Descubra os 5 esportes radicais mais praticados no Brasil

O Brasil é um país dos mais incríveis em termos de natureza. Por aqui, a gente tem montanhas, mares, árvores e mais um monte de opções que torna a prática de esportes radicais uma realidade. Além das pistas de skate, de motocross, etc. 

ANÚNCIO

No entanto, você já parou para pensar em quais são os esportes radicais mais praticados aqui no nosso país? Fomos atrás dessa pergunta e encontramos pelo menos 5 respostas que dizem muito sobre a nossa realidade esportiva. Confira!

Descubra os 5 esportes radicais mais praticados no Brasil
Foto: (reprodução/internet)

1 – Escalada

O fato é que a escalada é um dos esportes mais antigos que é praticado no Brasil. Isso porque ele vem de quando a escalada ainda não era bem uma atividade física e sim uma necessidade. Na história do brasileiro, a gente tem a ideia da busca por alimentos e fuga de predadores.

Descubra os 5 esportes radicais mais praticados no Brasil
Foto: (reprodução/internet)

Aliás, como prática esportiva, tem a escalada como opção um pouco antes da década de 1970, sem saber exatamente o ano. Isso porque ela foi inventada por um ucraniano e logo chegou ao nosso país. O primeiro campeonato mundial foi em 1985.

ANÚNCIO

Para quem não se ligou, a escalada é aquele esporte que pode ser coletivo ou individual, no qual é preciso usar vários equipamentos para subir em montanhas ou cumes. É preciso ter cinto de segurança, corda própria e sapatilhas especificas para cada tipo de terreno.

Curiosidades sobre a escalada no Brasil

O Brasil tem vários nomes importantes dentro da escalada internacional e por aqui são vários os lugares que são escolhidos como verdadeiros “estádios” para esse tipo de esporte radical. Vamos falar um pouco disso nas próximas linhas.

Descubra os 5 esportes radicais mais praticados no Brasil
Foto: (reprodução/internet)

Cesar Grosso é um dos escaladores mais conhecidos do país. Ele participa de jogos Pan-Americanos e quebrou o recorde brasileiro de escalada mais rápida, sendo um muro de 15 metros em apenas 6,88 segundos. No entanto, não focamos em falar apenas da escalada em lugar aberto, ok?

ANÚNCIO

Já quanto aos lugares, por aqui nós temos a Serra do Cipó, em Minas Gerais, como um dos pontos turísticos para o esporte. Além do Parque Nacional de Itatiaia e do Pão de Açúcar, ambos no Rio de Janeiro. Há ainda a Chapada Diamantina, na Bahia, como opção. 

2 – Salto de Paraquedas (paraquedismo)

O salto de paraquedas é outro esporte radical muito antigo de que se tem notícia. O Brasil se beneficia disso também pelos seus terrenos e natureza. Afinal, é preciso espaço e altura para praticar o saldo de paraquedas, que dá um frio na barriga só de pensar. 

Descubra os 5 esportes radicais mais praticados no Brasil
Foto: (reprodução/internet)

Para falar da história, considere que inicialmente esse tipo de salto era muito útil para fazer manobras de emergências em aviões, como quando eles estavam caindo ou até mesmo para invadir locais em pontos estratégicos durante as guerras.

É chamado também de um dos esportes mais específico e caro porque o avião só decola para levar você e os saltadores para o céu para fazer o salto. Ou seja, é preciso toda uma estrutura e planejamento para que ele aconteça de forma correta e sem causar caos aéreo. 

Curiosidades sobre o salto de paraquedas no Brasil

Aqui no Brasil, em termos de lugares, parece não haver dúvidas de que Boituva, no interior de São Paulo, seja um centro de treinamento de saltos para esses praticantes. É o lugar mais conhecido do país para a prática esportiva.

Descubra os 5 esportes radicais mais praticados no Brasil
Foto: (reprodução/internet)

Mas, também podemos levar em conta que outros estados acolhem muito bem os saltadores, como é o caso do Rio de Janeiro, do Rio Grande do Sul, do Paraná, da Paraíba, de Pernambuco e de Minas Gerais, que também possuem “terreno” para o esporte. 

Do lado dos nomes brasileiros mais conhecidos no esporte, a gente pode lembrar de Luiz Henrique Tapajós, chamado de Sabiá, que é um paulista que já fez mais de 10 mil saltos na carreira e em 40 países diferentes. Outros são Luigi Cani e Leo Orsini. 

3 – Surfe

O surfe nem parece ser um esporte radical de tão popular que ele se tornou. Porém, é sim. E com as medalhas de ouro, prata e bronze que os brasileiros conseguiram em campeonatos mundiais, a gente não tem como deixar esse esporte de lado nesse top 5 dos radicais.

Descubra os 5 esportes radicais mais praticados no Brasil
Foto: (reprodução/internet)

A ideia é se aventurar na água, através de uma prancha de surfe. Logo, pegar ondas altas, rápidas e violentas é uma grande aventura para os praticantes. Para quem vê, o esporte também é muito radical onde cada manobra gera muita emoção. 

Por curiosidade, o surfe vem da Polinésia, em um conjunto de ilhas do Pacífico. Assim, tudo aconteceu quando pescadores perceberam que o uso da tábua de madeira poderia ser um meio mais fácil de chegar ao mar. Isso vem lá de 1778, com o navegador inglês James Cook.

