderamento das mulheres no esporte. Para quem não conhece esse nome, saiba que está tudo bem e você vai conhecer agora. Até mesmo porque em 2013, ela chegou a vencer a famosa Simone Biles, que você também já ouviu falar.

Katelyn Ohashi, da ginástica, tem impressionado o mundo todo – Descubra os motivos
Foto: (reprodução/internet)

Quem é Katelyn Ohashi

Ela começou na ginástica aos 3 anos e não conseguiu participar dos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres, porque não tinha idade mínima. Depois, sofreu muito com as lesões e saiu da elite. Porém, voltou a ser uma nota 10. Como tudo isso aconteceu você descobre agora.

Katelyn Ohashi, da ginástica, tem impressionado o mundo todo – Descubra os motivos
Foto: (reprodução/internet)

Houve um tempo em que estava no topo do mundo. Era uma esperança olímpica. Era invencível. Até deixar de ser”, ela disse em recente entrevista, após um boom midiático sobre o seu nome.

ANÚNCIO

Para chegar e merecer o sorriso mais bonito da prova, ela passou muitas semanas difíceis, de treinos, de expectativas, de lesões. Só que a história é surpreendente, comovente e inspiradora. A partir do próximo tópico, você vai conhecer tudo sobre Ohashi.

O histórico de Ohashi na ginástica

Como mencionado acima, ela entrou na ginástica aos 3 anos. Isso porque andava pelo pavilhão dos treinos e via como tudo acontecia naquele lugar. Quando completou 9 anos de idade, foi para Missouri com a mãe e um dos irmãos.

Katelyn Ohashi, da ginástica, tem impressionado o mundo todo – Descubra os motivos
Foto: (reprodução/internet)

Foi a partir daí que a sua profissionalização começou. Afinal, ela entrou no Great American Gymnastics Experience. Três anos mais tarde, quando ela tinha 12, foi para o Texas e passou a fazer parte do World Olympic Gymnastics Academy.

ANÚNCIO

O problema é que ela teve uma grave fratura nas costas e passou a ter vários problemas no ombro também. O desígnio, como ela mesmo chama, fez com que fosse comparada a “um pássaro que não consegue voar”.

Ainda sobre o histórico

E apesar dessa pausa para falar das lesões, saiba que antes disso, quando tinha apenas 13 anos, ela ganhou provas de barras assimétricas em campeonatos nacionais juniores. Sendo que isso a deixou em segundo lugar no All Around.

Katelyn Ohashi, da ginástica, tem impressionado o mundo todo – Descubra os motivos
Foto: (reprodução/internet)

Um ano depois, ela venceu a trave de novo e em 2012, além da trave, levou mais duas pratas. Em condições normais, com uma 5ª posição no All Around, ela integraria a equipe dos Estados Unidos dos Jogos de Londres. Porém, ela não tinha idade mínima para isso.

Aliás, em 2013, ela também venceu o American Cup, que é uma das maiores competições de ginástica do mundo. E como você sabe, logo após isso ela começou as suas operações, como do ombro e, então, não foi bem no restante das competições que viria a disputar.

Um passo para trás

Sem muito sucesso a partir disso, em 2015, para piorar a situação, ela teve mais uma lesão, só que agora nas costas. E a recomendação também era de uma nova cirurgia. Exausta, Katelyn não teve outra opção, se não a de dar um passo para trás. 

Katelyn Ohashi, da ginástica, tem impressionado o mundo todo – Descubra os motivos
Foto: (reprodução/internet)

Foi assim que ela decidiu abandonar o nível de elite, indo para a UCLA Bruins, que é uma equipe feminina de ginástica da Universidade da Califórnia. E essa passagem foi determinante para que depois ela pudesse dar dois passos adiante e tirar uma nota 10, como sabemos.

“A UCLA me fez ter um novo objetivo e voltar a amar o esporte. A minha mãe não estava pronta para isso, para abandonar a ginástica. Mas, depois, viu que eu estava contente e me tornei uma nova pessoa”, ela comentou em entrevista. 

A nota 10

Foi ao som de Michael Jackson e Tina Turner que ela conseguiu provar o seu valor, de novo, na ginástica. Aos 21 anos, ele voltou a fazer o que gosta e que havia começado lá atrás, aos 3 anos. E dizem que ela estava tão maravilhosa como nos ouros de 2012.

Essa nota 10 foi em 2019, um pouco antes de a pandemia se instalar no mundo. E a performance de Katelyn chamou a atenção de toda a internet, sendo que o vídeo dela e as fotos se viralizaram rapidamente – sem que as pessoas conhecessem a história por trás.

Tudo aconteceu de uma competição em Anaheim, nos Estados Unidos. O vídeo com o exercício que ela fez, disponibilizado acima, tem mais de dezenas de milhões de visualizações. E pode-se dizer que em pouco menos de 2 minutos, já é possível se encantar com a performance da atleta.

O que ela disse

Após a apresentação, em sua conta no Twitter, Ohashi foi irônica, ao compartilhar o próprio vídeo, que foi publicado na página da sua equipe, a UCLA Gymnastics. A frase que ela usou foi a seguinte: “um 10 não é suficiente para esse exercício de solo”. 

