Esses são os esportes mais difíceis do Brasil

A verdade é que existem alguns esportes que são difíceis por exigirem muita força física dos praticantes. Outros entram na lista porque tornam necessário que os esportistas tenham resistência ou concentração. No fim, eles são bem difíceis de serem executados, viu.

ANÚNCIO

Para quem pensou apenas em esportes de aventura, calma. Sim, eles estão nessa lista. Mas, também é preciso considerar alternativas de esportes coletivos ou mais comuns que também são bem difíceis de serem praticados, o que pode ser ótimo para quem quer vencer barreiras.

Foto: (reprodução/internet)

Alpinismo

O alpiniso está longe de ser um esporte tipicamente brasileiro. No entanto, merece a nossa atenção porque tem feito muitos brasileiros felizardos por chegar ao topo. Aliás, chegar ao topo do Everest é uma das façanhas atléticas mais desejadas do mundo.

Foto: (reprodução/internet)

Isso coloca o alpinismo nessa lista também. Nesse caso, o motivo é número e comprovado em dados: a taxa de sucesso ao escalar a montanha do Everest é baixa. Ou seja, pouquíssimas pessoas que tentam o êxito conseguem chegar lá. 

Ao mesmo tempo, vem o risco. Isso porque a probabilidade de morrer durante essa aventura é bem alta, sendo que representa um dos maiores índices do mundo e há várias décadas. Ou seja, o alpinismo é bem difícil, não acha? Mas, continue lendo que vem outras novidades aí.

Boxe

O boxe sempre foi visto como um esporte muito intenso. Quem vê uma luta de boxe pode não achar isso. Mas, pergunte para quem treina boxe, o quanto intenso são esses dias. Então, se a gente considerar o esporte como um todo, do treino à luta, sim, ele entra nessa lista.

Foto: (reprodução/internet)

O Brasil é um país que adora o boxe, sendo que temos grandes representantes. Hoje em dia, o MMA, que é uma mistura de lutas, entrou no holofote mundial. Mas, o boxe ainda existe, até mesmo com clubes e escolas de treinos que focam apenas nessa luta.

ANÚNCIO

Para quem acha que tudo acontece dentro ringue, vale a pena ver filmes que contam sobre os esforços que são exigidos dos atletas para essa prática. Força, sim. Habilidade, também. Mas, além disso, exige resistência e disciplina

Hipismo

Sabe por que o hipismo entra aqui nessa lista? Porque ele é um esporte que exige muita dedicação e tempo de treino dos atletas. A dificuldade maior não está em ter força física ou resistência, mas sim em conseguir se relacionar de forma positiva com o animal.

Foto: (reprodução/internet)

Sem dúvidas, para se tornar um atleta profissional do hipismo, o brasileiro tem que suar a camisa e mais do que isso, ele precisa gostar de lidar com o cavalo. Afinal, é somente essa harmonização perfeita que vai gerar bons frutos nas provas.

Para quem acha que o esporte não é tão difícil assim tem duas opções: começar a treinar e sentir na própria pele ou simplesmente assistir a corrida National Hunt, que é uma variante do esporte e mostram os cavalos saltando sobre obstáculos perigosos.

Badminton

No começo, a gente sabe: você vai discordar. Mas, vamos pensar juntos. O badminton está na lista dos “esportes mais exigentes fisicamente”. E dá para entender isso na prática: os jogadores precisam de resistência e fôlego para vencer os oponentes. 

Foto: (reprodução/internet)

Em nível profissional, o corpo todo é usado e isso tem causado um grande número de lesões nos atletas de alto rendimento. A velocidade do jogo é uma das mais rápidas entre todos os esportes, o que torna a decisão de escolha rápida, exigindo a saúde mental também.

Antigamente, os britânicos já jogavam o badminton, mas com outro nome. O esporte era bem parecido porque tinha raquete, sendo um passatempo antigo de centenas de anos. Hoje, o esporte é regulamentado, disputado e tem países formando heróis a cada dia.

Maratona

A maratona está na lista porque entra com o título de evento esportivo mais difícil do mundo. E como acontece no Brasil, então, também ganha a sua posição aqui no nosso país. A maratona é difícil em qualquer esporte, mas estamos falando do atletismo, ok?

Foto: (reprodução/internet)

É vista como atividade mais completa e mais antiga também. Nessa corrida, os atletas trabalham com todos os grupos musculares, além de serem muito exigidos pelo sistema cardiovascular. Por isso, é um dos esportes que mais emagrecem hoje em dia.

Alguns estudos comprovam que a corrida pode aumentar as proteínas do cérebro, elevar o número de neurônicos, desobstruir vasos sanguíneos e captar mais glicose. Ou seja, é um tipo de atividade que envolve o corpo todo e exige muita disposição. Bora correr?