Curiosidades do surfe no Brasil

Pensando em lugares no Brasil para praticar o surfe, sem ter o foco no meio profissional, saiba que o Rio de Janeiro (SP), Ubatuba (SP), Itacaré (BA) e Florianópolis (SC) são os lugares mais interessantes para os praticantes. Agora, veja sobre os surfistas.

Descubra os 5 esportes radicais mais praticados no Brasil
Foto: (reprodução/internet)

Atualmente, existem dois surfistas brasileiros que estão no top do ranking dos profissionais do esporte radical. Um é o Gabriel Medina, que é bicampeão mundial e tem tido temporadas incríveis. Outro é o Ítalo Ferreira, também campeão mundial.

Já o primeiro surfista do Brasil que é conhecido na história é Osmar Gonçalves, que tinha apenas 16 anos quando começou a surfar nas ondas brasileiras. O curioso é que além dos mares, hoje em dia também é possível praticar surfe em piscinas de ondas. 

4 – Skate

Do mesmo que o surfe parece não ser um esporte tão radical assim, o skate segue a mesma linha. No entanto, devido a adrenalina dele entra na lista. E tanto é que está na competição internacional X-Games, vista como a mais radical do mundo.

Descubra os 5 esportes radicais mais praticados no Brasil
Foto: (reprodução/internet)

A prática do skate proporciona muita emoção e um gasto calórico bastante incrível. Mas vale dizer que o esporte tem sido modernizado aos poucos e, por isso mesmo, hoje ele é bem menos arriscado quando praticado nas pistas profissionais. 

A história do skate é bem legal, ela vem de surfistas californianos que estavam sem “paciência” para esperar por boas ondas no mar quando optaram por uma atividade que fosse similar, mas acontecesse em terra. Daí a prancha na rua, com rodinhas, virou o skate.

Curiosidades do skate no Brasil

Atualmente, o Brasil é visto como um dos países mais incríveis do mundo em termos de esportistas. Tanto é que a gente dividiu com os orientais os pódios dos campeonatos mais importantes do mundo, como mundiais e Olimpíadas.

Descubra os 5 esportes radicais mais praticados no Brasil
Foto: (reprodução/internet)

Pâmela Rosa, por exemplo, é a líder mundial no ranking internacional. Além dela tem a menina de 13 anos, a Rayssa Leal, chamada de Fadinha, que ficou com medalha nos Jogos, sendo a mais jovem a conseguir o feito do lado brasileiro.

Já entre os homens, Pedro Barros talvez seja o nome da atualidade mais conhecido. Em termos de locais para praticar o skate, eles são muitos no nosso país. O fato é que isso vai de pistas adaptadas até mesmo as ruas ou lojas de shoppings. 

5 – Rafting

E no último tópico da lista poderíamos falar de diversos outros esportes radicais que fazem sucesso por aqui, como a mountain bike, que tem atraído cada vez mais os fãs. Ou mesmo o rapel, que é uma espécie de decida em paredões. Mas o rafting tem mais adeptos.

Descubra os 5 esportes radicais mais praticados no Brasil
Foto: (reprodução/internet)

Inclusive, entre os esportes radicais, pode ser visto como um dos mais praticados por amadores. É claro que nesse caso, o nível de risco é bem menor ao se escolher o lugar onde os botes infláveis vão percorrer. A gente vai falar mais dos níveis de rafting abaixo.

De todo modo, em parque de diversão e parques aquáticos, o rafting costuma ser uma boa ideia de diversão. Em termos histórico, o esporte vem desde 1980, quando foram criados desafios a partir das correntezas de rios. Os primeiros relatos mundiais são de 1869.

Curiosidades do rafting no Brasil

Atualmente, em nível mundial, o rafting é dividido em 6 classes justamente para organizar o que é profissional do amadorismo. Só para entender isso, saiba que o primeiro nível inclui apenas uma área com pedras menores e poucas manobras.

Descubra os 5 esportes radicais mais praticados no Brasil
Foto: (reprodução/internet)

Já o nível mais alto é considerado extremamente perigoso e pode machucar de forma muito séria os praticantes. Por isso, deve ser praticado apenas por profissionais que tenham conhecimento técnico e de salva-vidas. Para terminar o curso é preciso muito esforço e habilidade.

Para quem gostou da ideia, saiba que no Brasil os parques aquáticos que possuem o esporte são: Brasil Raft Park e o Brasil Raft. Já em termos mais profissionais, as pessoas praticam o rafting em cidades como de Socorro (SP), Bonito (MS) e Brotas (SP). 

Os esportes radicais mais perigosos do mundo

Antes de terminar o texto, vale a pena a gente mencionar aqui uma curiosidade. Conforme informações da Associação Mundial do Mergulho Livre, a AIDA, esse esporte (mergulho livre) tem sido muito perigoso. Isso porque de 5 mil mergulhadores profissionais, 100 morreram nos últimos anos

Depois, outros estudos têm demonstrado que o surf de vulcão, que é sobre descer em um vulcão em erupção, como acontece na Nicarágua, também pode ser arriscado demais. Depois, vem a escalada em solo livre, que é aquela que não usa equipamentos de segurança.