Grêmio sai na frente em busca do “trono”!

Grêmio e Cruzeiro travam uma disputa à parte no futebol brasileiro, a luta pelo trono da Copa do Brasil. Chamado de “Rei de Copas” o Cruzeiro lidera ranking dos campeões da maior disputa “mata mata” do Brasil. Mas, no desejo de mudar essa história, jogando bem, o Grêmio sai na frente desta disputa. Enquanto Cruzeiro sai em revés contra o Inter na ultima semana o tricolor dispara, vencendo o Atlhetico Paranaense na primeira partida da semi final da Copa do Brasil.

Com apenas uma taça a menos que o Cruzeiro, o tricolor gaúcho não quer deixar esse título em Minas. Porém, diante do momento que o clube enfrenta, o treinador Renato Gaúcho teve que se reinventar. O futebol envolvente pelo toque de bola, intenso e veloz, vem perdendo o brilho, mas ainda assim o clube gaúcho tem tido uma boa temporada em 2019.

Grêmio larga na frente
Após vitória contra Athletico PR, Grêmio sai na frente do Cruzeiro, e final Gaúcha ganha força na Copa do Brasil. Foto: Divulgação/ Flickr o

Na outra semi final, Cruzeiro e Inter brigam com forças diferentes. Embora todos queiram vencer, o Colorado se mantém firme na Libertadores e disputa uma vaga com o Flamengo. O Cruzeiro, por sua vez, desclassificado nas Américas, vai mal no Campeonato Brasileiro e vê na Copa do Brasil seu único escape expressivo no ano. Esse elementos dão um ar de suspense ainda maior ao jogo de volta no Estádio Beira Rio no dia 04/09.

Grêmio sai na frente diminuindo o ritmo sem desacelerar…

O tricolor levantou as taças da Copa do Brasil (2016), Libertadores (2017), Recopa (2018) e dois estaduais (2018 e 2019). No entanto, o que o Grêmio tem jogado está longe de ser o futebol visto nos últimos anos. E uma provável causa, pode ser a queda no rendimento do atacante Luan, tido como um dos melhores atacantes no Brasil em 2017/2018 e cotado para seleção na disputa da Copa América. O atacante, pela baixa de rendimento, vem amargando a reserva e, em algumas partidas, nem é relacionado para o jogo.

Luan e Rebato não se entendem
Renato Gaúcho e Luan já não falam o mesmo idioma dentro dos gramados. Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O Tricolor foi derrotado pelo Flamengo na última rodada do Brasileirão por 3×1, jogando com os reservas. Com isso os titulares entraram em campo nesta quarta-feira um pouco mais cobrados pelo resultado, já que o foco nas competições eliminatórias, como a Copa do Brasil e Libertadores, fez com que Renato Portaluppi poupasse os titulares. Essa alternativa vem dando certo, tanto que permanece vivo na Taça Libertadores e na Copa do Brasil. Por outro lado, o Athletico Paranaense não vai facilitar, deixando com Renato esse desafio.

A força do futebol Gaúcho e Mineiro no cenário nacional

Grêmio e Atlhetico Paranaense representam bem este novo cenário no futebol brasileiro. Dividindo opiniões por tirar do eixo Rio-São Paulo a visibilidade dos grandes campeões e fazendo histórias nas grandes competições. Mas nem de longe isso é exclusividade de Grêmio e Cruzeiro. Mesmo embora travem essa briga na Copa do Brasil. Mas Inter e Atlético Mineiro também vêm sempre chegando nas finais das principais competições, tanto nacionais, quanto internacionais, mostrando a força cada vez mais expressiva do futebol gaúcho e do mineiro. Isso é visto nas competições desde 2015, tendo sempre um desses nas principais finais ou ainda levando os títulos.