Natação

A natação é conhecida como esporte olímpico mais difícil do planeta. Afinal, desde criança a gente ouve dizer que ao nadar movimentamos todos os músculos do corpo. Já ouviu isso, né? O curioso é que mesmo sendo muito difícil, esse também é um esporte muito popular.

Foto: (reprodução/internet)

Só se torna um campeão da natação quem treina muito porque é preciso desenvolver força, resistência, respiração e muita disciplina. Talvez, a grande dificuldade desse esporte seja manter a disciplina por longas datas durante os treinamentos. Cesar Cielo já falou muito disso no Brasil.

Para quem gosta de história, e história dos esportes, saiba que a natação vem desde o Egito, por volta de 2.500 a.C., sendo uma atividade de lazer. Isso porque estudos arqueológicos mostraram antigos gregos e romanos nadando para preparar soldados para batalhas.

Polo Aquático

Como falamos da natação, é legal mencionarmos aqui outra atividade ligada à água. Mas, a grande diferença está no fato de ser um dos poucos esportes coletivos considerado difíceis. Ou seja, é preciso ter um time de corajosos para praticar essa aventura na água.

Foto: (reprodução/internet)

Bom, o polo aquático é um esporte de água com 2 equipes se enfrentando. Ao todo, eles jogam em 4 períodos de tempo e precisam marcar gols a partir de uma bola. A piscina costuma ter 1,8 metro de profundidade, o que dificulta demais esse objetivo. 

O jogo do polo aquático é uma mistura de natação com handebol. Ou um tipo de rúgbi na água. O fato é que foi William Wilson, em 1877, que teve a brilhante ideia de criar o polo aquático, a partir de algumas regras que mudariam mais tarde.

Ginástica 

No caso da ginástica, ela é vista como esporte indoor mais difícil que existe. Bom, para entender isso, pense bem: o que é preciso para praticar a ginástica? Para praticar esse esporte é necessário ter força, flexibilidade e agilidade. Tudo em um pacote só, olha que coisa!

Foto: (reprodução/internet)

Dessa forma não seria nada injusto deixar a ginástica como um dos ou o esporte mais difícil de ser executado no mundo todo. Para quem pratica essa atividade, a movimentação e treinamento dos braços, pernas, ombros, costas, tórax e abdômen são necessários.

Além disso, vale trazer para o texto uma curiosidade: sabia que os primeiros exercícios, lá nas décadas passadas, da ginástica olímpica incluíam as habilidades em montar em cavalos e desmontar deles? Isso porque é um esporte que tem influência na Grécia Antiga.

Cave Diving

Aqui a gente traz uma grande curiosidade para quem é brasileiro. Sim, o cave diving é muito mais comum no Brasil do que se pode imaginar. Não conhece? É um tipo de modalidade de mergulho, só que acontece em cavernas subaquáticas, bem profundas mesmo. 

Foto: (reprodução/internet)

Ou seja, com pouca visibilidade, os atletas precisam encontrar rotas de saída. Assim, um erro pode custar caro e ser fatal. É um esporte radical feito individualmente ou em grupos, mas sem o intuito de competição e sim com viesses em prol de pesquisas e descobertas.

A modalidade é muito usada na investigação cientifica ou busca de mergulhadores perdidos. No Brasil, existem vários cursos de mergulhos em cavernas para se profissionalizar nessa área. É preciso ter força física, controle da respiração e coragem!

Pescaria

Essa não é uma história de pescador. Até mesmo porque precisamos considerar que a pescaria esportiva envolve paciência e resistência. Assim, entra na lista de esportes mais difíceis do mundo e o brasileiro tem destaque nesse assunto, viu. 

Foto: (reprodução/internet)

O objetivo da pesca esportiva é fisgar o peixe não para o consumo próprio ou comércio. Logo, os peixes são devolvidos a natureza assim que são capturados. É comum que os pescadores pesem ele, meçam e fotografem para comprovar o feito, quando são peixes exóticos. 

A boa notícia é que quem tem paciência e resistência não vai precisar muito para começar o esporte, sendo que dá para fazer isso a partir de varas, iscas e um barco. Mas, obviamente, a profissionalização exige preparo físico maior, assim como equipamentos melhores.

Os melhores esportes para prevenir doenças e ficar forte

Curiosamente, saiba que um esporte não tem que ser tão difícil ou intenso para ajudar as pessoas nos objetivos dela. Quem quer prevenir doenças do coração, por exemplo, pode praticar tênis, squash, natação e as corridas de rua, por exemplo.

Já quem visa a definição muscular pode pensar em esportes completos para o corpo todo, o que também inclui a natação e o próprio tênis. Mas, além dela, vale pensar no ciclismo, alguns tipos de lutas, como é o caso do Muay Thai.