K League – tudo o que é necessário saber sobre a Liga de Futebol da Coreia do Sul

FC Seoul e Gangwon FC. Talvez esse sejam os dois nomes dos clubes da Coreia do Sul mais conhecidos pelo mundo todo. Porém, a competição é composta por 20 clubes na sua divisão de elite. E a equipe com mais títulos é a Jeonbuk, seguida da Seongnam.

ANÚNCIO

Ou seja, tem muitas curiosidades sobre o futebol da Coreia do Sul que você ainda não sabe. Por exemplo, a K League, que a principal competição nacional de futebol de lá já teve como artilheiro um tailandês, um iugoslavo, brasileiros, um português e um de Montenegro.

K League – tudo o que é necessário saber sobre a Liga de Futebol da Coreia do Sul
Foto: (reprodução/internet)

A história da K League

A competição mais importante do país começa em 1983, sendo chamada de Korean Super League. Na ocasião, apenas 5 clubes sul-coreanos participaram do evento, sendo o campeão Hallelujah, além de Elephants, Dolphins, Daewoo Royals, Kookmin Bank. 

K League – tudo o que é necessário saber sobre a Liga de Futebol da Coreia do Sul
Foto: (reprodução/internet)

No ano de 1998, a competição passou a ser chamada de K-League e cresceu, sendo que começou a contar com 16 equipes, o que aconteceu até 2012. Atualmente, ela é considerada uma das principais ligas de toda a Ásia. 

ANÚNCIO

Uma curiosidade é que os times podem mudar de nome conforme os patrocinadores, mantendo apenas o nome da cidade onde o clube tem sede. Os campeões e os vices são credenciados na AFC Champions League e o terceiro vai para a fase preliminar.

O que é a AFC Champions League

Aqui vale mencionar uma curiosidade. A Liga dos Campeões da AFC é uma espécie de Liga dos Campeões da Ásia. A sigla AFC vem de Confederação Asiática de Futebol e o torneio define o melhor clube do continente asiático. 

K League – tudo o que é necessário saber sobre a Liga de Futebol da Coreia do Sul
Foto: (reprodução/internet)

É equivalente a Liga dos Campeões da UEFA na Europa e a Copa Libertadores da América na América do Sul. A AFC é quem indica o representante asiático no Mundial de Clubes da FIFA. Ao todo, existiram 39 edições dessa liga, que já foi chamada de Copa dos Campeões.

ANÚNCIO

No último ano, o campeonato mudou de formato e agora recebe 40 clubes, sendo em 10 grupos. São partidas de ida e volta. Os clubes sul-coreanos ficam na região Leste e joga contra os australianos, chineses, indonésios, malaios, japoneses, etc. 

A Coreia do Sul no AFC Champions League

A Coreia do Sul está muito bem representada nessa competição asiática. Isso porque eles foram os que mais venceram, sendo 12 troféus. O Japão tem 7 títulos e a Arábia Saudita tem 5. O Pohang Steelers tem 3 títulos. Depois vem Seognam, Suwon e Jeonbuk, com 2 cada.

K League – tudo o que é necessário saber sobre a Liga de Futebol da Coreia do Sul
Foto: (reprodução/internet)

O último título da Liga dos Campeões, por exemplo, foi para outro país da Coreia do Sul, o Ulsan Hyundai, que venceu na temporada de 2020. Os prêmios de Fair Play foram vencidos por sul-coreanos por 6 vezes entre 2008 e 2020.

Já entre os artilheiros, apenas 2 sul-coreanos aparecem na lista. Em 2004, o Kim Do-Hoon, do Seognam foi quem mais marcou, sendo 9 gols. E em 2011 foi o Lee Dong-Gook, do Swon Bluewings, com 9 gols também. 

Como acontece o K League, o nacional da Coreia do Sul

A competição é uma das nacionais com o menor número de equipes, sendo um total entre 12 e 20. Assim, tem um formato que é bem diferente do que é padronizado no restante do mundo. Ou seja, não aconteceu em jogos de ida e volta em uma disputa de pontos corridos. 

K League – tudo o que é necessário saber sobre a Liga de Futebol da Coreia do Sul
Foto: (reprodução/internet)

O que acontece são 3 turnos, e sim, de pontos corridos. Logo, ao final, há uma divisão entre dois grupos com 6 times cada. A partir da classificação, há uma fase de pós-temporada, que vem em sistema de pontos corridos, também. 

Depois, os clubes que se classificaram acabam jogando um total de 38 jogos. O último colocado é rebaixado dando lugar ao primeiro da K League Challenge, que é uma espécie de segunda divisão. Já o penúltimo disputa a vaga com os outros 3 colocados da divisão abaixo.

Onde acompanhar a K League

Se você tem interesse pelo futebol sul-coreano, saiba que alguns canais de assinatura passam e reprisam os jogos da K League. Mas, para quem quer saber tudo em tempo real, a melhor ideal é buscar alguma plataforma que atualize os jogos e as tabelas.

K League – tudo o que é necessário saber sobre a Liga de Futebol da Coreia do Sul
Foto: (reprodução/internet)

 

Hoje em dia, há vários deles. Por exemplo, o Goal, que tem uma tabela atualizada ao vivo. Além disso, eles citam matérias, notícias e informações importantes sobre o futebol asiático.

