Mauricio Baldivieso: o jogador profissional mais jovem da história do futebol

Nos últimos dois anos, mais ou menos, três recordes “o mais jovem de todos os tempos” foram batidos nas cinco primeiras ligas da Europa.

ANÚNCIO

Em maio de 2019, Harvey Elliot, do Liverpool, tornou-se o jogador mais jovem da Premier League da história com 16 anos e 30 dias de idade.

Mauricio Baldivieso: o jogador profissional mais jovem da história do futebol
Foto: (reprodução/internet)

Pouco mais de um ano após a conquista de Elliot, Luka Romero, do RCD Mallorca, quebrou o recorde de 80 anos do La Liga ao estrear com 15 anos e 219 dias de idade.

Mauricio Baldivieso: o jogador profissional mais jovem da história do futebol
Foto: (reprodução/internet)

Então, em novembro de 2020, o prodígio Youssoufa Moukoko, do Borussia Dortmund, apareceu do banco contra o Hertha Berlin um dia depois de seu 16º aniversário, fazendo dele o jogador mais jovem da Bundesliga.

ANÚNCIO
Mauricio Baldivieso: o jogador profissional mais jovem da história do futebol
Foto: (reprodução/internet)

Todos os três são conquistas incríveis, mas empalidecem em comparação a um recorde estabelecido por Mauricio Baldivieso em 2009.

Apenas alguns dias depois de seu 13º aniversário, o meio-campista boliviano de 12 anos fez sua estreia profissional no Club Aurora contra o La Paz.

O treinador pode ter sido seu próprio pai, mas ainda é um recorde incrível e que provavelmente nunca será batido. O treinador boliviano entregou a seu filho Mauricio Baldivieso sua estreia profissional aos 12 anos de idade, fazendo dele a pessoa mais jovem a jogar uma partida de futebol profissional.

ANÚNCIO
Mauricio Baldivieso: o jogador profissional mais jovem da história do futebol
Foto: (reprodução/internet)

O jovem entrou em campo aos 38 minutos de uma partida do campeonato boliviano. Ele não foi poupado de brincadeiras como se esperava uma introdução brutal, Baldivieso bateu no tornozelo em cinco minutos de um violento ataque de Henry Alaca, de La Paz.

Mesmo assim, o garoto reteve as lágrimas e continuou a jogar como um soldado quando sua equipe perdeu por 1-0.

Então, o que aconteceu com Baldivieso desde sua notável façanha em 2009? 

Bem, sua carreira no futebol infelizmente nunca decolou.

Na verdade, o agora com 24 anos – que jogou uma partida pelo time sub-20 da Bolívia – é atualmente um agente livre e não aparece para um time desde que seu contrato expirou em San José em 2018.

Baldivieso voltou ao Club Aurora em 2011, quando seu pai voltou para uma segunda temporada como técnico, marcando três gols em suas 19 partidas no campeonato.

Mauricio Baldivieso: o jogador profissional mais jovem da história do futebol
Foto: (reprodução/internet)

Aquele pequeno feitiço foi tão bom quanto foi para o meio-campista até agora em sua carreira, pois depois ele passou a saltar de um clube boliviano para outro.

Baldivieso deixou o Club Aurora em 2013, aos 16 anos de idade, ingressando no Nacional Potosi. Dois anos depois, ele estava novamente em movimento, assinando pelo Universitario de Sucre, onde fez apenas três aparições.

Sua segunda transferência de 2015 o viu entrar para o Jorge Wilstermann e, mais uma vez, não conseguiu fazer muito, fazendo apenas oito partidas e marcando um gol solitário.

Em 2016, Baldivieso assinou para San José, onde ele fez apenas mais 13 aparições como profissional antes de ser liberado.

Parece que a carreira do futebol boliviano será lembrada apenas pelo notável recorde que ele estabeleceu em 2009…

Leia também: Você pode citar os jogadores mais valiosos do mundo com mais de 30 anos?

Traduzido e adaptado por equipe Ao Vivo Esporte

Fontes: Give me sport e Bleacherreport

ANÚNCIO