Katelyn Ohashi, da ginástica, tem impressionado o mundo todo – Descubra os motivos
Foto: (reprodução/internet)

Vale lembrar que após a frase, ela ainda se tornaria cocampeã da Associação Nacional Esportiva Universitária em exercícios de solo.

Já no fim do ano, quando tinha 22 anos, ela disputou o Aurora Games, que é um festival feminino em Albany, nos Estados Unidos. E, com a coreografia da música “Proud Mary”, da Tina Turner, ela tirou outro 10.

Todas as conquistas de Ohashi

Considere que até o ano de 2012, Katelyn foi um dos principais nomes da ginastica mundial. Por exemplo, nesse ano, ela venceu o Campeonato Pacifico Jr. em praticamente todas as modalidades: equipe, individual geral, barras assimétricas, trave de equilibro e solo.

Katelyn Ohashi, da ginástica, tem impressionado o mundo todo – Descubra os motivos
Foto: (reprodução/internet)

No mesmo ano, ainda ficou com o ouro do Nacional Jr. nas barras assimétricas, além das pratas na trave de equilíbrio e no solo. E também venceu o Jesolo Trophy Jr. por equipe. 

O seu primeiro título de destaque veio em 2010, com o Nacional Jr. só que na categoria de barras assimétricas. No mesmo ano, ela venceu a prata do individual geral. Sendo que já havia conseguido uma prata nessa competição, em 2009, no solo. 

Outros detalhes sobre a ginasta

Há ainda outros detalhes que pouca gente sabe sobre a Katelyn, como o fato de que ela tem três irmãos mais velhos, sendo Ryan, Kyle e Kalen. Além disso, ela é descendente de alemães e japoneses.

Katelyn Ohashi, da ginástica, tem impressionado o mundo todo – Descubra os motivos
Foto: (reprodução/internet)

Fora isso, ela tinha problemas com a própria imagem corporal, sendo que foi alvo de insultos por longa data. E isso acabou ficando “escondido” da mídia, já que os motivos para a queda de rendimento dela teriam sido as cirurgias. 

Porém, com aconselhamento mental da UCLA, ela conseguiu dar a volta por cima, como bem sabemos. Esse período da vida dela foi entre 2013, quando ela já havia somado vários títulos até 2019, quando voltou a vencer, na competição estudantil. 

“Diziam que eu parecia uma porca”

E foi em meio aos 10 perfeitos que ela conseguiu em 2019 que saíram as principais matérias dando voz a atleta. Uma das frases mais chocantes que ela disse foi “diziam que eu não parecia uma ginasta e sim uma porca ou que eu havia engolido um elefante”. 

Katelyn Ohashi, da ginástica, tem impressionado o mundo todo – Descubra os motivos
Foto: (reprodução/internet)

A norte-americana chegou a vencer a americana Simone Biles, que hoje é uma multicampeã olímpica, como vamos detalhar mais abaixo. Isso foi durante a Copa Americana de 2013.

“Como ginastas, nossos corpos estão constantemente sendo vistos em maiôs. Eu me sentia muito desconfortável me olhando no espelho. Eu me sentia desconfortável na academia. É como se alguém sempre estivesse me olhando. Odiava tirar fotos”. 

Ohashi no empoderamento feminino

Foi após todos os títulos, comentários e capas de revistas que Ohashi se viu como pela importância para a defesa e o empoderamento das mulheres. Assim, iniciou o debate, pode onde passa. 

Katelyn Ohashi, da ginástica, tem impressionado o mundo todo – Descubra os motivos
Foto: (reprodução/internet)

Agora eu tenho vontade de atuar nessas questões das mulheres. Eu luto pelo empoderamento feminino. Os corpos de todas são diferentes e não há um modelo perfeito. É importante estar confortável com a única pessoa que importa: você mesmo”, disse a atleta.

Para saber mais sobre a Katelyn Ohashi

Para quem gostou dessa história e quer saber, considere que a norte-americana está estampada em vários sites e jornais do seu país. Além disso, faz parte da lista de jogadoras do Comitê das Olimpíadas local. Atualmente, ela tem 24 anos e um futuro promissor. 

Katelyn Ohashi, da ginástica, tem impressionado o mundo todo – Descubra os motivos
Foto: (reprodução/internet)

Atualmente, ela treina com as orientações de Valeri Liukin no World Olympic Gymnastics Academy, no Texas, e é considerada de nível “Junior Elite Internacional”. A especialidade principal é a trave, mas ela também tem feito apresentações em saltos, solo e barras.

Sobre Simone Biles

Sobre a Biles, que atualmente é o nome mais falado da ginastica norte-americana, saiba que ela é uma profissional que atua pelos Estados Unidos e é especialista na ginastica artística. Ela tem 25 medalhas em campeonatos mundiais e é a mais condecorada da história do seu país.

Em Olimpíadas, ela soma 4 ouros, sendo todos no Rio de Janeiro, como por equipe, no individual geral, no solo e no salto. No mesmo ano e mesma competição, ela conseguiu o bronze na trave. Já nas barras, ela tem uma prata no Mundial de 2018.