Os artilheiros da K League

Uma das curiosidades mais bacanas de falar desse campeonato é que os artilheiros em maioria foram sul-coreanos mesmo. Ou seja, nas 34 primeiras edições apenas 12 artilheiros nacionais não eram da Coreia do Sul. E aqui vale alguns destaques. 

K League – tudo o que é necessário saber sobre a Liga de Futebol da Coreia do Sul
Foto: (reprodução/internet)

Por exemplo, na terceira edição da competição, em 1985, o tailandês Piyapong Pue-On foi o líder de gols com 12 tentos marcados em 21 jogos. Em 1999 foi iugoslavo e em 2002 um português, o Edmilson. Já em outras 6 edições os artilheiros foram algum brasileiro. 

Mas, uma curiosidade final que precisa ser contada aqui é sobre as edições de 2011, 2012 e 2013 que teve um mesmo artilheiro e ele não era do Brasil e nem da Coreia do Sul. Estamos falando do Dejan Damjanovic, de Montenegro. Só em 2012 ele marcou 31 gols em 42 jogos.

Os clubes mais campeões da K League

Até aqui, grandes clubes que não venceram ainda a divisão mais importante da K League são: Gyeongnam, Chunnam Dragons e Incheon United. Eles ficaram apenas com os vices. Já o Jeju United e o Hallelujah venceram uma única vez cada um.

K League – tudo o que é necessário saber sobre a Liga de Futebol da Coreia do Sul
Foto: (reprodução/internet)

Depois, vem o Ulsan Hyundai com 2 títulos. E com 4 títulos, temos o Suwon Samsung e o Busan IPark. Já com 5 troféus do campeonato sul-coreano, vem o Pohang Steelers. O FC Seoul, que é um dos mais tradicionais do país tem 6 títulos conquistados, sendo o último em 2016.

Já os dois maiores campeões do K League são: Seongnam com 7 campeonatos vencidos, sendo o último em 2006. E depois vem o Jeonbuk, que tem 8 troféus, sendo que venceu 4 últimos torneios de forma consecutiva. 

Como se tornar jogador de futebol na Coreia do Sul

Uma próxima dúvida que muita gente tem é sobre como se tornar jogador de futebol na Coreia do Sul. Afinal, será que é um processo diferente do que acontece nos outros países, como europeus e sul-americanos? Em partes, não. É tudo muito parecido.

K League – tudo o que é necessário saber sobre a Liga de Futebol da Coreia do Sul
Foto: (reprodução/internet)

Assim sendo, existem as peneiras, que são avaliações abertas para contratar jogadores mais jovens. Depois, tem os olheiros, que ficam em toda parte do mundo selecionando atletas já formados em clubes internacionais. E tem os agentes, que é quem vai “vender” um jogador.

Independente da escolha, se for do agente ou da peneira, considere que o jogador interessado vai fazer uma viagem de testes. Assim, já na Coreia do Sul, ele poderá fazer treinos e jogos para saber se terá futuro naquele clube. 

Por que a Coreia do Sul tem atraído jogadores de futebol

Você não precisa ser o maior conhecedor do futebol para saber que a Coreia do Sul tem atraído jogadores do mundo todo. Certo? Mas, por que será que isso tem acontecido? Na verdade, há vários benefícios de se jogar futebol por lá. 

K League – tudo o que é necessário saber sobre a Liga de Futebol da Coreia do Sul
Foto: (reprodução/internet)

Por exemplo, ainda que hoje seja praticado em bom nível, o futebol na Coreia do Sul é visto como novidade, já que não tem a mesma profissionalização e tradição do que outros países. Sem contar que é um país muito diferente do ponto de vista da cultura.

Assim, uma viagem até lá, para jogar bola, pode significar muito para a carreira e a vida de uma pessoa. Além da experiência de vida, dá para falar também da valorização do atleta, que é de grande respeito em toda a Ásia. Portanto, os salários e prêmios costumam ser ótimos. 

Dá para se naturalizar e ter a cidadania coreana também

Essa é outra vantagem para os jogadores que pensam em vestir a camisa da Coreia do Sul, por exemplo. Lembrando que para isso é preciso respeitar alguns critérios. 

K League – tudo o que é necessário saber sobre a Liga de Futebol da Coreia do Sul
Foto: (reprodução/internet)

Entre eles, fazer a entrevista e um teste por escrito com as autoridades locais. Mostrar conhecimento da história e da cultura de lá. Ser proficiente na língua, na fala, na leitura e na escrita do idioma local. E ter 5 anos de residência no país. 

A partir disso, o atleta já pode comunicar o clube que tem o interesse em ser um cidadão sul-coreano. Mas, lembre-se que como em todo país essa é uma parte bem burocrática que pode demorar anos para ser resolvida. 

Outros torneios nacionais asiáticos

Além da K League, que tem se tornado uma referência em toda a Ásia, considere que a J League (campeonato japonês de futebol) também é famosa. Ela já teve 22 edições e tem o Kashima Antlers como maior vencedor, sendo 8 títulos. Depois, tem a A League também. 

Essa é a Liga de Futebol da Austrália, que tem 11 times, sendo 1 da Nova Zelândia. O maior campeão é o Sydney, com 5 títulos. Ele vem seguido do Melbourne, com 4 troféus. E tem a Super Liga Chinesa, com 15 edições e o Guangzhou Evergrande como maior campeão, 8 vezes.